Discopatia Intervertebral – O caso do cão Tinga


tinga01-2.jpg   O cão Tinga é uma macho não castrado, sem raça definida, nascido em 4/11/03, tendo como proprietária a Sra. Marion Vargas da Silva. Tinga vive junto aos donos em apartamento, mas seus proprietários,  Marion e seu esposo Renato, sempre oportunizaram hábitos saudáveis de socialização a ele,  levando-o para caminhar várias vezes ao dia pelas redondezas do bairro onde moram. Com isso, o Tinga é um cão bem popular no bairro por onde circula. Antes do Tinga vir a ser meu paciente, como meu consultório se localiza no mesmo bairro, também o via passeando com a Marion e sempre o achei um cão simpático e sereno.

Há uns dias atrás a Marion me procurou direto no consultório para me falar de um problema de saúde que o Tinga estava apresentando, pois já havia recorrido a outros profissionais da Medicina Veterinária, e,  segundo a opinião dela,  não estava percebendo melhora no quadro clinico apresentado por ele. Com isso agendamos um horário e no outro dia o simpático Tinga foi atendido por mim.

  tinga02-2.jpg  História clinica do Tinga ( relato da Marion) : Em 16/10/07  ela o levou em um local onde há serviços de banho/tosa, assim como, atendimento clinico-hospitalar. Comentou com quem a recebeu que se pudessem observassem que quando o Tinga levantava, ele apresentava uma claudicação ( mancava) na pata posterior esquerda. Sugeriram uma consulta e ela autorizou. Fizeram um Rx de articulação coxo-femural onde aparece , também, as articulações fêmur-tibio-patelares e foi liberado um laudo ( sem assinatura e carimbo de nenhum profissional atestando tal laudo - vi e li esse laudo) onde constava o seguinte: ” Articulações coxo-femurais sem alterações. Apresenta sinais de artrose nas articulações fêmur-tibio-patelares, sendo mais evidente na articulação direita”.

Continuando com o relato, ela me mostrou as receitas prescristas ( ai, sim, assinada por um profissional) onde foi receitado um anti-inflamatório (classe farmacológica dos cetoprofenos) e um regenerador articular. Atrás da receita sugeria sedação para exame mais conclusivo para, também, possibilidade de rompimento de ligamentos cruzados dos joelhos. O que Marion não fez, ou não autorizou.

Enquanto ela me relatava a história clinica ( tenho por hábito e conduta clinica minha isso –  com todos os pacientes) deixei o Tinga à vontade, andando pelo consultório, para ir observando as reações comportamentais e posturais dele. Ao observá-lo percebi discreta – no sentido de intensidade – mas evidente claudicação da pata posterior esquerda tanto quanto uma discreta perda de massa muscular em todo o “trem posterior” . Outra observação que fiz é que o Tinga quando ia sentar jogava a pata para frente, mais esticada, como se estivesse “folgando” o peso corporal sobre ela. Com isso questionei a Marion se ele tinha esse hábito de sentar assim a muito tempo,  e ela me disse que desde que apareceram as claudicações, e que , desde então, percebia isso nele também. 

Me relatou que ele apresentava certa relutância em seguir mais adiante quando dos passeios pelas ruas, parando e querendo voltar( com isso ele estava sinalizando seus limites de dor e ou desconforto ao caminhar por longas extensões).

 De posse dos dados da história clinica procedi na análise do Rx. Quando coloquei  a pelicula no negatoscópio ( aparelho onde se vizualiza os Rxs) não concordei, a principio, com o que via e com o que estava escrito no laudo. Não conseguia identificar artrose…

Depois disso,  submeti o Tinga ao exame clinico básico. Apalpei articulações, principalmente as patelares,  para ver se podia haver luxação delas; o que é relativamente fácil de articular e desarticular pelo exame clinico, principalmente, quando o paciente é calmo, caso do Tinga. Apalpei coluna vertebral de C2 até a parte final da coluna ( sacro)  e percebi que ele reagiu um pouco mostrando desconforto entre as vértebras torácicas finais e iniciais das lombares.

Continuando com os exames,  tentei ver se tinha nos joelhos o movimento “em gaveta”  o que indica possibilidade de ruptura dos ligamentos cruzados – se o paciente é mais passivo ( caso do Tinga) permite o exame sem sedação. Não suspeitei, a principio, até por que questionei bastante a Marion sobre a possilidade de algum trauma que o cão dela pudesse ter tido recentemente ou algum tempo atrás ( quedas, atropelamento, brigas com outro cão, qualquer situação que pudesse ter gerado um trauma ligamentar e/ ou articular) e ela afirma que não. Outra situação patológica que pode levar a ruptura desses ligamentos do joelho é a chamada “Sindrome de Cushing” o que, evidentemente, o Tinga não é portador por sintomatologia clinica.  

Depois desses exames feitos solicitei um Rx de coluna vertebral tóraco-lombar com outro radiologista Veterinário a qual julgo competente para tal. É o Dr. Jorge Mesquita – Professor da disciplina de Radiologia na Universidade  Federal do Rio Grande do Sul – embora não fui aluna dele  admiro sua competência e experiência na área. Pedi a Marion que levasse o primeiro Rx feito, o das articulações, para que ele me ajudasse a avaliar e se eu estava correta em não concordar com tal laudo dado anteriormente.

  experimento-fotografico-site-064-rx.jpg   Rx feito pelo Dr. Mesquita e 24 horas depois Marion retorna com o novo Rx e com o laudo devidamente assinado por ele: ” Imagem compativel com dimuições dos espaços intervertebrais entre T10 – T11  e L3- L4″.  E ele disse a ela que analisando o primeiro Rx das articulações concordava comigo que nada há de artrose nas articulações fêmur-tibio-patelar.

Como informação:  os nervos que saem do canal medular na altura dos nervos lombares se dividem em ramos dorsais e ventrais. Os ramos dorsais  subdividem-se em um ramo medial ( essencialmente muscular) e lateral ( cutâneo) ; os ramos nervosos laterais, como os nervos cranias das nádegas inervam a pele das superficies dorso laterais das regiões lombar e sacral. O nervo femoral recebe a maior parte do ramo ventral do quarto nervo com contribuições do terceiro e do quinto nervos lombares. Ele fornece o suprimento motor para o músculo quadríceps da coxa. O nervo safeno é relativamente grande e, em realidade, pode ser considerado como a continuação do nervo femural. Ele desce, a principio,  cranialmente à arteria femural, dentro do canal femural, depois passa para a parte distal da superficie medial da coxa, juntamente com a artéria safena. Continua mais adiante distalmente, na perna, seguindo o ramo cranial da artéria safena, anastomando-se com ramos do  nervo fibular superficial. Fornece ramificações cutâneas  da articulação do joelho para o metatarso e pode inervar a região distal deste a este último. Incluindo a pata.

O nervo obturador é formado pelo quarto, quinto e sexto nervos lombares. Eles convergem dentro do músculo iliopsoas. Depois segue caudoventralmente no sentido da abertura pélvica cranial, medial ao corpo do íleo ( quadril). Ele continua sua descida ao longo da superficie crânio-lateral do foramem obrturador  ( também quadril) e, depois de penetrar nesse último, inerva o músculo obturador externo, o músculo pectinio, o músculo grácil e o músculo adutor. ( referência bibliográfica: Anatomia dos Animais Domésticos – Sisson/ Grosmann) .

Com essa breve explanação da anatomia dos nervos que saem do canal tóroca-lombar venho justificar a causa da dor que o Tinga sente, em função da compressão da medula espinhal pela dimuinição dos espaços intervertebrais,  atingindo sua musculatura com inervação. Com o processo inflamatório que causa essa compresão são atingidos os nervos periféricos, fazendo o Tinga sentir dores musculares e neuríticas.

O tratamento que sugeri foi analgesia/anti-inflamatórios com corticóides mais potentes ( dexametasona associado com anti-neuriticos como as vitaminas do complexos B1,B6, B12) em injeções com intervalos de 48 horas. Depois prescrevi apenas o Citoneurim - que são essas vitaimans do complexo B que possuem ação  anti-neuritica - por 21 dias seguidos.

Após esse tratamento está  recebendo glicosaminas ( regenerador e lubrificador das articulações por um tempo minimo de 3 meses, tendendo,  conforme a resposta terapêutica,  a continuar por mais 3 meses.

Segunda feira que passou ele passou por uma revisão e percebo melhora no quadro da dor, está mais esperto e  mais ativo;   e não tem mais claudicação da pata. Embora ainda meio “duro das cadeiras”, como dizem. Mas não esqueçamos que o animal é essencialmnete sensorial em suas emoções e uma dor pode marcar sua memória e fazer com ele que “acostume” a manter algumas posturas de defesa com o condicionamento da dor.

Recomedei repouso relativo e que respeitem o ritmo dele nas caminhadas, mas as evitando por um tempo ainda. Os proprietários dedicados como são também estão fazendo massagens na pata dele com um anti flogistico, que,  segundo eles,  tem ajudado.

Marion está ciente que é uma patologia de caráter crônico, podendo em algumas situações vir a ter crises agudas de dor.

Vou observar e acompanhar bem o Tinga e sua evolução; se com o decorrer do tempo achar que devo aprofundar o exame de ligamento cruzado ( embora não creio que seja necessário) solicitarei ao Dr. Daniel Sia, mestre em cirurgia ortopédica que me dá assistência junto as minhas atividades clinicas, que faça um bom exame ligamentar.

   Sorte e “coragem” Tinga! Marion,  te admiro pela dedicação e por não medir esforços para manter teu cão com saúde e qualidade de vida.

E deixou aqui um alerta: Vocês colegas estudem!!!!!! Basta estudar e se dedicar com carinho e afinco que vamos dignificar cada vez mais nossa profissão. E não esqueçam, além de gerarmos custos muitas vezes desnecessários aos donos dos animais de estimação temos que respeitar o maior patrimônio que esses donos depositam em nossas mãos que são suas questões emocinais e sentimentais de amor e apego ao seus cães e gatos.

E não é vergonhoso dizer: ” Não sei o que está havendo, me falta experiência para tal caso  e , então,  indicar ou sugerir outro profissional. Já fui uma inicante na profissão e fiz muito isso, humildemente, e foi assim que fui ganhando experência e segurança. Na medicina humana e veterinária temos que estudar todos os dias com afinco e dedicação. Eu faço isso! Devemos fazer todos nós, médicos.

249 Comentários


Marion Vargas da Silva
em

Sinara,
Ficou legal.Marion



synararillo
em

Ola Marion, que bom que gostaste do relato! Com isso, indiretamente, me ajudaste, a mais uma vez dignificar a minha profissão, tanto quanto, ajudar aqueles que passam pelos mesmos problemas clinicos que o Tinga.
Grande Abraço!



silvana caregnato
em

Dra Sinara

Tenho um chow chow preto, chamado Simba, nascido em 05.01.2007. Quando tinha 8 meses apresentou os mesmos sintomas que o Tinga, na perna posterior esquerda. Eu e meu marido passamos por 4 veterinários, sendo que um deles queria operá-lo alegando ser ruptura de ligamento cruzado e deveria ser operado. mesmo assim optamos por consultar um outro veterinário, que prescreveu o mesmo tratamento que o Tinga recebeu. Ele melhorou, mas agora está sentindo dores e claudicando da outra perna, a direita posterior. Minha dúvida é se for o mesmo caso do cão Tinga, discopatia invertebral, pode passar de uma perna para outra?
Se puder me dar um retorno, lhe agradeço muito.
Obrigado

Silvana



synararillo
em

Ola Silvana! Não creio que seja discopatiaintervertebal que o Simba está apresentando, pois é novo demais para tal patologia, salvo se for algo congênito. Tem RX confirmando lesões na coluna?? Ele sofreu algum trauma para se pensar em ruptura do ligamento cruzado? O diagnóstico clinico dessa lesão é fácil para o Médico que tenha experiência. Pela raça e idade eu tendo a pensar mais na possibilidade de displasia coxofemural em grau I ou II. Em um Rx de coxo- femural dá para saber!
Acho que é por ai!
Abraço!
Dra. Synara Rillo



silvana caregnato
em

Boa tarde, Dra Synara, muito obrigado por ter respondido meu e-mail. Na verdade na primeira vez que o Simba apresentou claudicação na perna posterior esquerda, fizemos a radiografia para poder detectar se ele apresentava displasia coxo-femural (depois da tentativa de tratamento com anti-inflamatório por uns 15 dias) e radiografia do joelho. A radiografia mostrou-se normal e foi-nos indicado continuar com o anti-inflamatório por mais 10 dias. Como o Simba continuava mancando( não sabemos se ele teve alguma lesão por tombo ou escorregão, pois foi de uma hora para outra, estava bem, derepente estava sem colocar a perna no chão), eu e meu marido resolvemos procurar outro veterinário, que também não soube nos dizer o que ele tinha, apenas pediu para acrescentar osteocard ao tratamento, por 90 dias. Mas também afirmou não ser rompimento de ligamento. Como ele não melhorava procuramos outro veterinário, que disse ser ruptura de ligamento, pois a radiografia que tínhamos em mãos, não era de boa qualidade e precisavamos operá-lo. Eu e meu marido ficamos na dúvida e procuramos um quarto veterinário, que analisou as radiografias e disse não ser displasia nem ruptura de ligamento. O que ele constatou foi que os ossos do joelho estavam muito próximos, deixando claro que havia pouco líquido sinovial entre eles. Ele também apertou no meio dos dedos do Simba na perna boa, na qual ele só teve um leve reflexo, quando ele apertou a perna esquerda com problema, ele ganiu forte de dor, evidenciando que o nervo estava inflamado. O veterinário fez um tratamento muito parecido com o que a Sra. usou no Tinga. No consultório ele fez uma injeção no músculo e deu um tratamento de quase 3 meses. No dia seguinte a consulta, na qual ele recebeu a injeção, o Simba já colocava a perna no chão, parecia milagre. Acredito que a injeção tinha como um dos compenentes corticóide. Após o tratamento ele ficou uns dois meses bom. Agora em março ele começou mancar da perna direita, novamente sem motivo aparente. Levamos no mesmo veterinário, mas ele disse não saber o que está levando o Simba a claudicar novamente da outra perna. È uma judiaria com o meu “peteleco”. Ele indicou na primeira semana 01 injeção por dia, não resolveu, continuava mancando. Levamos novamente, na segunda semana inciamos com 01 injeção de fosfato dissódico de dexametasona (01 injeção por semana) + condroitina todos os dias. Não está resolvendo também. Termino a última injeção dia 12.04, mas a melhora é mínima. Desculpe fazer todo este relato, mas me preocupo muito com meu cachorro, não gostaria de vê-lo sofrendo. É horrível não saber ao certo o que ele tem. É um animal muito dócil e brincalhão. Adora fazer seu passeio no final do dia, mas infelizmente volta mais manquinho ainda, cortamos o passeio dele por enquanto.
Muito, muito obrigado mesmo. Um grande abraço. Silvana.



synararillo
em

Ola Silvana!

Vai mais uma luz ai para investigarem o caso do Simba: Panosteíte – é uma doença recorrente e auto-limitante das diáfases e metáfises dos ossos longos caninos. É comum de ocorrer em raças grandes e imatura. Mas qualquer raça independente do porte pode apresentar. E há relatos em cães adultos. Muito encontrada na raça Pastor Alemão. Sintomas: claudicação de inicio agudo em um ou mais membros. Geralmente não flutua com repouso ou exercicio. A claudicação pode mudar de um membro para outro durante os episódios e de um episódio para outro. Os casos de claudicação tendem a irem diminuindo com o tempo, e alguns cães ficam livre da doença em torno de 2 anos de idade. Os autores não sabem a causa dessa doença. Não temos maiores alterações clinicas salvo radiológicas. Um bom radiologista pode detectar tais alterações. Tem-se um aumento macular na opacidade medular óssea com ou sem bordas bem definidas.
Pode haver manisfestação de dor intensa quando do toque ( apalpação na região afetada). Há casos que não se apresenta nenhuma alteração radiográfica.
Nessa doença não há uma terapêutica especifica a não ser lançar mão de analgesia com anti-inflamatórios que não sejam corticóides. Geralmente o prognóstico é bom.
Conversa com Veterinário experiente que possa pensar, também, por ai. Animal jovem com esses sintomas de dor/claudicação sem termos alterações de displasia coxo-femural, e do porte de um Chow-Chow tudo é possivel.
Ok?? Apenas para levantar mais uma possibilidade para vocês. Pode não ser…mas temos esse caminho a questionar.
Abraço.
Dra. Synara Rillo



silvana caregnato
em

Dra. Synara, obrigado mesmo pelo seu retorno. Acredito que a Sra. seja uma pessoa muito especial e com certeza ama a profissão que escolheu. Vou tentar procurar um outro veterinário, pois, de tanto procurar uma solução para o Simba, comecei a ler tudo o que aparece sobre claudicação canina. Pedi para o atual veterinário que está cuidando do Simba a possibilidade de ser esta doença “panosteíte”, que para lhe ser sincera já estava torcendo para que fosse, visto a gravidade das outras possibilidades, mas ele acha impossível ser, pois ele disse que o Simba sentiria dores horríveis, mas por enquanto não me aponta nem uma nova perspectiva. Sinceramente gostaria que todos os veterinários tivessem a sua vontade em investigar o que está acontecendo com o meu cachorro. Muito, muito obrigado mesmo. Espero que a senhora tenha sempre muito sucesso em sua profissão. Vou acompanhando seus artigos e suas experiências com seus clientes no seu blog, que é muito, muito bom. Obrigado por tudo. Silvana.
OBS. se tiver algum progresso com o Simba darei notícias.



Kelly Rocha
em

Olá Dra. Synara!!
Tenho uma cadelinha de 3 anos da raça maltês, chamada Luana, linda!!!
Há mais ou menos 2 meses ela começou a mancar da patinha traseira e em seguida começou a ter muita dificuldade em se levantar. Levamos ao veterinário que bateu uma radiografia e verificou que ela estava com bico de papagaio, receitou Maxican plus que ela tomou 2 caixas e dieta, pois ela é gordinha, e disse que o sulfato de condroitina ajudaria bastante e se não melhorasse ele indicaria acupuntura. Passado 1 mês e nada dela melhorar levei em outro veterinário, não que não confiei no que o médico dela disse, é que ele não estava no consultório num dia que ela gemeu muito a noite, esse outro médico pediu outro rx e o laudo disse que tinha uma discreta diminuição do espaço entre a L4 e a L5, desde então ela toma o sulfato de condroitína e dipirona pois reclama de dor se mexemos nas patinhas trazeiras dela e não melhorou nada!!!
Voltamos no medico dela e ele verificou que ela emagreçeu 1 kg e indicou a acupuntura!!
Estou tão triste pois antes ela era tão brincalhona, ativa e esperta, agora está apática, só dorme e fica deitada, parece estar com depressão!!
Sera que ela não deveria melhorar, nem que fosse um pouquinho só, com os remédios?
Será que devo mesmo fazer a acupuntura??
O que devo fazer?
Por favor se puder me ajudar com a dúvida ficarei muito agradecida e feliz!!!
Meu abraço!!
Kelly



synararillo
em

Ola Kelly! Olha se de fato há um “estreitamento” intervertebral entre as vértebras lombares L4 e L5, isso com certeza esta comprimindo nervos nessa região e que por sua vez irrigam desde o quadril até os nervos motores inferiores ( das patas). Penso que nesse caso a droga de eleição teria que ser um anti-inflamatório mais especifico para casos de neurites, como os corticóides, sendo a dexametasona mais indicada, associando com vitaminas do complexo B que algumas delas são como se sabe anti-neuriticas. O maxicam nesse caso não seria o anti -inflamatório indicado. A dipirona também não causa esse efeito, sendo mais eficaz para dores viscerais e como anti-térmico. Essa apatia com certeza é dor e o animal tende a ficar abatido e mais recolhido. Não tenho experiência com resultados em animais sobre acunpultura; mas que ela age como analgesia isso é sabido. Poderia vir a somar, sim, no tratamento.
Conversa com o Veterinário e vê dessa possibilidade de usar essa terapêutica mais especifica para dores neuriticas. Certo?
E saiba que isso é doença de caracter crônico, podendo tua cachorrinha em determinados momentos passar por crise mais agudas de dor. Terás que ter paciência com ela. Se por ventura houver calcificação desses espaços intervetrais o condroitin ( glucosaminas) poderá em longo prazo contribuir para uma maior “lubricação” dessas espaços lesionados. Ela necessitará de repouso, também. Caminhar menos, essas coisas. Embora achei ela jovem demais para essa patologia; mas como é de raça, pode haver uma “precipitação genética” para essa patologia. Discute com o Veterinário que a está atendendo sobre essa possibilidade terapêutica. Certo?
Obrigada pela participação no meu site.
Abraço.
Dra. Synara Rillo



Kelly Rocha
em

Dra. Synara, muito obrigada pela atenção, vou procurar o médico dela e discutir sobre essa possibilidade!!!
Que Deus te abençõe!!!
Meu abraço!!!
Kelly



silvana caregnato
em

Olá, Dra. Synara

Como prometi, estou lhe passando os progressos que tivemos com relação ao Simba. Quase nenhum… Realizamos a radiografia da coluna, em princípio era para ser só da lombar, mas por meu pedido realizamos da coluna toda, e do joelho direito. Deu tudo ok, exceto que o laudo apontou para suspeita de displasia coxo-femural. Fiquei muito chateada, pois fazem 6 meses que realizamos a radiografia para ver se ele tinha displasia e não apareceu nada (nesta época mancava da perna esquerda). O veterinário pediu para repetir a radiografia da displasia, mas sinceramente não sei se vou fazer. Acho que vou esperar ele completar 1 ano e oito meses pelo menos.. Estamos tratando ele com prednisona, mais um diurético. Ele parou de mancar, mas fazem uns dias que quando ele caminha, não sei se é o joelho ou outra articulação, fica estalando, começou com uns estalidos baixinhos, agora são mais altos. Ele não parece sentir dor,pois corre, fica de pé apoiado no muro, mas dá uma agonia ouvir este barulho. O veterinário disse que como não há mais inflamação, pode ser a causa dos estalidos. Quer aguardar a radiografia da displasia e pediu para que solicitássemos ao veterinário que for fazer a radiografia fazer o teste de gaveta e talvez, radiografar novamente o joelho, para identificar se houve alguma ruptura de ligamento. Desculpe, sinceramente, estou muito desanimada.. Tudo é muito demorado e, muito “achometro” para meu gosto. Desculpe mesmo pelo desabafo e obrigado por ter tentado me ajudar.
Silvana



synararillo
em

Ola Silvana! Pois é..me sinto tão impotente em ir além do que fui…mas por internet só posso ajudando-os a irem questionando os Veterinários que atendem os bichos de vcs. Da onde tu és?? Quem sabe eu connheça alguém que possa te indicar que seja perto de onde tu moras…Fica a teu critério dizer-me. Ok?? De qualquer forma o fato dele não ter mais dor já é motivo de “comemorar”, não é mesmo??
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



silvana caregnato
em

Oi, Dra. Synara

Estava comentando com minhas colegas de trabalho como a senhora deve ser querida, pois nos responde sempre prontamente. Minha cidade é Caxias do Sul, estamos até bem próximas, não é.
Obrigado pela sua atenção.

Silvana



synararillo
em

Ola Silvana! Bah, realmente mesmo sendo uma cidade perto de Porto Alegre, não conheço ninguém da minha área. Apenas, me surpreende ouvir mais uma vez, já que uma outra pessoa ( que foi minha cliente aqui em Poa – mudou-se para tua cidade) também disse a mesma coisa, que os colegas ai só “chutam” e nada resolvem. Mas depois dessa situação de “estalo” e sem dor. É LUXAÇÃO DE PATELA!!! ( joelho) Te liga ai. No RX não vai aparecer se a patela não estiver deslocada na hora. Pois ela volta e sai conforme o movimento que o cão faz. Só com exame clinico, onde a gente tira e coloca ela da articulação com certa facilidade. Tem que operar!!!! Mas não é uma urgência. Agora, depois disso tudo, quase não tenho mais dúvidas!
Sei lá se sou querida…(risos) mas gosto de ajudar as pessoas, e os bichos junto.Valeu, sempre pelos teus retornos! Para mim isso é importante também, já que as orientações que dou à vocês me causam curiosidade em saber se pude ajudá-los e fica uma “feed-back” legal.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



silvana caregnato
em

Dra. Synara

Vou tentar investigar sobre ser luxação de patela. Em todo caso, qualquer progresso que tiver vou lhe informar. Felizmente, o Simba não está mais mancando e fazem dois dias que os estalos cessaram. Amanhã acaba a medicação que ele está tomando, tenho medo que passando o efeito do remédio ele volte a mancar. Por enquanto voltou a ser “ativo, esperto e brincalhão”. Enfim, vou mantendo a senhora informada dos progressos que vier a conseguir. Muito obrigado mesmo pela sua atenção.
Um grande abraço,
Silvana.



silvana caregnato
em

Boa tarde. Dra. Synara

Numa nova tentativa de descobrir o que o Simba tem, agendamos com um veterinário de Porto Alegre, especialista em ortopedia, que veio até aqui para atender outros pacientes, por intermédio de uma clínica veterinária. Acabaram de me ligar que o Simba já está acordando da sedação. Estou muito triste, pois este veterinário, após a sedação, examinou-o e disse ser ruptura de ligamento cruzado nos dois joelhos. Desculpe, mas minha dúvida continua, sei lá… Ele melhorou 100% da perna esquerda (depois de 4 meses), o problema agora é na direita, sendo que houve uma melhora significativa ( já está vencendo os 4 meses também), caminha “sentindo” a perna direita, mas corre, faz força, força os membros traseiros, fica de pé no muro, jogando todo o peso do corpo nas pernas traseiras. Na verdade, quando pedimos um especialista, queríamos que se esgotasse todas as possibilidades, por isso pedimos para realizar novamente a radiografia de displasia, joelho, exame de sangue, etc. já que iriam sedá-lo, mas o veterinário disse não ser displasia, mas se ele não fez a radiografia? Para alguns veterinários é suspeita de displasia, para outros, impossível ser ruptura de ligamento, pois fizeram o exame de gaveta no dia que ele começou a mancar. Desculpe, estou muito triste e desanimada, talvez o veterinário esteja certo, mas, sinceramente desanimei. Operar o Simba? Como se não consigo ter uma certeza e até que ponto operar é o melhor remédio. Desculpe, novamente, pelo desabafo, mas estou muito triste. Sinto-me bem em lhe contar o que estamos fazendo. Obrigado pela sua atenção.
silvana



synararillo
em

Ola Silvana! Por algumas particularidades que precisei comentar contigo sobre essa situação toda te respondi direto no teu e-mail.
Synara Rillo
Médica Veterinária



silvana caregnato
em

Dra Synara

Recebi seu e-mail a alguns dias, lhe respondi sobre algumas considerações que estamos pensando em fazer, mas não tenho certeza se a senhora recebeu. Talvez tenha me enviado outro e-mail dia 29.06?
Se foi nesta data eu não recebi.
obrigado

silvana



susana grott oliveira
em

olá, dra.
Ursa, minha rotwailer, fez uma cirurgia p/ retirada de uma piometra. o caso é que após a cirurgia, ela apresenta dores musculares muito intensas o que fa com que ela ñ saia de sua casinha,Ursa tem 5 anos é muito carinhosa e muito bem cuidada, a veterinaria receitou cloridrato de tramadol um comprimido de 6 em 6 hs,e uma capsula de combirom 1x dia, minha preocupaçao é que vejo o quanto ursa sofre, pois hoje faz 15 dias de tratamento e ela ainda geme muito de dor, o que faz com que ela só saia de sua casa para comer uma vez no dia. Os exames que Ursa fez deram negatvos p/ doença do carrapato e infecçao, e sua imunidade estaria muito baixa. estou aguardando sua melhora mas sofro muito por ver ela com dor,
A veterinária que atende ela nos informou que ela poderia estar fazendo uma cinomose e que teriamos que aguardar que Ursa reaja ao medicamento. Por favor gostaria que vc me ajude .



susana grott oliveira
em

Dr. SYnara tenho boas noticias, Ursa reagiu e já esta caminhando , fiquei muito feliz em ver ela latindo e correndo pelo pátio. Ela continua com a medicaçao dada pela veterinária, 90% ela já está boa. bjs e mesmo assim muito obrigada.



silvana caregnato
em

Oi, dra. Synara

Escrevo para lhe dizer que meu Simba está bem. Está caminhando bem, corre, brinca, salta, enfim parece tudo normal. O último veterinário que o examinou disse que ele rompeu os ligamentos dos dois joelhos. Decidimos não operá-lo, pois não tinha confiança que seria o melhor para ele, enfim, o veterinário nos disse que talvez ele não tivesse rompido totalmente os ligamentos, como o organismo se encarrega de providenciar a cicatrização, ele estaria provisóriamente bem, mas com o passar do tempo desenvolverá artrite, artrose, pode romper totalmente e sei lá mais o que. Enfim, para nós que já passamos por tantos diagnósticos, vamos esperar. Ele está bem, passeia normalmente, está ativo e feliz. Às vezes da medo em imaginar que ele vai desenvolver tanta coisa ruim, e que pode prejudicar sua qualidade de vida, mas estamos atentos. Ninguém me garante que a operação imunize ele de desenvolver artrite ou artrose, enfim, conto com sua ajuda e experiência quando precisar de conselhos. Obrigado mesmo.
Silvana



Claudia
em

Olá… realmente dra.. a sra faz juz ao seu diploma… parabéns, uma compet~encia incrível…
Meu caozinho tem 1 ano e 3 meses.. começou arcar a coluna e travar as patas, foi descartado cinomose, e por 3 veterinários da minha cidade(Ibitinga SP) nenhum conseguiu diagnosticar nada, ele treme de dor, daí levei a um outro que passou “Aziun”, e disse ser um problema na coluna..
Estou muito preocupada e com muita dó do meu Bob… ele é como se fosse meu filhinho… um poodle toy de apenas 1.800kg…
estou atenta sempre so seu blog, pra ver se encontro alguma solução pro meu beb~e…
desde já obrigada por existir e se dedicar tão amplamente em sua área…
cuidar e curar nossos anjinhos de 4 patas …
um forte abraço.



Claudia
em

Ahh esqueci de comntar, os primeiros sintomas foram de um dia pro outro, no domingo repassado estava brincando e alerta, na segunda-feira(repassada) apático, e com 3 convulsões…
as convulsões não deram mais (está tomando 2 gotas de gardenal a cada 12 hrs) e hoje ele até que levandtou deu uma voltinha na casa, mas volta e deita no cantinho…
ele está tomando Aziun e o vet me receitou tb meloxican de 12 em 12 comprimido de 7,5 me cortado em 8 partes… por favor me ajude…



Claudia
em

ele não deixa pega-lo no colo… parece que a dor é no torax… mas ele pra andar anda cruzando as perninhas traseiras… e quando vai fazer xixi ele relaxa tanto que escorrega as patinhas.. está comendo bem, ele come ração super premium e com as fezes durinhas, o xixi está meio amarelo ouro… do mais o que me preocupa mesmo é a dor que ele sente…
tadinho do meu pululucooo….
se puder me responder Dra, vou ficar mais aliviada.
um beijo no seu ?.



Claudia
em

CORAÇÃO…



Synara
em

Ola Silvana! Li seus e-mails, sim, faltou-me tempo para te responder. Penso que talvez o melhor seja isso, deixar ele como está e não operar ligamentos. Dêem mais tempo para ver se voltam as dores e os sintomas associados.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Susana! Pois veja só! Que bom que a Ursa se recuperou! Nesses quadros de piometra em casos de média a alta gravidade da infecção uterina, podemos ter sintomas articulares, possivelmente caso da Ursa. Assim como pode apresentar células de defesas baixas no estágio avançado. Depois que opera-se associa-se ainda as dores e desconfortos pós operatório; com isso mais estresse e mais possibilidade de poucas células de defesa no organismo. Cinomose , não! Sorte com a Ursa!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Claudia! Solicta um RX de coluna!! Poderão ver que tipo de lesão há! Cuidado com azium, ai, hem?? Não fica dando muito que vai “detonar” teu cão! E outra: dá luftal – 15 gotas de 8/8 horas durante 5 dias para ele e compra em farmacia humana óleo mineral ( nujol) e adiministra pela boca 3 ml desse óleo 1 x ao dia por 2 dias. Depois avalia melhor como ele está para tratar a coluna dele, se for o caso. OK?? Mais que isso me limito.
Abraço.
Synara Rillo



Elizabete
em

Dra. Synara, boa tarde.

Estive lendo sobre o Tinga e percebi que a sra. poderia me ajudar, indicando – ao menos -o caminho que devo seguir. Tenho um poodle macho (Nino) de 11 anos, que vem apresentando claudicação na pata dianteira direita. Ele fica a maior parte do tempo deitado e, quando levanta, manca a ponto de não colocar a referida pata no chão; contudo, o estranho é que, de repente, ele começa a andar normalmente, sem sinais de dor e sem claudicância. Fico confusa, pois ele não geme de dor, simplesmente manca.
Ele está sendo tratado com Previcox, pois em julho teve uma crise muito séria de dor aguda na região dos quadris e não respondeu a outros antiinflamatórios (com exceção da cortisona e, posteriormente, do Previcox).
Sinto que me falta um diagnóstico preciso. Corro para lá e para cá com ele, raios X, medicamentos, acupuntura… enfim, muita ação e pouca efetividade, pois um veterinário fala que ele tem “bico de papagaio”, outro diz que ele tem estreitamento no espaço vertebral, outro diz que ele tem “manha”…
Bem, a rotina dele até a crise de julho era caminhar comigo 2 kms de manhã e 2kms à noite. Durante o dia, ele, infelizmente, fica sozinho em meu apto, pois eu tenho que trabalhar e não tenho ninguém para cuidar dele (exceto eu).
Tenho fé de que eu possa obter um diagnóstico preciso e, por isto, peço sua ajuda. Moro em São Paulo e estou muito deprimida por ver o sofrimento dele, minha disposição e vontade de proporcionar-lhe um tratamento correto e nunca ter encontrado ou encontrar um profissional que realmente nos ajude.
Peço-lhe desculpas por lhe escrever sem nos conhecermos, mas sinto que a sra tem competência para me indicar um camiho. Eu gostaria de saber – ao menos – onde eu poderia começar uma investigação, para chegar a um diagnóstico.
Agradeço imensamento sua atenção e aguardo um retorno.
Um abraço,
Elizabete
esampaio@e-pharma.com.br



synara
em

Ola Elisabete! Olha, eu penso que teu cão deve ter dores ostéo-articulares, sim. Essa raça, na velhice deles, inúmeros problemas de coluna, de artrose e degenerações articulares são passiveis de acontecer. Eu penso que ele deve ter lesão de espindilose na coluna ( calcificação de discos intervertebrais) em vários pontos – talvez lombar e cervical, pelos sintomas de dor forte na região do quadril e hoje com esses sintomas de claudicação na pata dianteira, penso em lesão de cervical, tb. Como ele era acostumado a andar muito com você (2 km) todos os dias deve ter desenvolvido uma boa musculatura em 11 anos de vida e isso faz com ele esteja suportando bem as dores, até.
Nossa, é tão simples identificar lesões radiológicas na coluna ( basta pedir uma posição ventro dorsal e lateral da mesma que vamos ter condições de saber qual a lesão que predomina, ou seja, apenas estreitamento do espaço dos discos, se prolapso do disco ( hérnia)ou se estamos frente a espondiloses.
Realmente, não estão te esclarecendo o suficiente sobre os exames, cada um diz uma coisa e cada um receita outra. Quando estamos frente a quadros de lesões de coluna nos animais, é bem simples tratar, não adianta querermos maiores exames, temos que levar em conta a idade do cão, veja bem, teu cão é VELHO para um cão! Natural que surjam as dores, as degenerações ósseas, etc. O que temos que fazer é não deixá-los sentindo dor e tentar tratarmos a longo prazo eles, e não colocando e retirando medicações, assim. Quanto a acunpultura é válida como redutor da dor, mas é um complemento apenas, e há niveis de dor e de reações inflamatórias que somente a acunpultura não vai adiantar.
Vou tentar uma prescrição baseada nos teus dados de que já há RX!! Veja bem! Compre rimadyl em farmácia veterinária ( conforme peso dele) e dê um comprimido a cada 24 horas por 15 dias – cuidando para ver se não vai haver lesão gastrointestinal que esses medicamentos podem precipitar). Repouso relativo, deixe que parta dele a vontade de caminhar, locomover; os animais se auto impõe o repouso se recolhendo. Sem caminhadas com você!!Pelo menos longas assim e espere uns 15 dias para ver se ele aceita caminhar um pouco em pequenas distâncias; entre como o medicamento osteocart ( laboratório laybes) também da linha veterinária dando um comprimido por dia no minimo durante 6 MESES, pois é uma “regenarador” articular e lubrifica as discos intervertebrais a longo prazo. Não adianta usar por pouco tempo, presta atenção! Com o decorrer dos meses, 30 à 60 dias ele passa a deixar de ter crises mais agudas de dor apenas usando esse medicamento, não precisando lançar maõs dos anti-inflamatórios mais padrões. Evita agora o uso de corticóides! Acho que é por ai. Mais que isso, não posso, já ” me atrevi” demais em te orientar sem ver o paciente. Mas frente essa “confusão de tratamentos” , me senti estimulada a te ajudar. Boa sorte.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



ricardo lazoski
em

Prezados Drs.
Procurei na internet algum artigo que pudesse nos ajudar com um problema (acredito inicial ) de coluna com nossa mestiça dachshund femea de 7 anos e encontrei o relato da dra.Synara e gostaria de também expressar minha preocupação com a falta de comprometimento dos profissionais com a dor (infelizmente não só os profissionais ) mas isto é outro assunto. PARABÉNS PELA HUMANIDADE DO TRATO COM ANIMAIS



pricila
em

oi meu nome epricila tenho um yorkie shire de um ano ,,e eu nao sei o que ele temq de vez enquanto acorda com uma dor da pata esquerda e mancando e as vezes ele ate geme de dor eu gostaria de saber o q eu devo fazer….



synara
em

Ola Ricardo! Muito obrigada!
Abraço fraterno!
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Priscila! Tens que procuar um Veterinário e tentar avaliar isso.Se for pata posterior pode ser luxação de patela.OK?
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Vagner
em

Cara dra.Synara, tenho um yorkie com um ano de idade, ele ja ha uns 3 meses manca da pata trazeira esquerda.Moro ja levei em três veterinários, dois não me deram um diagnóstico definitivo, ou melhor, nenhum diagnóstico. o terceiro disse tratar-se de patela solta, apesar de não ter feito radiografias. Sugeriu cirurgia e que a recuperação é doloroza e sem garantias de resolver o problema. Gostaria de sua opinaião. Como vou expor meu bichinho a essa situação? Não ha alternativas? O que posso fazer. Obrigado.
Vagner



gleici
em

muito obrigado me ajudou muito pois onde eu moro não tenho profissionais experiente na area minha cachorrinha esta sentindo muita dor mas agora vou tentar diagnostica pelo seus ensinamentos prestanto mais atenção nela obrigado mesmo.



synara
em

Ola Vagner! Eu aposto em luxação partelar, sim. E o diagnóstico não precisa ser radiólogico, na mão o Veterinário pode ver se esta luxado. Opera! Que fica tudo na boa! Cirugia de bonissima e rápida recuperação. Cura e não trás complicações. O RX é bom para ver se há desvio da crista tibial pois ai pode quererer uma fixação com pino junto a recolocação da patela no lugar de origem e fixação com fio de nylon como se faz. Mas procura para fazer a cirurgia quem entende BEM de cirurgia ossea- articular, senão terminam com a pata do teu cão, sim! Te liga!
Mais que isso me limito.
Abraço,
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Gleice! Obrigada. Isso é estimulo! Ler e aprender a tirar suas proprias conclusões,sem muito pavor, nos faz chegar nio caminho certo. Com os bichos, te garanto, é assim que tem ser. Observá-los e não sair medicando e enfiando tubos e aparelhos…tudo a seu tempo.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Sandra Probst Bogus
em

Boa noite Dra.Synara!
Tenho uma cachorrinha dashund (Cacau) de 6 anos, que fez cirurgia de coluna no dia 21.01, e ainda encontra-se paralisada(patas traseiras), sendo que está fazendo acupuntura,fisio e tratamento homeopático.
Gostaria de saber se o que estou fazendo está correto, pois tem dias que eu me desespero e desanimo, e também qual medicamento de ponta indicaria, tal como
Previcox e Ketofen, conforme pesquisei na internet através de depoimentos semelhantes ao caso da Cacau.
Por favor me dê uma luz, apesar dela estar nas mãos de ótimos profissionais de Curitiba,
mas porque não ouvir outro profissional capacitado como é o seu caso.
Agradeço muito a sua orientação e que Deus ilumine as suas mãos, para que todos os seus pacientes voltem a ser felizes e saudáveis!



Neusa Uwai
em

Olá!.
Moro no Japão, tenho muita dificuldade de comunicação com relação a parte médica com o médico do meu gato.
O meu gato nasceu em 20/08/2005, ele teve uma gripe muito forte, com febre e seguido de conjuntivite por quase 1 mês e meio. Levei ao veterinário e foi medicado. Mas, percebi que ele repuxava a patina e tremia e acabava ficando deitado.
Passado os meses, notei que ele fica com as patas para cima tremendo e dá umas repuxadas na parte direita. Ele brinca, corre e come bem, mas essas tremidas me assusta.
O médico fez o exame de sangue onde poderia constar 5 tipos de doenças como coração, diabete, Pif e mais 3 que eu não entendi e nada foi constatado.
Voltando para a casa, continua a tremer e ficar com as patas pra cima, lambe muito o corpo, um dia percebi que ele mancava da pata frontal.
Passo a mão com corpo ele fica nervoso, principalmente na barriga, o que pode ser ?.
Eu preciso de ajuda, se puder me responder via email eu agradeço de coração, pois em agosto iremos para o Brasil.
hicobaby@hotmail.com



daniele
em

oi! dra, gostaria que vc me ajudasse pois onde moro não tem veterinario. meu cachorro é um podlle toy e fazem três dias que só se arrasta esta sem se movimentar a parte de tras o que posso fazer. levei a um vetrinario e ele acha que foi pancada mas não tem certeza.



synara
em

Ola Sandra! Eu particularmente evito ao máximo cirurgias de coluna em animais. Fizeram mielografia medular antes?? Isso é importante. Não sei quem é o Veterinário que a operou, mas ele deve ter te dito das possiblidades de paralisia irreversivel – em alguns caso pós-cirugia. Aqui em Porto Alegre ouço relatos de clientes de que alguns profissionais que querem operar a coluna dizem: “Mas não garanto”!! Isso não é uma forma ética de se posicionar, penso que deviam ser mais claros e explicar melhor o grande risco que envolve essa cirurgia. Volte a conversar com ele. Ele é quem possui maiores condições de te dizer algo sobre prognóstico, fazendo um bom exame neurológico de sensibilidade à dor, etc, etc. Só para te relatar um caso que ocorreu comigo: Um outro estabelecimento Clinico daqui de Porto Alegre, sugeriu ( e não garantiu!)cirurgia de coluna para uma cachorra da raça dacshund com a mesma idade que a tua. Me indicaram e vieram pedir minha opinião. Examinei a paciente, solicitei outro RX pois o primeiro não era muito esclarecedor e acusou espondilose cervical. Hoje essa paciente com o devido tratamento está caminhando e em perfeita condições de saúde, sem dor. Evidente que é uma situação crônica, mas dá para mantermos a Dot com qualidade de vida, como de fato está. OK? Mas veja bem estou opinando baseada apenas no teu relato.
Abraço e boa sorte.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Hico! Dificil saber sem examinar teu gato. Será que não ficou com alguma lesão neurológica periférica se por ventura fizeram aplicações de medicações por via intra muscular?? Mais que isso me limito.
Abraço Fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



sandy
em

Olá Boa Tarde!
Há duas semanas ganhei um shar pei de um colega, o nome do cão é joão, ele está completando tres meses no proximo dia 15. O problema é que o João foi atropelado pelo criador (o colega q me deu ele) e acontece que ao tirar radiografia não tem nenhum osso quebrado na verdade rompeu o tervo e ele perdeu a atividade neural na ponta da pata. twm solução?? estamos fazendo um tratamento a base de corticoide neli mas não senti muita firmeza do vetrinario
grata pela atenção



synara
em

Ola Sandy! Dificil para mim te dizer algo. Poucos dados.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Sandra Probst Bogus
em

Dra.Synara, já relatei todo o problema da minha daschund (Cacau) através de e-mail enviado no mes de fev/09 para a senhora, e já se passaram 65 dias que ela fez cirurgia de coluna aqui em Curitiba, e apesar de estar fazendo todos os tratamentos sugeridos, tais como fisio, acupuntura e homeopatia, não houve progresso no seu quadro, agora o profissional que a operou está solicitando uma ressonância magnética, para dar o veredito final sobre o seu quadro, mas eu estou indecisa, já que estou me sentindo enganada e lesada pela clínica, tanto que as terapias eram feitas todas lá, mas além de gerar um estresse para a Cacau na hora de levá-la, eu estava me desgastando demais, tanto que a fisio e a acupuntura, a partir da semana que vem, as sessões serão feitas na minha casa, não aqueles profissionais da clínica, que só estavam visando o lado financeiro, mas sim com outros dois que tive as melhores referências e que pagarei os mesmos valores que estava pagando.
Quanto a homeopatia, decidi parar, ao menos com aquela veterinária, por achá-la fraca e despreparada para atender cães que sofreram cirurgia de coluna.
Por favor me oriente de como proceder, pois o tratamento da Cacau já está com custo altíssimo e sem ver uma luz no fim do túnel, inclusive há necessidade de uma ressonância neste momento? Já foi feito raio-x e tomografia e mesmo assim não conseguiram visualizar o problema?
Socorro, pois estou desesperançada!!!!
Boa noite e um abraço,
Sandra Probst Bogus



synara
em

Ola Sandra! Não recordo se te respondi, mas lembro que li teu relato em fevereiro, sim. Se pedes minha opinião, eu não faria ressonância, por que não vão achar nada de alterado!! Veja bem, eu percebo muitos colegas – até mesmo aqui em Porto Aegre – que não sabem nem difrenciar o que é um quadro de paresia de paralisia transitória por dano inflamtório intenso de canal medular. Principalmente nessa raça. Fico impressionada como não conseguem fazer exames fisicos neurológicos, simples, onde nos diz muito sobre a extensão dos danos e a reversão ou irreversão dos quadros de dano de coluna. Aprenderam(??) a técnica de descompressão de disco intervertebral e agora querem fazer “experimentos” nos cães de vocês. Aqui em Porto Alegre, ouço muito relatos de clientes que por um motivo ou outro chegaram até a mim por esses problemas de colunas em seus cães, me relatando que o Dr. fulano de tal que é especialista(???) em cirurgia de coluna queria operar o cão, mas que nada garantia ( veja os absurdos) e cobrava muiiito caro. Esses pacientes quando vem até mim eu não opero, examino bem, tiro dor, explico bem os cuidados que os donos devem ter e todos na minha casuistica vivem lépidos e faceiros!! Meus clientes, donos desses caes portadores de dano de coluna podem atestar isso. Acontece que estão fazendo da Medicina Veterinária algo igual a humana!! E bicho é diferente!! Cirurgia de coluna em animais é recente!! Me admiro de quem se arrisca a fazer ainda!! Tem que fazer mileografia antes, e muitos nem isso sabem interpretar, mas como adoram operar!! E a clinica neurológica onde fica?? Que é simples, barata e bom indicativo dos danos??
Sinceramente, acho que te “tornaram refem” desse mundo pet…que só quer ganhar!! Opinando bem de longe e apenas no relato: ” ralaram com tua cachorra”!! Agora é aceitar e tentar achar meios de ela conviver com a paralisia que pode ter ocorrido por dano cirugico – ou não. Me repito, opino exclusivamene baseada nos relatos de vocês e óbvio na minha experiência e humildade frente aos bichos e aos bolsos dos donos!! Sinto muito por ti e por teu bicho. Trás esses profissionais para a responsabilidade de seus atos!! Eles têm que assumirem os riscos todos que correram, indicando e fazendo essa cirurgia, junto com você. A não ser que te fizeram assinar papéis onde tu autorizas e sabes dos “riscos”. Muitos fazem isso…estão certos em agirem assim?? Talvez..cada caso é um caso. Eu tenho minha parceria de confiança com minha clientela, aqui ninguem assina papel mas também não me meto a “facão sem cabo” como diz esse ditado nosso aqui do Sul. Se sei o que o bicho tem digo, se não sei também digo, mas vou correr atras para buscar esse não saber. ÉTICA, essa palavra precisa ser colocada urgentemente na clinica médica de pequenos animais!! Por que eu só vejo lucro farto e animais sem resultados. Está ai meu site como testemunha através de inúmeros depoimeitos, não só teu. Sinto muito por tudo que gastaste, pela tua cachorra, que Deus abençoe vocês duas!!
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



NAYARA
em

DR.SYNARA.
TENHO UM POODLE DE 5 ANOS CHAMADO BINGO.
NUM DOMINGO DE MARÇO,DE MANHÃ ESCUTAMOS UM CHORO DO BINGO MAIS PARECIDO COM UM GRITO,QUANDO FUI VER ELE ESTAVA DEITADO E O CHAMEI,MAS ELE NÃO CONSEGUIA LEVANTAR.DEPOIS DE ALGUNS MINUTOS ACALMANDO ELE,TENTOU ANDAR DAI VIMOS QUE ELE NÃO CONSEGUIA COLOCAR A PATINHA ESQUERDA NO CHÃO E CHORAVA BAIXINHO.
O VETERINÁRIO RECEITOU DEXAMETASONA,E APLICAMOS DUAS VEZES NELE.ELE PRESENTOU UMA MELHORA NA DOR,MAS ESTOU PERCEBENDO QUE SUA PATA FICOU FRACA.SEMPRE QUE TENTA FICAR EM PÉ NA MINHA PERNA NÃO CONSEGUE,AINDA MANCA UM POUQUINHO,TEM DIFICULDADES DE SUBIR NA CAMA.NÃO O LEVEI PARA O VETERINARIO EXAMINA-LO.O QUE SERÁ QUE PODE SER!MÊ DÊ UMA RESPOSTA,POIS NÃO AGUENTO VER A CARINHA DELE DE TRISTE QUANDO NÃO CONSEGUE FAZER FESTA EMPEZINHO PRA PEDIR COMIDA!!!!
OBRIGADA!



Tania
em

Synara. Tenho um poodle toy de 13 anos e 3,800 kg chamado Bob. De uns 3 meses pra cá ele vem apresentando episódios de dor pois chora de repente às vezes quando está deitado ou quando está de pé comendo ou quando tiramos a coleira ou quando o pegamos no colo. Nesses momentos ele quer ficar quieto no canto dele não querendo a companhia de ninguém e apesar das dores ele anda, pula, corre. O problema é que ainda não conseguimos identificar o lugar exato da dor. Após a crise, ele volta a pular, a correr e a brincar. Já levei ao veterinário, fizemos vários exames (ecografia abdominal, rx da coluna e exames de sangue)onde não foi detectado nada de anormal. No exame clínico, o veterinário fez alguns testes como dobrar a cabeça do Bob para trás, para frente e para os lados e ele não manifestou sinal de dor. Qdo apalpou o abdomen, o Bob sentiu dor e o médico disse que ele tinha “neurite” e por isso, ele tomou 3 injeções durante 3 dias seguidos de antinflamatório e mais uma caixa de Previcox (1/2 compr. ao dia) mas mesmo assim, as dores não cederam. Tenho a impressão que a dor vem de repente, como se houvesse um pinçamento de algum nervo ou algo parecido. Parece que a dor é próxima a articulação do pescoço ou talvez, nas patas dianteiras pois qdo. o pegamos no colo, às vezes, ele grita de dor ou quando vestimos uma roupa e passamos a pata dianteira pela manga ou até mesmo qdo está de cabeça baixa comendo e como descrevi anteriormente até quando ele está quieto deitado.
Já não sei o que faço mais só sei que não gostaria que ele sofresse. O veterinário disse que poderia indicar um exame chamado de mielografia que exige sedação profunda e contraste mas devido a idade avançada do meu cão era preferível aguardar mais um pouco, ou seja, tentar outros medicamentos e/recursos.
Assim, se possível, gostaria de saber sua opinião sobre o assunto e orientação sobre o que fazer.
Obrigada por tudo e que Deus a abençoe sempre.
Tania



Sandra Probst Bogus
em

Dra.Synara boa noite!
Volto a falar da minha Cacau (uma daschund de 6 anos) que fez cirurgia de coluna no dia 21.01, sendo que nestes tres meses eu me doei inteiramente a ela, ficando inclusive estressada), mas confiante (sómente eu e minha filha), que a nossa pequena voltaria a andar, e é isto que está acontecendo, mesmo que lentamente, mas tenho certeza que em poucos meses estará totalmente recuperada, mas graças a minha assiduidade e perseverança quanto aos tratamentos complementares, tais como fisio e acupuntura, tendo um custo elevado estas sessões, ainda mais em domicílio, mas isso pra mim não conta, importando o bem estar dela e a nossa alegria em tê-la como companheira, saudável e feliz.
Estou relatando a história dela (e da minha também), pra que outras pessoas que tenham que enfrentar situações parecidas, não desanimem nunca, pois o que vale é o carinho e a doçura que estes animalzinhos nos oferecem.
Agradeço e um grande abraço!
Sandra



Caio Baptista
em

Boa tarde Dra. Synara Rillo, tudo bem?
Tenho um hot wailer de porte grande que está com suspeita de displasia coxo-femural, pois está mancando muito com as patas traseiras, e se movimentando pouco, chegando as vezes, ao ponto de se arrastar para se locomover. Gostaria de saber primeiro, o caso começou a poucos dias, qual é o tratamento que devo procurar agora no inicio para tentar evitar danos maiores? E segundo, se você tem alguma indicação boa de veterinário pra esses casos aqui em São Paulo?

Desde já, obrigado



synara
em

Ola Nayara! Penso em lesão de coluna cervical. Vale um Rx de C2 a T13 ( vertebras)
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Tânia! Tudo que me relatou indica dor por lesão de cervical. Será que pediram exame de RX desde a articulação atlanto-axial até T13?? É muito importante outras posições no RX tb, como lateral e deixaram o corpo bem posicionado, pois isso influencia bastante, ai eu penso que vale uma sedação, usem propofol, é seguro, e ele acorda logo e usem dose suficiente para bater o RX. Outra posição é a ventro dorsal no RX. Não é uma critica, pois não conheço o trabalho do colega, mas muitos não conseguem interpretar de forma correta as lesões. A mielografia pode ser válida quando há prolapso de disco intervertebral, mas o mesmo, se fosse o caso aparece no RX comum. A mielografia é sugerida quando se dedice por cirurgia, que a meu ver e experiencia com essa idade q tem teu cão não devia ser feita. E um breve pensar: Já descartaram possibilidade de gases?? Se, por ex, ele come muito dessas porcarias de osso de couro digerivel, tendem a fermetarem no estômago e quando formam esses gases, pode crer, doi, muito! Mas como relatas que ele “reclama” para ser vestido ( não entendo pq vestir bicho – mas isso é outro papo) não tenho como não pensar em dor de coluna cervical ou torácica. Quem sabe, faz esses RXs em outro local com um bom radiologista. Me repetindo não estou menosprezando o colega, pois nem o conheço, mas observo que muitas clinicas são bem equipadas com aparelhos e falta experiência para a interpretação correta. Eu procuro ter equipes especializadas que me assessoram nesse meios diagnósticos, embora todos esses anos de experiência e como sou por demais de curiosa, aprendi a fazer interpretações de ecografias e RXs com certa segurança. Outro exames que sugiro são das enzimas hepáticas. OK? Boa sorte ai!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Sandra! Bom saber de tudo isso! Boa sorte!
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Caio! Tem que ser feito logo um RX de coxo femural para ver a extensão do dano. Em São Paulo não conheço ninguém em particular. Mas o HV da USP é tudo de bom.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



NAYARA
em

ola Dr Synara!volto a escrever para agradecer pela resposta.Por enquanto não foi preciso fazer esses RX no BINGO,pois um veterinário,que o examinou disse que poderia ser distensão,e receitou dexa-citoneurin,e ele vem apresentando melhoras,já esta correndo,e brincando.Obrigada denovo,e um atrasado FELIZ ANIVERSÀRIO!!!

NAYARA.



synara
em

Ola Nayara! Que boa noticia, viu? vocês donos de cães tem que ter mais calma quando eles “adoecem”. Bicho é bicho!! São forte os animais; se as pessoas soubesse disso, não teria tanto Veterinário de cães e gatos ganhando dinheiro como ganham aos dias de hoje. Eu não entendo muito…como meus bichos e meus pacientes se recuperam rapido, quase não adoecem seriamente, quando têm algo mais simples não fico “entupindo” eles de exames e de medicamentos. Será a ansiedade de vocês donos que não entendem muito de como agem e reagem os cães e gatos frente a algum dano fisico?? Penso que sim. Eu trabalho mais com os sentimentos dos meus clientes do que com as dores dos meus pacientes. Um pensar para você, Ok? Muito obrigada pelas felicitações!! Está no orkut, né? O “povo” descobre!! ( risos).
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Vterinária



Tania
em

Olá dra. Synara !Primeiro gostaria de agradecer sua atenção. Em segundo lugar, gostaria de informar o resultado da radiografia que o Bob fez (foi sedado).
“Radiografias em projeções látero-lateral (decúbito lateral direito) demonstram:
- diminuição em diferentes graus dos espaços invertebrais em C5-6, C6-7 e C7-T1;
- imagem radiográfica compatível com fusão vertebral em C5-6, C6-7 e C7-T1;
- esclerose das faces articulares dos corpos vertebrais em diferentes graus entre C5-6, C6-7 e C7-T1 – Osteofitos laterais;
- imagem radiográfica compatível com alteração morfológica do processo articular do corpo vertebral de C5-6, C6-7 e C7-T1 – Discoepondilite ? Artrose ? Osteomielite ?
- campos pulmonares dentro dos limites do gradio costal (animal senil);
- aumento global da silhueta cardíaca na projeção em questão;
- desvio dorsal do trajeto traqueal;
- imagem radiográfica que sugere silhueta hepática ultrapassando os limites do gradio costal;
- conteúdo gasoso dilatando cavidade gástrica e parcialmente segmentos de alças intestinais.
Obs: Sugere-se controle radiográfico”

Mediante este laudo apresentado acima, o veterinário me disse que o caso dele era grave que ele deveria como prevenção, movimentar-se o mínimo possível, que ele poderia precisar de cirurgia e nos encaminhou a um cirurgião ortopédico (me parece que onde moro só existem dois nesta especialidade). Levei meu cão até o cirurgião que após examiná-lo clinicamente, indicou a mielografia para saber sobre a necessidade de cirurgia. A consulta com o cirurgião já tem 15 dias mais ou menos e ainda estou indecisa e temerosa sobre fazer a mielografia devido a idade do Bob e aos problemas de saúde que ele tem. O exame de sangue dele foi interpretado: “Anemia normocítica normocrômica. Eosinofilia e monocitose absoluta e relativa. Neutropenia relativa leve”
Atualmente ele toma 7 medicamentos, (fígado, anemia) e já tomou o citoneurim para dor mas como tem problemas hepáticos este só pode ser dado por 15 dias.
Quem não sabe do caso nem desconfia que ele tem estes problemas todos pq ele anda normalmente, se sacode, brinca e às vezes anda tão rápido que chega até ser como uma corridinha. O que não faz de jeito algum é abaixar a cabeça para comer algo que caiu no chão e por isso, para seu conforto, todas as vasilhas dele encontram-se fora do chão, na altura da boca.
Tem 3 semanas estou tratando com acupuntura (1 x na semana) e mosh combustão e ele está mais disposto mas continua sentindo dor.
Se fizer a mielografia e for indicado a cirurgia não sei o que faço.
Abraços e mais uma vez agradeço sua resposta.
Tania



synara
em

Ola Tania! Minha opinião sobre os resultados: Não faça mielografia! Não opere o Bob! Pelo que descreves no laudo ele tem espondilose ( não creio em osteomielite, nem em discoespondilite)que seria o “colabamento” dessas vertebras e junto há presença de osteófitos ( quase que uma “calcificação”) Quanto aos outros dados, bem compativel encontrar tais alterações pela idade dele ( aumento do coração e do figado – pode ter uma Insf. Cardiaca do lado direito ontem afeta o sistema hepático fazendo com haja “congestão hepática”. Gases pode ser por vários fatores, alimentação e petiscos ( os quais já citei)e pela propria “velhice” onde ele tem baixa motilidade intestinal , além de todo um comprometimento hepático que parece haver. A traqueia com desvio é compativel com aumento das camaras cardiacas. Nada de maior. Não acho que ele deva tomar tantos medicamentos ( embora não sei o que toma); os bichos têm capacidades de recuperação que surpreende quem não os conhece em essência. Acho que vale um corticóide que não seja metabolizado via hepatica para ele viver com a menor dor possivel em face dessa calcificação e possivel pinçamento de algum nervo que irriga os membros anteriores. Um Luftal para combater esses gases, diariamente, e muita paciência de vocês nessa velhice que ele passa. Ah, penso que essa anemia já seja por inicio de uma Insf. Renal, talvez devam ficar atentos a isso. Um exame de urina para medir densidade urinária é bom parâmetro para saber se tem a Insuf.Renal compensada. Cirurgia de coluna, loucura, se algum colega decidir fazer com a idade dele e pelo laudo que me passaste. Mas veja bem, cada profissional uma “cabeça e uma sentença” , OK? Sorte para vocês!
Abraços.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Tânia! Esquecei de te colocar: Perfeito o uso da acunpultura! Soma de forma positiva ao quadro dele.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Tania
em

Dra. Synara gostaria de me desculpar pelo engano. Onde se lê citoneurin, é para ler meloxivet. Grata,
Tania



Tania
em

Poxa Dra. Synara, ainda bem que sua opinião coincide com a minha. Imagine que eu tenho medo até da mielografia imagine da cirurgia !!!!
Estamos atentos ao problema da urina.
Obrigada por tudo !
Abraços
Tania



Myrka
em

Boa Noite Dra Synara.

Acompanhando seus depoimentos acredito ter encontrado a pessoa que procurava para entregar a saúde de minha filha canina. Enviei um email “enorme” para seu email particular e aguardo ansiosamente uma resposta. Estou muito feliz e tenho fé em Deus de que agora começarei a trilhar por um caminho onde consiga talvez enxergar onde estou pisando. Um grande abraço e parabéns pelo interesse e presteza nas respostas das pessoas que lhe escrevem. Isto não me parece apenas competência, mas amor pelo que se faz. Parabéns. Isto é exatamente o que vinha procurando… Grande abraço e fique com Deus.



Wilson
em

Dra. Synara, que bom saber que existem pessoas especiais como você!
Tenho um pinscher ( Dolly) de 8 anos e acho que fiz uma besteira… dei por conta própria 0,25 mg de dexametasona por dia para ela por cerca de 25 dias seguidos. Fiz isso porque não suportava mais vê-la se coçar até se ferir e nada fazia parar. Com o decadron ela fica uma maravilha no começo mas depois ganha peso, urina muito, etc… Sei que devo parar mas não sei como agir. Existe alguma outra droga que não tenha efeitos colaterais tão fortes? Por favor me dê uma direção a seguir.
Agradeço muito!



SIMONE B. DE CASTRO
em

Dra Synara, boa noite!
Sou de BH, e buscando desesperadamente uma solução para o caso da minha cadela, me deparei com esse blog, e por isso vou te relatar o que aconteceu: minha cadela chamada uly, tem 12 anos, mas sempre foi muito saudável. Não era castrada, mas nunca cruzou. Dia 22/o8, teve que fazer uma cirurgia para retirada do útero.Voltou para casa no mesmo dia, mas no dia seguinte,os pontos se abriram, saiu alguma coisa que a veterinária me disse ser uma “proteção do intestino”, não me recordo o nome. Ela foi novamente sedada,e submetida a nova sutura.
Receitou Maxicam e Cefalexina 500mg, que depois falou para trocar para Duotril 150mg.
Acontece que minha cadela voltou comendo pouco. Bebe água normalmente, mas vomitou muito no começo, devido à cefaloxina. Os pontos estão ok, mas aconteceu dela não conseguir firmar as patas traseiras 6 dias depois da nova sutura…
Ela não tem febre, e uma outra veterinária que veio vê-la, apalpou sua barriga, e disse que ela não tem dor, mas pediu um novo ultrassom, e disse que ela pode estar fraca, pois quase não tem comido. É uma cadela grande, que está um pouco acima do peso.Ela sente as pernas, porque tanto eu como a veterinária tocamos.
Mas não tenho, até agora, uma definição, ou uma sugestão do que pode ser…
Estou muito chateada, por que ela estava andando!Por favor, me dê uma luz!
Aguardo ansiosamente.
Um grande abraço!



Daniel Stark
em

Synara, gostaria de lhe dar os parabéns pelo site. É sensacional. Sou recem formado e sei bem o que a famosa frase “Não sei o que está havendo com seu cão, ou gato, ou bovino, ou equino…” depois que a gente se forma tem muitoooo o que aprender. Não tenho vergonha nenhuma em dizer para as pessoas que não sei o que está havendo em casos mais complicados, mas deixo bem claro que estou sempre disposto a estudar e procurar uma resposta para o problema.
Parabens mais uma vez!!



Leda
em

Boa noite dra., temos uma cachorra da raça pastor com 7 meses de vida com 59cms,quando ela começou a ser vacinada e vermifugada, ela foi crescendo e começamos a notas a parte traseira muito mole andando como se estivesse com um jingado, comentei e insisti com o veterinário dela e o mesmo disse que seria devido ao crescimento e ao peso e que após os sete meses ele iria pedir um RX. Só que no dia 03/l0/09 á noite ela deu um gemido pequeno e percebi uma certa dificuldade de levanta-se e andar meia manca, como já era tarde da noite, liguei para o veterinário dela o qual de final de semana ela repassa as urgencias para uma outra clinica, consegui falar com o outro veterinário, ele me atendeu bem e expliquei o caso, ele receitou 02 Comprimidos de Azim 0,5mg naquela hora e mais 01 hoje dia 04/10/09 e disse-me para ficar sossegada que ela logo iria melhorar e foi dito e feito, mesmo depois do comprimido quase sem dor ela brincou com as outras duas que tenho correu, latiu e melhorou bem o quadro de dificuldade de andar, a dra. acha que devo continuar com o Azium, pois estou um tanto esperta com este veterinário o primeiro de quem relatei.
Na verdade a dra. poder estar rindo, mas se diploma viesse através de internet eu já teria o meu, pois tudo que eu desconfio em minhas cachorras primeiro consulto um bom site para discutir com o veterinário, depois que perdi uma cachorrinha de 8 anos com a doença do carrapato eu desacreditei em alguns veterinários, pois o quadro era grave e elas estavam fazendo um tratamento via remédio e na verdade ela precisava de uma transfusão de sangue e por isso que não acredito em um só veterinário. É muito doloroso vc ver o animal sofrer e não poder fazer nada a ponto dela morrer em meu colo e não quero que aconteça o mesmo com esta pastora. Me ajude em seus comentários. Agradeço.



simone
em

Minha cadela esta com o mesmo problema do tinga, so q remedios pra ela naum fazem mais efeito, enquanto ela esta tomando melhora, assim q para de tomar volta a sentir dor e mancar…
Agora ela fara acupuntura pra ver se melhora, vc sabe de algum caso q ja melhorou com acupuntura?.Adorei ler esta materia muito bom ter veterinarios como vc…obrigada



Andréia Côrtes Pereira
em

Boa tarde Dra. Synara,
Moro em Patrocínio-MG, o que, infelizmente, torna inviável uma consulta presencial com você. Então, vou relatar o meu lamento:
Tenho um pinscher macho de 6 anos.Há 2 meses percebi que ele estava tendo dificuldades em descer escadas, ficando, também, mais quieto, sem pular para pedir algo, mais triste e bem nervoso . A princípio pensei ser reflexo da perda recente de meu pai, que faleceu com câncer em agosto. Um dia o peguei no colo, o que fez com que desse um “gritinho”. Apavorei e o levei ao veterinário, aqui mesmo em minha pequena cidade. Ressalto a grande dificuldade em obter, pessoas estranhas, qualquer contato com ele; basta entrar num carro ou entrar no veterinário para que comece a tremer e se esconder em meu colo. Continuando, o veterinário fez uns exames superficiais e prescreveu Baytril 15mg por 7 dias e Ketofen por 4 dias. Uma semana após, voltei pedindo que fosse feito um rx, ele fez, ele próprio (aqui não se tem um profissional específico que faça certos exames), e também, exame de sangue e urina. Disse haver uma calcificação entre as vértebras…, bom, e receitou Predinisona 5mg por 8 dias e Complexo B por 30 dias. No dia seguinte me ligou dizendo que o Lucke estava com erliquiose, e prescreveu Doxiciclina por 8 dias. Como não havia melhora, lhe telefonei e me disse para dar Meticorten. Fui ficando apavorada e resolvi levá-la a Uberlândia-MG. Lá, o novo veterinário fez novos exames de sangue, urina e rx (agora com profissional específico). Sobre a esliquiose, havia tido pouca melhora; e acrescentou a existência de estreitamento cervical e lombar; prescrevendo Omeprazol 10mg por 30 dias (para a proteção do organismo devido ao grande uso de medicamento), Doxifin 50mg por 21 dias, Chophytol líquido por 20 dias e Cewin 500mg por 10 dias; aliado ao “desmame” do Meticorten por 16 dias, devido ao seu longo uso inadequado, mesmo que preciso recomeçar com ele de novo; e marcou o retorno para daí 20 dias (que será dia 10/11/09). Este veterinário disse que se reuniria com outros: um cirurgião e uma acumpunturista. Então Dra. Synara, gostaria saber o que consegue ver com esta descrição clínica à distância, porque o Lucke melhorou um pouco, mas continua bem quieto, com as mesmas dificuldades com as escadas, e também, dificuldades para se sentar e deitar. Dei, como o médico disse, 4 gotas de novalgina de 8 em 8h, por 3 dias, mas por dizerem que abaixa a pressão, não podendo ministrá-la com esta mesma dose, estou dando apenas 1 vez ao dia; mas vejo não ser suficiente. Quero entender o que o Lucke está sentindo, diante deste quadro; os cuidados que devo ter; as possibilidades de tratamento, até mesmo para discutir com o veterinário quando me der um diagnóstico final sobre o tratamento. E o que me diz deste tipo de cirurgia? Muito arriscada? Conveniente, ou há tratamentos alternativos? Me dê uma luz, por favor, porque ainda estou extremamente sensível e doída com a morte de meu pai, e apavorada com a possibilidade de perder um cachorrinho de estimação, que é a alegria de minha casa!!!
Desde já agradeço.
Atenciosamente,
Andréia



Synara
em

Ola Simone! Dificil uma posição clara sobre o caso da Uly, veja bem, pela idade de 12 anos dela, tudo – com maior ou menor cuidado que possamos ter, Veterinário e dono – pode ficar bem complicado. Pelo que relatas deve ter feito uma ruptura dos pontos internos (músculo e peritônio ) e com isso saiu pelo canal da abertura a estrutura que se chama “epiplon” que é uma “rede gordurosa” com funções especificas de proteção aos órgãos abdominais. Quando do fechamento dos pontos internos o cirurgião deve ficar atento em suturar com firmeza o peritônio ( uma fina membrana que recobre os orgãos internos) pois é a atenção dessa estrutura para que ela seja bem suturada que evitamos as chamadas eviscerações pós-cirúrgicas. Quanto a essa situação dela não estar caminhando é possivel por toda uma gama de complicações ( se o caso da cirurgia para retirada do utero tenha sido por piometra – infecção do útero -) que podem advir dai. Entre elas: danos renais, hepáticos, cardiacos, gastroentéricos, tendo suas causas basicamente pela presença da bactéria escherichia coli que é passivel de contaminação do útero, que por sua vez libera “toxinas” e reações de complexos imunes levando a uma glomerulo-nefrite ou nefrite insterticial. Penso que a Uly devia ter feito bons exames antes da cirurgia ou após para prever essa possibilidade de lesões extra uterinas que podem ocorrer em infecções uterinas, ainda mais em cadelas de idade avançada. Ok? Minha postagem esta sendo feita muito atrasada pelo grau de saúde da tua cachorra, mas vou dando conta de responder aos poucos, pois são infindáveis pedidos de opinião sobre o relato de vocês e seus cães e gatos. Se por ventura não chegou a tempo, desejo, que a Uly tenha se recuperado, se não se recuperou pensa que ela já estava velha para um cão..cumpriu ou cumprirá logo um ciclo de vida da sua espécie.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Mariane de Felicio
em

Olá Dra Synara. Sou Veterinária em Ribeirão Preto e estou com um caso de Discopatia com redução de espaço intervertebral em C3-C4 e L5-L6, juntamente com uma displasia coxo-femural com grau severo e artrose bilateral na mesma.
É uma labradora de 6 anos e já apresentou sinais de alteração neurológicas que foram revertidas.
No exame complementar apresentou anemia com devio.
Acredita que isso pode ser decorrente deste quadro de Discopatia? É comum ter a anemia, ou devo estar buscando outras possíveis causas?
Fico muito grata pela oportunidade deste bate papo
Abraços
Mariane



Synara
em

Ola Andreia! Nossa mãe! Quem procura acha, como diz o velho ditado. Muita coisa para um cão que deve ser levado em conta suas caracteristicas de comportamneto submisso e assutado como relatas. Fico impressionada como encontram erliqhiose, em um simples e mero exame de sangue. Não é facil fechar um diagnóstico de erliquia assim. E me parece q teu cão nem apresentava sintomas de tal doença hemolitica. Mas não estou com resultados dos exames na mão para poder avaliar; e mesmo assim temos que ter cuidado com interpretações equivocadas. Os sintomas clinicos e comportamentais são soberanos para termos uma linha de conduta para solicitar exames. Cão não é gente que aceite ser manejado com tanto tecnologia no âmbito da Veterinária. Quanto ao caso do teu cão, baseada exclusvamente no teu relato, diria que ele tem dor forte por lesão cervical ( calcificação,estreitamento, osteófitos, etc).
Se esse cão fosse meu, tirava todas as medicações, até mesmo o meticortem, antibióticos, tudo. Acrescentaria uma medicação anti-inflamatória básica com 10 dias de uso continuo e um relaxante muscular ( talvez um diazepinico bem controlado em termos de dose para não dar sono)por uns 3 à 5 dias, repouso, até isso é possivel com um cão. Não focar mais comportamentos de dor ou desconforoto nele ( pois eles aprendem a ganhar a atenção dos donos através de gestuais que “falem” de dor. Após esse tempo oriento usar um medicação regenerador e lubriifcador para as lesões nas vértebras ( Osteocart, artroglican e outros dessa linha) por um tempo de 3 meses consecutivos. E terás que parender a conviver com ele, pois com o decorrer do tempo poderá haver agudização do quadro da dor. Mas em estreitamentos cervicais é assim, não tem cura, e tem alivio para dor. Mais que isso me limito.Sorte por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Mariane. Parzer em recebe-la como colega no site. Mas veja bem, tuas perguntas ficaram sem dados maiores para eu te ajudar. Que anemia é essa?? Com desvio? Estás te referindo a anemia arregnerativa ou regenerativa?? É isso. Pq o desvio para a esquerda é na série branca do sangue q se usa essa nomenclatura. Não vejo ligação com os prolemas que citas nesse cão. Não especificas qual dano neurológico que o animal teve anteriormente também. Me limtio muito na forma dos teus questionamnetos. Se quiseres aprofundar esse caso ou outro ofereço consultoria à distância basta me enviar um e-mail e podemos marcar orientação por msn. Sistema q está sendo implantado no site para esses fins de casos mais especificos. OK?
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Paulo Goulart
em

Bom dia Dra. Synara,
Temos um poodle e ele apresentou um quadro de dor nas costas e agora está sem movimentos nas patas traseiras. Fizemos um RX e acusou diminuição do espaço entre as vértebras T10 e T11, e nenhuma fratura. O tratamento está sendo a base de anti-inflamatórios e analgésicos. A dúvida que temos é que no primeiro dia ele ainda caminhava, com dificuldades por certo. Porém após o início do tratamento ele não movimentou mais as patas traseiras. É normal isso?

Obrigado,



maria consolacao
em

ola Dra.Synar, tenho um poodle toy de nome Milla, ela esta com 13 anos e 4 meses, foi diagnosticada com babesi ha 12 mesea. tomou varias medicações. Parece que de babesi ela não vai morrer, so que neste periodo começou a cair os pelos, agora so tem pelos cheios na cabeça e patas.Ela parece estar bem, apesar da idade e da consequencia de tal,ela esta com certeza cega e a audiçao bem ruim, tenho medo dela estar sofrendo, pois, as vezes passa horas deitada sem estimulo nenhum,coloco ela para fazer xixi,ela sai com uma batinha arriada ate que consegue coloca-la no chão, nunca chorou de dor, ja foi medicada com antiinflamatorios e sulfato ferroso. Ja tem uns 3 meses que não a levo no veterinario,acho muio sofrimento ficar dando aqueles antibiotcos interminaveis e não vendo uma cura completa.Não quero ver a Milla sofrendo porque ela e uma cadelinha muito amada, nunca teve filhotes, te sopro no coração.Me diga estou muito errada em so dar carinho alimento e deixar ela viver ate onde for possivel?Ate quando sera possivel ela viver? Ela e bem pequenininha tem no maximo 2.800k. em toda sua vida canina ninca passou de 3.k. vive em apartamento, agora no natal fizemos uma longa viagem de bh a salvador de carro com ela no meu colo.Foi e voltou nas mesmas condições.Me oriente para dar uma vida melhor pro meu bichinho que amo muito.Consolacao.



maria consolacao
em

nossa, Dra Synara, desculpe pelos erros, batinha= patinha, não corrigi,mas tenho certeza que a sra conseguira ler o que tentei escrever. bjs, obrigada. consolção



Nelita
em

Dra. Synara boa tarde, minha cachorrinha Lee, está com DCF e bico de papagaio, conforme rx e laudo veterinário, há um mês ela faz uso de meticorten 20mg e tomou tramal 50mg (2x dia) durante 10 dias, também faz apuncultura. qdo reduzimos o merticorten para 1/2 comprimido ela apresentou dificuldade para levantar, arrastando as duas patas traseiras. agora, um outro veterinário sugeriu o tratamento com previcox quando eu reduzir o meticorten para 1/4… a concomitância destes dois medicamentos não vai fazer mau? mas como aguardar para entrar com o previcox se ela apresenta dor e não consegue se sustentar em pé? a dra. me sugere uma alternativa, minha cadela tem 11 anos e parece bem, pois não está prostrada e não geme de dor… só qdo reduz o meticorten que ela treme e não consegue levantar… obrigada!



IRANI TRAVAIN
em

DRA SYNARA
BOA NOITE.
TENHO UM CÃO DA RAÇA POODLE COM 10ANOS.
FINAL DO ANO ELE COMEÇOU A SENTIR DIFICULDADE
PARA ANDAR.
AS PERNAS TRASEIRAS NAO ESTÃO COM FIRMESA.
LEVEI NO VETERINARIO DE MINHA CONFIAÇA QUE TRATA DELE DESDE QUE VEIO PARA CASA COM 44 DIAS.
DIAGNOSTICO COLUNA TRATOU COM METICORTEN .VIBRAMICINA,TRAMAL PARA DORES,E VITAMINA CITONEURIN.
MELHOROU DEPOIS VOLTOU A SENTIR DORES.
AS PERNAS TRASEIRAS AO ANDAR VAI COMO QUE CRUZANDO ARRASTANDO SEM MUITO MOVIMENTO.
HOJE ELE ESTA MUITO TRISTE E EU TAMBEM.
CHORO DE VE-LO ASSIM POIS TENHO MUITO AMOR POR ELE.
ISSO ACONTECEU DA NOITE PRO DIA ELE ERA TÃO ESPERTO CORRIA TRAZIA OS BRINQUEDOS PARA JOGARMOS E ELE IR BUSCAR TRAZIA O JORNAL,
AGORA PASSO A MÃO NAS COSTAS DELE ELE CHORA,
NESSE MOMENTO ESTA DEBAIXO DA MESA DO COMPUTADOR.
COMO AQUI ESTA MUITO QUENTE ELE FICA OFEGANTE
O TEMPO TODO.
ELE SE CHAMA BITICO E PESA 12 QUILOS POIS E DE PORTE GRANDE.
GOSTARIA DE ALGUMAS ORIENTAÇÕES
NAO FOI FEITO RX PRETENDO CONVERSAR COM O VETERINARIO E PROVIDENCIAR UM PARA QUE MINHAS DUVIDAS SEJAM ESCLARECIDAS
VOCE DEVE AMAR A SUA PROFISSÃ ISSO E MUITO BOM
PARABENS PELA SUA DEDICAÇÃO.
GRANDE ABRAÇO
IRANI



Synara
em

Ola Consolação! Talvez a compaixão deva te soprar mais alto ao coração. Qualidade de vida para um bicho é o mesmo poder liberar todo seu potencial interativo social; e um cão com essa idade e com problemas crônicos de saúde não podemos dizer que possui qualidadade de vida. Eu penso assim. Que Deus ilumine teu coração…
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Nelita. Não devem fazer essa troca abrupta ou ” por troca” gradual de um anti-inflamatório esteróide que é meticortem para um não esteróide que é o previcox. Se esse animal com 11 anos sofre, de fato, de Displasia Coxo Femural e o “tal bico de papagaio” ( espondilose se chama)penso que a dificuldade maior de locomoção seja pela DCF; espondilose causa dor , mas não paresia do trem posterior, a não ser que as lesões encontrados no RX de coluna sejam protusão de disco invertebral com algum edema relacionado, ai sim, a paresia pode ocorrer. O caso é bem dificil se for tudo isso, mesmo. O animal é velho…terá dores fortes…tem uma técnica cirúrgia de tirar o nervo que irriga parte da cabeça do femur para alivio da dor; mas tem que observar o estado de degeneração articular para tomar qualquer decisão cirúrgica. Penso que se tu observas que o corticóide é a medicação que alivia as dores e faz com que ela retorne a caminhar, possa ser sugestivo de edema medular, ou , até quem sabe, algum dano cerebral. E se nada disso adiantar…compaixão para esse animal velho, não penso que seja legal mantermos um cão sofrendo na velhice, seja por dor, ou por qualquer outro motivo de perda de qualidade de vida. Certo? Boa sorte com tudo..
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Irani. Pois é, cão velho, poodle, temos condições de encontrar patologias de disco invertebral com relativa frequência. Mas sem um RX não há como saber 100%, o que teu cão acusa é um quadro de dor, com alguma perda de firmeza na andadura posterior,levando a crer em problema de coluna. Façam o Rx para decidirem a melhor forma de tratamento.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Alana
em

Boa Noite, gostaria de relatar o caso da minha cadelinha também, se tiveres alguma dica de como tratá-la eu agredeço.
Bom, tenho uma poodle de pequeno porte, ela está com 10 anos, ocorre q de uns meses pra cá, do nada, ela começou a mancar da patinha traseiras, mas n sente dor, a gente mexe mexe e ela n demonstra dor, ta até espertinha, essa perninha dela ta meio mole, parece q a perna morreu, sabe?! O veterinários a examinou e disse q n tinha nada de anormal nos ossos aparentemente… Eu moro no interior de minas e aqui só tem dois veterinários e poucos aparelhos para realização de exames. Alguém por gentileza poderia me dar alguma dica?

Obrigada!



Synara
em

Ola Alana. Duas hipótese: dor crônica e “costume” da sensação, mas com dificuldade de apoiar a pata, e “flacidez muscular”, como consequência. Outra é de ordem neuromuescular..por ai..por ai..
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



kadine
em

Olá Dra.
Minha cachorrinha Douschund, tem 9 anos e apresentou a 4 anos atras artrose e foi meducada com anti-inflamatorio potente e condroitina q veio a tomar aos longos desses anos, porém esta semana apresentou dor na coluna quando eu pegava ela no colo, e levei para a veterinária, onde foi receitado um anti-inflamatorio, assim ela voltou para casa, sem dor, brincando, mas passado 2 dias de manaha percebi que ela nao conseguia para em pé e nem caminhar, e passou a arrastar o bumbum, imediatamente levei para a ceterinaria, onde foi feito um RX, e detectou-se praticamente diminuição total do espaço intervertebral de T13 entre L1.
Foi aplicada ingeção com anti-inflamatorio potente e recomendado repouso absoluto, e será aplicado novamente o medicamento em 3 dia.Ela esta evacuando, mas xixi ela não fez ainda. Tive lendo em outros sites, que falam da cirurgia imediata. Gostaria da sua opinião e um prognóstico possível.
Desde ja obrigada pela sua atenção!
Att
Kadine



Sidália Amaral
em

Dra. Sinara,
Tenho acompanhado o seu trabalho através dos comentários de pessoas que se comunicam com você e resolvi contar o meu dilema.
Eu dei um pastor alemão de presente para o meu marido, infelizmente, não sabia que deveria fazer rx antes de compra-lo, pois com o passar do tempo, com 06 meses de idade o cão começou a mancar, levei-o no veterinário e foi diagnosticado displasia coxo-femural. Então ele receitou artroglycan injetável e eu mesmo aplico, pois o tratamento aqui na minha cidade Belám do pará é muito caro. Estou no segundo mês que venho aplicando uma vez por semana 2ml da injeção, e dou também quando ele chora muito maxcan 1 comprimido.
Eu queria saber da senhora se existe algum outro medicamento que seja mais eficaz, e quanto tempo deve aplicar o artroglycan, e se um dia ele poderá melhorar ou sempre será dessa forma. Na verdade ele continua todo esse tempo na mesma, sempre mancando. Dra. obrigado pelo desabado, pois sei que meu marido vem sofrendo ao ver o seu cão com dor e sofrendo.
Dra. Sinara,
Foi um prazer connhecê-la.
Sidália.



kadine
em

Olá…continuando meu sofrimento e de minha cachorrinha…
Acabei tomando a providencia de leva-la em um hospital especializado e ela fez a cirurgia, a outra veterianaria foi muito negligente e deixou q mi nha cachorrinha perdesse a sensibilidade peofunda. Estou arrada e espero que ela volte a ser feliz e se recupere.
Desculpa o desabafo…



riege
em

bom dia,
eu perdi a minha cadela chow chow a 15 dias, tinha acabado de completar 1 ano em abril, começou caindo o pelo,depois começou a ficar prostada e vomitava uma agua fetida; levando a veterinaria foi feito um exame de sangue e constatou insuficiencia renal 703mg de Ureia e 80.1 de Creatinina.
Bem, gostaria de saber se é comum problemas renais nessa raça e o que causa.
Muito agradecida Riege



synara
em

Ola Kadine. A cirurgia é indicada quando há prolapso de disco intervertebral, mas antes de decidir pela conduta cirurgica é necessário uma mielografia ( medula espinhal). Além disso, o Veterinário tem que ter uma vasta experiência nesse tipo de conduta cirurgica. Crises feito essa que a tua cachorra apresenta pode levar a quadros de paralisa transitória, mas para dimensionar isso é necessário exames ( são bem simples) clinicos de sensibilidade, propiocepção , entre outros. O prognóstico é baseado nesses dados, também. Quanto a fazer xixi conversa com a Veterinária sob a possibilidade de usar um diazepinico como relaxante muscular, ajudará a tua cachorra urinar e a relaxar a musculatura como um todo para melhor conforto. Sem esses exames e avaliações não posso falar em prognósticos. Desejo sorte por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Kadine. De novo tu aqui. Não julgo negligência de colega; mas assim como há profissionais que fazem clinica sem experiência há aqueles que operam sem cautela..Não estou me referindo que os que cirurgiaram tua cachorra não foram cautelosos, veja bem, mas o tempo te dirá se a cirurgia valeu a pena ou não; além disso, tenho certeza, que quem operou tua cachorra falou de todas as possiblidades pós-cirurgica, então esta tudo certo, não é mesmo? Mas não julgue, não é uma energia boa..
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinário



synara
em

Ola Sidália. Hoje em dia temos soluções cirurgicas para casos médios a graves de displasia coxo-femural, desde a mais simples – ou comum – que é retirada da cabeça do fêmur ou denervação do nervo que leva o estimulo nervoso da dor. Por meio de medicamentos são esse que já estas usando…Por ai.
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Riege. Olha, era nova tua cadela para fazer um quadro de insuficiência renal…Há raças predispostas sim a IRC juvenil mas não li na literatura que a Chow Chow esteja no rol delas..Mas saiba que há outras causas para haver comprometimento renal, chamamos de Insuficiência Pré- renal ou Pós-renal. O idela era ter feito necropsia, talvez elucidase a causa desse dano renal. OK? E toca a vida para frente, perdas fazem partes e nos amadurecem; devemos amar, principalmente os animais, com menos apego..
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ivan
em

Olá Dr. Synara. Li seu artigo sobre o caso do cão Tinga e adorei o detalhismo e o profissionalismo com que explicou e conduziu o caso. Vivo no interior de SP e crio pastores, uma de minhas cadelas, a mais velha, Kiara, com 11 anos começou a apresentar sintomas semelhantes ao cão Tinga, o veterinario solicitou raio X da coluna e das pernas, onde constatou desgate nas vertebras L2-3 e L6-7 com diagnostico de espondilose anquilosante, além de displaxia coxofemural em ambas as pernas.

O veterinario receitou remédios para tirar a dor, TRAMAL e o antiinflamatório PREVICOX da Merial. Li maravilhas sobre esse medicanto na internet para melhoras em casos de displasia femural, no entanto, gostaria de saber se o mesmo atuará no desgaste das vertebras. A senhora tem prescrevido esse medicamento para esse tipo de patologia? Será que o previcox atuará bem tanto na displasia quanto no problema da coluna? Vou começar o uso do Previcox amanhã pois no sábado foi aplicado uma dose de 2ml de Azium, e para evitar reações estamos aguardando 48hs para iniciar o uso do previcox.

Também tenho usado o Condroton 1000, 4 comprimidos ao dia, para auxiliar na regeneração das juntas. Por favor, entenda que não estou questionando os procedimentos de meu veterinario, isso nem seria ético, mas sim buscando informações complementares sobre esse medicamento Previcox e se o mesmo auxiliaria nos problemas de desgastes das vertebras. Meu veterinario, até o presente momento utilizou esse medicamento com sucesso em casos de displasia, essa é a primeira vez que coincidiu o caso de problema na coluna também, dái o motivo de minhas dúvidas e busca por profissionais que já tenham feito o uso e observado resultados.

Antecipamente agradeço sua atenção.

Ivan



synara
em

Ola Ivan. Veja bem, os laboratórios lançam a cada dia, medicações com novas ligações quimicas com funções de menos danos colaterais. Os anti-inflamatórios tendem a ser uma linha forte de novos lançamentos ( e vasto ganho aos seus cofres), já que todos eles são potencialmente irritantes gástricos, e quanto menos danos a mucosa gastro intestinal melhor. Além disso, tudo que tu fores ler sobre medicamentos, eles vão dizer “maravilhas” sobre os mesmos. Inclusive, os médicos que os prescrevem e, ainda mais, aqueles que os vendem em seus estabelecimentos, como alguns colegas. Falo uma verdade, não me considero anti-ética por levantar essa questão. É a pura verdade! E os laboratórios estão sempre dando “presentinhos” ( tem gente que se vende até por uma caneta…) para colocar seus produtos na boca dos seres humanos e dos animais; aos dias de hoje, mais ainda. O caso do teu cão, é oriundo da idade e da raça. Dores ela vai sentir pelo degaste e artroses que existem. No meu entender Tramal de nada serve para esses casos, acho esse medicamento válido para dores agudas FORTES ou para uso no pré-operatório ou pós- operatório. Um anti- inflamatório, sim é indicado. Ai, vai de cada caso qual deles usar e em que momento da dor. Do corticóide ao não esteróide. Há vários que são bons no mercado, o previcox é apenas MAIS um deles…Hoje há técnica cirúrgica de denervação ( retirada do nervo que leva o estimulo da dor para as articulações coxo-femurais) para controle da dor e manter a qualidade de vida de um cão com tal patologia articular. Agora, tenha em mente que teu cão é velho e se somam duas patologias debilitantes para a locomoção. Se tudo se agravar com o decorrer do tempo, mais digno é fazer uma eutanásia. Mas vai de cada consciência e coração cheio de compaixão dos donos. Certo? Espero ter deixado uma opinião que te ajude a pensar sobre tudo e sobre a saúde do teu animal.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Adriana
em

Boa noite doutora, preciso de sua ajuda.
Tenho um cão da raça spitz alemão anão, nascido em 01.01.2010, hoje com 6 meses de vida.
Filhote perfeitamente normal até 20 dias atrás quando começou a apresentar episódios como “parecer ficar bêbado” em determinados momentos, parecendo trançar as patas traseiras ao se movimentar.
Levei a alguns veterinários, me disseram sobre ele ser pequeno, 20 cm e 1.5kg e ter ossos fracos, ministrando cálcio, antiinflamatorios, mas nada resolveu.
Levei a uma outra veterinária que fez um rx e alegou ser diminuição de espaço intervertebral em L5 – L6…receitou somente acumpultura.
É possível um filhote apresentar esse mal?Pode ser algum trauma visto que tenho outros cães maiores e ele fica solto tendo acesso a escadas ou pode ser congênito?(ela afirmou que pela idade dele só pode ser congênito, essa informação tem fundamento?
Peço encarecidamente que responda aos meus questionamentos (se possível em meu e-mail), estou desesperada, não sei mais o que fazer.
Obrigada
Aguarda ansiosa por uma tentativa de excalrecimento para essas dúvidas que por mais que eu leia não consigo chegar a um veredicto.
Como saber se foi trauma ou se é realmente congênito?
Mais uma vez obrigada
Adriana



Claudia Freitas
em

Boa tarde, Dra. Synara
Estava procurando informações e encontrei o site da Senhora. Gostaria de saber se pode me ajudar.

Tenho um cão Yorshire Terrier que está com 08 anos e 04 meses, sempre foi sadio, agitadinho e alegre. Nunca apresentou nenhum tipo de doença. Sei que, hoje, ele já está velho.

Após alguns dias de muito frio (cerca de 5 grau) onde ele sentiu muito frio e usou constantemente umas 03 roupinhas, treminha muito e se locomovia pouco, quase não se alimentou. Porém, na quarta feira (22/07/10), ele estava tremendo muito e a língua estava muito grande e para fora (como se estivesse com falta de ar), não mexia muito e andava pouco, pois ficava encurvado como se sentisse dor, durou aos minutos esse estado.

Levei a veterinária que o analisou e solicitou alguns exames. Desde então ele tem esse tipo de ataque apenas às 06:30 horas e às 18:30 horas.

O exame de sangue deu tudo certo, entretanto, o raio-X do tórax apresentou a seguinte alteração:

- aumento global da silhueta cardíaca, mais evidente em câmaras esquerdas;
- desvio dorsal do trajeto traqueal na porção intratorácica da traquéia;
- discreto aumento da radiopacidade de campos pulmonares de padrão misto – intersticial e alveolar (senilidade)
- discreta calcificação dos anéis traqueais (senilidade)
- calcificação das cartilagens costais (senilidade)
- presença moderada de conteúdo homogêneo (gás) em topografia de estômago.

Gostaria de saber a seguinte informação:
- Os sintomas de problemas de coração são esses mesmos? A veterinária diz que é, mas não sabe me explicar porque os ataques são apenas nessas horas.

- Acho estranhos esses sintomas, acredito que seja gases, mas também apenas nessas horas???

- Poderia ser alguma pneumonia??? Ou alguma outra doença????

- Qual seria o tratamento correto???

Gostaria de saber para eu ter um diagnostico mais preciso. Para poder tratá-lo adequadamente.

Obrigada pela atenção.
Claudia Freitas



synara
em

Ola Adriana. Pois entao, essa de miniaturizarem os caes, dá nisso…Danos e mais danos. As pessoas devem evitar comprar racas por bel prazer vaidoso ou por ter o diferente. Quem paga sao os próprios animais com esses sofrimentos que podem ser de ordem congenita ou genetica. Nao posso te dizer se a causa advem desse estreitamento vertebral pois nao estou vendo RX. Mas acredito mais
em dano cerebral, seja por alteracoes bioquimicas ou por reacoes cicatriciais oriundas de virus; cinomose um deles. Terao que fazer um hemograma, para aventar possibilidade viral. Nesse caso poderá dar baixo os linfócitos…As vezes um RX de cranio pode elucidar alguma patologia que msotre massas que tenham alcance pelo Rx..por ai. Certo?
Abraco fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara
em

Ola Adriana. Nao esclareci a questao do trauma que questionaste: até pode…uma pancada na cabeca…levando a um edema cerebral. Com exames clinicos pode-se suspeitar se ha pressao intracraniana oriunda do edema..
Synara



Synara
em

Oi Claudia. Pode ter relação com quadro de dor associada a crises de ansiedade de ambos. Esses caes “miudinhos” e que recebem mimos e foco de atenção em demasia podem reagir de forma exacerbada em suas reaçõe de dor ou desconforto. Se esses horários se referem a tua rotina de acordar ( sair de casa) e retornar, podemos pensar em quadro reativo de aprendizado para foco de atenção, ou seja, ele aprendeu que tu reage de forma ansiosa ao sair e deixá-lo sozinho – pelo menos desde quando apareceu a dor ou desconforto – assim como quando tu chega e corre para ve-lo, pegá-lo no colo, etc. Explico assim em relação aos horários. Outro ponto que posso aventar é dor ao se movimentar rapidamente, se ele dorme contigo ou no mesmo ambiente, te ve ( ou as pessoas da familia como um todo)e salta vindo a dor, tanto quanto na tua chegada em casa. Investigar dor para gases, coluna ou luxação de patela. Administra luftal e desfoca a reação dele ( ignora mesmo)…se for gases vai passar em poucos dias. Caso contrário, descarta patologias articulares. Quanto ao coração não creio ser quadro dispneico, teria que ter tosse , já que o RX acusa mais para Insf. Cardiaca Esquerda que envolve pulmão. Aposto em ansiedade de voces dois e uma dor branda ou por cólicas, pois dor forte o animal se recolhe a valer. Se esse bicho tem hábitos de “mastigar” essas porcarias de couro digerivel sao gases, aposto.Por ai…acho eu. Não posso afirmar nada pois nao estou vendo a relação de voces e nem examinando/observando teu cão, tanto pelo aspecto clinico quanto comportamental. Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Roberta
em

Olá Dra… como vai? Li todas as perguntas e suas respostas sobre cada problema com os animais… Tenho um rotwiller de 9 anos e ele está mancando da pata posterior esquerda… Nós achamos que ele tenha se machucado num estrado de madeira que ele dorme, colocamos uma madeira reta para ele dormir, porém um pedaço da ponta se soltou e imaginamos que ele num momento a noite tentou levantar rápido e acabou torcendo a pata.
Porém, levamos na veterinária e ela me falou de suspeita de tumor ósseo, já que a pata não apresenta luxação no local, somente um inchaço duro no joelho… Ela medicou um anti inflamatório e solicitou uma raio x com laudo, suspeitando de tumor… Gostaria de sua opinião, sei que é difícil analisar sem olha o cão, enfim… Se puder responder, agradeceria muito… Estou muito triste em pensar que a veterinária pode estar certa, pois se for realmente este problema, não sei se existirá uma solução para ele…
Abraços Dra…



vera mastwyk abitbol
em

tenho um cocker macho castrado de 13 anos. quando tinha 3 teve a doença do carrapato . em julho agora achei que ele estava respirando mal e olevei ao veterinari no rio edepois de um exame de sangue constatou ser a doeça do carrapato. receitou metircotem e doxiciclina durante 30 dias. de um laboratorio para outro dava uma diferença nas plaquetas.
como fuipara ptropolis (riode janeiro0 levei o no dr. antonio geraldo da clinca de correias que fez novos exames e fez um procedimento pois estava com tartaroe achava ser uma infecção. está tomando oralguard 150 de 12 em 12 horasdurante 10 dias e teolong 100 mg 12 em 12 horas pois tem bronquite,
dr antonio constatou que não havia doença do carrapato mas está um pouco anemico. suspeneu o corticoide gradativamente a doxicciclina.mandou que eu desse 2 x ao dia de 12 em 12 horas 10 gotas de hemo care. ele toma tyroxiclina 0,35 2x ao dia. e uma formula de osteocard 1x aodia. tem muita fome, se alimenta bem, evacua .e urina normalmente. Ha 2 dias notei que ele se levanta com dificuldade mas uma vez de em pé fica bem. A respiração ofegante parece que é devido a bronquite.Ele parou com o meticotern no dia 2-09-10.Não sei o que fazer ? Será a dificuldade de se levantar conse quencias ainda da cortizona ? Nâo sei. Será que devo dar CITONEURIN ? São 3,30 da manhã estou preocupada. POr favor me ajude, O veterinario daqui do Rio é RUBEN BITTENCOURT. MIL VEZES OBIGADA VERA ABITBOL



synara rillo
em

Ola Roberta. Pode não ser um tumor…mas aguarde o laudo, o Rx vai elucidar se é neoplasia ou não. Se nao for terão que reavaliar a causa. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



synara rillo
em

Ola Vera. Penso que um cão com essa idade deve ser avaliado para possibilidade de Ins.Cardiaca Congestiva. Precisam de um bom RX de tórax que poderão avaliar melhor; “um pouco” de anemia é muito subjetivo. Plaquetas alteradas não tem como causa somente a doença do carrapato. A própria Insfic. Card. pode levar a alteraçoes hepáticas ( se tem como origem o lado direito do coração). Sugiro um exame de urina pars avaliar densidade da urina para verificar a capacidade de filtração dos rins. Se for ou tiver dor articular pela idade o osteocard ajuda; mas o legal é não associar corticóide. Por ai…e mais um pouco. Cão idoso ( e bem idoso com 13 anos) tudo começa a se complicar na fisiologia deles. Boa sorte.
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



vera mastwyk abitbol
em

Dra Synara.
Os exames do pablo estão se normalisando. Anemia quase ok.O veterinario Antonio Geraldo da clinica de Petropolis fez um R.X da coluna e encontrou BICO DE PAPAGAIO e receitou 21 dias de RINADYL 2 x ao dia.Durante 40 dias ele tomou tTEOLONG 100mg. Etá tomando CITONEURIN ha 21 dias.Ele alegou que as vezes a respiração fica ofegante por causa da dor.ha dias ele fica otimo. Hoje é o 4º dia de RINADYL>
Por favor me de seu parecer . MUITO MUITO OBRIGADA VERA ABTBOL



Adriana
em

Boa noite doutora, os pais do filhote tem tamanho normal dentro do padrão para o spitz anão, 22 cm.Ele ficou menor por acaso, não sei.
Pode mesmo o vírus tendo já passado pelo organismo do filhote (no caso de cinomose que deixa sequelas)ainda assim acusar algo no hemograma?(20, 30 dias após)
O resultado do rx sendo diminuição do espaço intervertebral em l5 l6 não afirma ser genético ou congênito?Há como saber se é ou não?
Mesmo com esse resultado ainda pode haver outros traumas significativos como o cerebral?Associado a tal síndrome da cauda equina?
Por favor me ajude pelo menos nas possibilidades e o que tenho que fazer, investigar, estou em meio a muitas questões e nenhuma afirmação.
Muitissimo obrigada.



Adriana
em

Ah!Me desculpe, esqueci do fato de que ele continua com a acunpultura, mas não anda mais, fica pouquíssimos minutos em pé e se deita.Atualmente não levanta nem para urinar ou defecar.
Muito triste.



Maria Elisa
em

Olá, há uns 40 dias meu marido encontrou uma filhotinha de Teckel, largada no meio do cais aqui em Santos. A vet acha que ela deve ter uns dois meses. Ela estava ótima, só com sarna, que foi tratada. Terça-feira passada meu marido se confundiu na hora de dar vermífugo para ela e deu uma dosagem mais alta, que fez com que ela parasse de comer depois de 2 dias da tomada do vermífugo. Ela ficou muito fraca e foi internada na segunda-feira agora porque acabou desidaratada e muito fraca, tendo que ficar no soro. Contudo, na terça-feira, quando fomos visitá-la, percebemos que o “pezinho” dela estava mole (o braço estava normal), e quando ela andava, era como se os ligamentos dos dedinhos tivessem rompido, mas a ortopedista descartou problema ortopédico. A vet acha q pode ser fraqueza, mas em uma patinha só? Ela não sente dor e anda normalmente, mas só q “por cima” dos dedinhos, como se o “pulso” dela fizesse as vezes dos dedos, que estão moles.. Os dedos continuam na posição normal, só que não servem mais de sustentação para o corpo, como é o normal. O que pode ser? Antes da internação ela não estava assim…
Ela já está comendo sozinha e parece MUITO melhor, mas não 100% ainda, por isso ainda está internada.

Obrigada



Nelson
em

Bom dia dra. eu tenho vindo aqui em busca de uma solução para o meu caso e tenho lido os relatos de todas as pessoas pra ver se neles eu encontro algo parecido, eu tenho um poodle médio com idade de 13 anos e de umas 4 semanas pra cá ele começou a arrastar bem de leve as patas de tras e depois começou a mancar da pata dianteira direita, ela fica encolhida, e ele fica meio curvado nas costas e quando se meche muito sente dor, eu estou dando alguns remedios entre eles o carpoflan, já me falaram do PREVICOX dizem ser muito bom, será que resolveria o problema? eu agradeço antecipadamente a atenção.



Daiane
em

Bom dia Dra.vou relatar o que esta acontecendo com meu thor,bom ele e um labrador de 7 meses e a uma semana ele começo a mancar da pata traseira direita mas ele nao reclama de dor e nem quando coloco,levei ele ao veterinária e ela nao encontrou nada mas receitou um Antiflamatório Meloxivet 2mg,mas essa semana ele começo mau conseguir se levantar ele e super agitado nao parava quieto um minuto,agora ele só dorme e mau come to super preocupada com ele adoro meu Thor,so que o problema e que nao tenho muito recurso financeiro para ta levando em outro veterinario se puder me ajudar le agradeço desde já.



Marion Vargas da Silva
em

Synara, Bom Dia,
O Tinga está apresentando novamente a alergia, gostaria de saber qual a injeção de antialérgico que devo dar para um alivio imediato.Comecei a dar hoje os comprimidos abaixo:
Chemitril 150 mg – 1/2 compromento – 12/12 hs
Cort-Trat SM – 1 comp – 12/12 hs
Ambos por 7 dias



Synara
em

Oi Marion. Dá banho gelado nele com shampo peroxidex. Acho que ajuda. O Chemitril mantem por 21 dias e não 7 dias. O cor trat, eu penso que deveria diminuir e dar por 3 dias apenas…
E muito passeio com ele! Com esse calor e o Tinga socado dentro de um ap mais o o teu marido e mais tu, só pode dar essas perebas de dermatite nele. Usa um anti-pulga, para descargo de consciência como uma das causas das dermatites. Mas, geralmente, ele faz por sthaphiloccus, que parece que é o diagnosticaram nele. Pois pelo que entendi esse medicamentos foram prescritos por algum colega ou vendido em balcão, por decisão tua.
Mas acrescenta o banho gelado e mais passeios que logo isso tudo passa.
Abraço para ti.
Synara
Médica Veterinária



Marion Vargas da Silva
em

foi dado pelo veterinario. estou passando nas patas dermolene spray (está com fungos nos pés) e dando banho com micodine shampo cfe pescrição do veterinário



Synara
em

Oi Marion. Não entendi nada do que tu quis dizer…O Tinga está bem?
Abraço.
Synara Rillo
Médica Veterinária



Renato
em

Olá Synara, Boa noite.
Será que você me tira uma dúvida?
Eu preciso saber se, em casos de displasia coxofemural, é possível que os sintomas apareçam bruscamente de uma hora pra outra, ou se isso é SEMPRE gradativamente.
Tenho um golden retriever de 2 anos que nunca apresentou sequer o menor sinal de fraqueza nas patas trazeiras. Mas fazem 3 dias que ele teve uma pequena infecção alimentar por conta de ter brincado na terra com bola (provavelmente xixi de gato/rato). Teve de ficar 2 dias sem exercícios e pouco se levantou. Agora que a infecção parece ter terminado, ele está sem pisar com uma das patinhas trazeiras. Eu o apalpei e ele não reclama de dor, apesar de ficar ressabiado. Como ele não fez nenhum exercício nesses dias e eu estou de olho 24h (ele fica dentro de casa), é quase impossível que tenha sido por mal jeito de algum pulo ou coisa parecida.
O veterinário não soube dizer o que seria e pediu raio X. Vou mandar fazer, mas ainda assim, fica a dúvida anterior: há a possibilidade da displasia se manifestar assim de repente?



Synara
em

Oi Renato. Respondendo a tua primeria pergunta: Poder pode se apresentar de forma aparentemente abrupta a dor ou desconforto por dano á articulação Coxo-Femural. Me refiro aparentemente por que os animais vão encontrando formas de se adaptar a dor e muitas vezes, assim do nada para vocês donos, começam a mancar ou perder força do trem posterior, dependendo da extensão dos danos da Displasia.
Vou meter minha colher na tua colocação que segues teu relato: O teu cão pode ter tido uma infecção intestinal, sim, mas não atribua a ele ter brincado na terra com bola e muito menos a urina de gato. Quanto ao xixi de rato o que eles podem passar para os cães como doença é a Leptospirose. Mas os sinais clinicos são bem caracteristicos dando plenas condições a qualquer colega de fazer o diagnóstico.
Outro ponto que deve ser levantado nesse teu relato: Por acaso foi aplicado alguma injeção intramuscular na perna do teu cão em face de algum tratamento prescrito para essa suposta infecção intestinal? Se foi tens que descatar alguma dor por isso.
Mas o RX é válido se não temos esse dado dele ter tomado medicação intramuscular na perna que ele se ressente…Por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veteroinária



Zizi Sena
em

Olá!
Tenho uma poodle de 11 anos que sofreu de dois tipos de tumores diferentes, um deles foi na pata do lado externo na carne e o outro de mama, passou por cirurgia e deu tudo certo , retirou os tumores e tem sido tratada.Porém ha 3 semanas ela começou a mancar, mas agora afetado pela outra pata, e de uns dias pra cá ela não quer esticar a patinha para andar, seus joelhinhos traseiros dobram-se e ela não consegue andar direito, acaba desistindo e sentando. A levei ao veterinário que disse ser um edema onde foi feita a cirurgia da pata e sugeriu dois medicamentos, um a base de coticorde porém bem franquinhos…tbem sugeriu a complexa de agua quente e fria…. enfim, fiz tudo como solicitou só que não teve melhora.Estou aflita não sei mais oq fazer conto com sua ajuda.



Janete L. Pinto
em

Dra. Synara, moro em Brasília e tenho uma cadela da raça dog alemão. Ela tem 13 anos e tem mais ou menos um mes e meio que está mancando da perna direita. Tem dias que nem consegue apoiar a pata no chão.Ela tem leishmaniose,fazem 2 anos , mas está sob controle.Nunca apresentou os sintomas de que falam nas campanhas. Ela come bem, apenas perdeu a alegria que tinha com essas dores na pata. O veterinário não descobriu muita coisa, apenas concluiu que ela já está velha e que com o histórico da leish o quadro tende a se agravar. Eu dou diariamente p/ ela, há 2 anos, alopurinol, condroton, um anti-inflamatório para tirar a dor, mais uma vitamina ( nutriful) . Agora qdo ela começou a mancar , foi feita uma radiografia da perna direita e nada foi verificado. O vet. recomendou dar durante 15 dias citoneurin mais carproflan. Ela continua a mesma coisa, não teve nenhuma melhora. Tenho andado muito triste com a situação dela, pois era uma cadela muito alegre. Adora correr atrás de uma bolinha, saltava para pegar e depois a entregava na minha mão . Aínda me convida para brincar, mesmo com dificuldade p/ correr e abaixar a cabeça para pegar a bolinha.
Caso possa me ajudar a esclarecer o que ela tem, fico desde já agradecida. Um grande abraço.



Synara
em

Oi Janete. Se esse Rx da pata foi feito para a verificação das articulações coxo-femural tanto quanto de toda a pata, até os dedos – teria que ser duas chapas – e nada foi encontrado, vale fazer RX da coluna vertebral ( de C5 – até S3) posição ventro dorsal e uma lateral para descartar espondiloses, calicificações vertebrais ou até mesmo alguma alteração tumoral, já que raças gigantes tendem a ter predisposição de tumores ósseos. Descartar rompimento de ligamneto cruzado ( ai somente com um bom exame clinico para detectar e o profissional tem que ter essa prática) também vale. Mas como há queixa de não conseguir abaixar a cabeça temos que pensar em dano de coluna.
Pois é, essa história de Leishimaniose é complexo…muito complexo…Para retirar ou amenizar essa dor penso que devias retirar os anti-inflamatórios que estas usando e entrar com corticóide, agora. Podes tentar comprar em fármacia humana DECADRON INJETÀVEL de 4mg e aplicar duas ampolas de uma só vez, 1 x ao dia, em dias alternados, perfazendo 3 tomadas. E dar o citoneurim também. Como efeito colateral pode haver aumento da sede e do apetite. Deixe a água à vontade e não aumente a quantidade de comida. Com isso veremos se ela responde ao controle da dor. Se sim, temos que depois avaliar melhor, por meio do RX de coluna. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Kary Marques de Araujo
em

Olá, Dra Synara, é com dor e pesar que lhe escrevo, pois já procurei ajuda e não consegui. tenho um mesticinho que já foi rejeitado pelo canil por não ser york puro, tem 7 meses e é agitadinho e muito carinhoso e há 17/8/11, apresenta-se com comportamento anormal, não responde, não emite sons, roda e anda em volta da casa roda, passa embaixo dos movéis e desvia da gente, babando bastante e parece que seus olhos estão parados, tenta subir nas paredes, ficando em pé, levei a dois veterinários que insistem em intoxicação, tomou soro, atropina, protetor hepático, estou dando em casa carvão ativado de 12/12 horas e Mercepton 12/12h,melhorou no sabado, domingo e segunda, mas na terça de manhã voltou a ficar assim, e parece que sua barriga faz barulho de agua, ele está dentro de casa, onde não possa haver nada para intoxicá-lo, está comendo raçaõ e bebendo agua normal,fezes e xixi normal, será que pode me ajudar?



Synara
em

Oi Kary. Isso pode ser compativel com encefalite ( até mesmo viral). Compre Meticorten de 5 mg e dê 1/4 de comprimido de 12 em 12 horas por 5 dias seguidos. Compre Gardenal gotas e dê 3 gotas de 8/8 horas por 30 dias seguidos. E veremos como ele vai reagir. Ah, compra Dientrin Xarope e dê 3ml de 12 /12 horas por 7 dias. Tudo em fármacia humana.
Tente colocá-lo em uma caixa de tranportee media a grande ou uma gaiola em que ele tenha espaço para se deitar confortavelmente até passar essas crises de agitação. Se ele resistir depois de 30 dias talvez tenha que retirar a dose do gardenal lentamente. Qualquer coisa me avise. Pare com todas as outras medicações.
Boa sorte e força. Tudo pode dar certo…e tudo passa na vida…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Debora
em

Bom dia, Synara!
Moro no RJ e tenho um poodle de 13 anos. Bom, ontem percebi que ele está mancando com a pata dianteira esquerda e estou muito preocupada. Mexi na pata, ele não reagiu mas continua mancando. Estou muito preocupada porque ainda neste ano ele ficou doente e agora que tudo parecia bem, apareceu isso. Por favor, Synara, me ajude porque o amo demais. Tenho esse cachorro desde que ele era filhotinho.

Abraços,
Debora.



Synara
em

Oi Débora. Vocês donos se apavoram demais quando um bicho de vocês apresenta algum sintoma…Calma..
Pensa comigo: teu cão está velho, tem raça propensa a doenças de coluna ( espondilose mais comumente), isso é possivelmente um sinal de dano na coluna. Vá a um colega e pede um rx de coluna de C2 – T13 – ou seja da segunda vertebra cervical até a torácica final. Nesses pontos da coluna é que pode ter envolvimento inflamatório e fazer um cão mancar com alguma das patas dianteiras. pela idade tem , temos que pensar em coluna. Depois em alguma artrose…Por ai. Um antiinflamatório seria bom ele usar. Mas quem fizer o Rx vai saber te orientar em como controlar essa dor, certo? Boa sorte, confia, vai dar tudo certo.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica veterinária



Josy
em

Ola SYnara !! acompanho seu blog a uns 6 meses Alias queroa gradecer muito a vc pela prontidão eme sclarecer dúvidas q nós proprietarios temos com nssos cães. Seu blog tem muito me ajudado c meu rott !

Explicado o caso do “XERIFE”MEU ROTT DE 5 ANOS . em novembro/2010 foi diagnosticado nele pelo laudo radiografico “PRESENÇA DE OSTEÓFITO VENTRAL AO INTERESPAÇO L7-S1 , PRESENÇA DE AMTERIAL MINERALIZADO EM FORÂMEM INTERVERTEBRAL DO MESMO ESPAÇO . ALTERAÇÃO COMPATÍVEL COM QUADRO APRESENTADO DE SÍNDROME DA CAUDA EQUINA ” .. vc ja deve saber pelo laudo , o que tenho passado com ele né… até então ,ele começou mancando.. e depois começou c dificuldade de levantar… mas mesmo assim, Xerife nunca tinha tido uma crise sem andar… mas de 4 dias para cá começou .

Ele pesa 50kgs , pesado e é muitooo forte !!Fora o temperamento dele q não me ajuda a deixar toca-lo muito… ele fica agressivo !! não sei se pela dor… mas qd precisamos levanar ele , tcar.. só c fucinheira e é um martírio p conseguir. !! os vets daq de vitória ES , não aconselharam cirurgia no
caso dele… estou passando muito aperto com ele esses dias. Não anda , mal se arrasta e fica chorando …qd quer fazer xixi ou côco.

com muito dificuldade q estou conseguindo fazer com q ele urine pelo menos 2.. 3 x ao dia. e defeca 1 vez só.. tudo deitado .

Entramos com um coquetel de remedios. Meticortem 20 mg1 comp. de 12 em 12 hs , tramadol 50 mg de 8 em 8 hs , miosam 5mg 1/2 comp de 12 em 12 hs dipirona 1g de 8 em 8 hs e um protetor gastrico : pantoprazol. Pq nesse quase 10 meses de remedio aq e alí xerife desenvoveu uma gastrite. LEmbrando que ele faz acumpuntura tb 1 x na semana !!

Mas SYnara… há 4 dias dando tudo isso tenho visto poucas melhoras nele. HJ q ele conseguiu c muitaaa dificuldade se levantar p defecar , mas não por muito tempo. Eu faço compressas quentes nele 3, 4 x ao dia.. com bolsa em gel e arnica tb.. tudo o q me aconselham.. fiz uma cama p ele.. c tudo fechado.. quente.. p evitar o frio.. mas estou c medo de mesmo dando todos esses remédios ele não reagir..

ME tira esta dúdida: Com qt tempo posso começar a ver avanço de melhora no quadro dele ?? PElo menos a independencia dele em fazer as necessidades fisiológicas .
Sobre o tratamento.. seriam esses mesmo os remédios ?? sobre a cirurgia eles desaconselham.. e ja procurei uns 4 veterinarios c especialidade em ortopedia tb.. eles não dão certeza q ele melhoraria c cirugia então preferem continuar o trat clinico..

Synara , seu conselho muito me esclareceria… se puder… eu aguardo…

Obrigada



Synara
em

Oi Josi. Teu cão tem lesão de coluna conforme relatas os dados do exame. Pode ter uma hérnia de disco…Quanto a ser a doença da ” Cauda Equina” vale saber pela localização das lesões e ver se pegou medula ou não. Geralmente quando atinge a medula um dano desse como aparece no laudo paralisa de vez. Cauda equina é um feixe nervoso ( não medula me si) e se está atingido tem a ver com todo esse processo de paresia dele. Mas novo para ter tudo isso, hem?? Será que não é dano da articulação coxo-femural? Mas de todo modo, analisando o quadro todo, a evolução da melhora dele terá a ver com diagnóstico correto. Dificil uma posição para mim…
Mas melhoras?? A curto prazo não vejo…è complexo essa parte de paralisias sem examinar e ver o paciente. Se estás cansada disso tudo e cansa mesmo, com um bicho grande, de dificil manejo, que retrocede e não melhora com todos esses medicamentos e se não garantem a cirurgia, por que deixar esse bicho se arrastando com dor??Ou Desconforto? Ou com perda de qualidade de vida?? Pensa…? Tu estás tentando, fazendo tua parte mas o bicho paga a o preçço da dor…do desconforto. Nã é fácil lidar com bicho!! E nem com nossos afetos em relação a eles! Deixo esse pensar…Apenas. te dizer muito, assim dessa forma, não tenho como. Boa sorte. Afagos nesse cão.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



mauro oliveira
em

Dra. Synara,
Boa noite. Somos de São Paulo e temos um cão da raça dashund, com 10 anos de idade. Ele é epilético, toma gardenal desde 1 ano de idade. Mas sempre foi muito ativo e agitado, correndo muito atrás de sua bolinha. Chegava a pular até para agarrá-la. Um mal hábito, sem dúvida.
Mas há 60 dias que ele apresenta um quadro crônico de incapacidade de locomoção, mancando bastante na pata dianteira direita, principalmente.
Em resumo: baixou muito sua albumina (chegou a 1mg/dl)apresentou edema em Sc, prepúcio, escroto e abdomen,e ainda globulinas elevadas, melhorando um pouco depois da administração de corticóide (tratamento atual com meticorten 10mg diária, associado ao gardenal, baytril 50mg(infecção urinária)e meio comprimido de novalgina para combater uma febre recorrente). Já usou maxican , previcox,tramadol sem resultados efetivos (melhora e piora). Já fez 6 sessões de acupuntura sem resultados notáveis.
Estamos sem diagnóstico. Foi sugerida uma poliartrite, descartada pelos exames do líquido sinuvial.Ele lambe as patas compulsivamente e alterna períodos de melhora, dia a dia.
Temos em mãos o mais recente dos exames: um raio x da coluna que acusou calcificação das cartilagens costais e das articulações costocondrais além de espondilose ventral com sinal de anquilose entre T10-11 e T11-12.
Seu apetite está bom, faz cocô normalmente, toma bastante água mas prefere sempre estar deitado.
Detalhe: nesta semana acusou uma perda muscular considerável, inclusive no rosto. Exame de urina e fezes descartaram perda proteica por esses meios.
Pergunto-lhe: é a coluna que está originando isso tudo? A tal febre recorrente é proveniente da provável inflamação na coluna?
Porque o corticóide não está dando jeito?
Qual seria o tratamento mais adequado?
Como justificar essa albumina baixa (ele não tem nada no fígado, apesar do gardenal).
Gratíssimo por sua atenção e esperamos ansiosamente por uma resposta.
Caso necessite de mais informaçoes estamos à sua disposição.
abs,
Mauro Oliveira
(dono do BUG)



Natascha
em

Boa Tarde Dra,
Meu cachorrinho tem 12 anos e esta com dificuldade para andar. Na verdade ele perdeu o “amortecedor” entre duas vértebras o que o faz sentir muitas dores e andar com dificuldade (isso detectado no rai-x) – dicopatia é o nome certo né?.
A veterinária dele disse que ele não pode ficar tomando remédios todos os dias, apenas quando esta em crise, porém ele sente dores e desconforto todos os dias, anda com dificuldade a pata de tras levantada em alguns momentos.
o Rick sempre foi muito ativo, corria muito e me causa muita dor ver ele deitado e andando com dificuldades.
Tem alguma cirurgia para curar? apenas acupuntura? ozonioterapia pode ajudar?



Synara
em

Oi Mauro. Teu e-mail parece prova de faculdade. Pela edema periférico existente eu justifico a baixa de albumina, que pode ter uma origem renal, neoplasica e inflamtória. As globulinas elevadas caracterizam todo um processo inflamatório que por certo há no organismo do teu cão. Não acusa perda proteica em urina, conforme relatas. Em tese parece não ter glomeronefopatia…em tese. Coma há perda de massa muscular podemos pensar num rim não funiconando bem ( retenção fosforo seria a causa de enfraquecimento muscular que está até se apresentando na cabeça…afinamento dela.
Reage relativamente bem a corticóide…Isso diz claramente que esse medicamento ajuda a aliviar o processo inflamatório e um poquinho do edema…Eu acho que não é da coluna…os pontos de calcificações que relatas que ele tem penso ser da idade , apenas e não fariam esse estrago todo. Tem que valorizar o edema…no caso dele. Tem febre recorrente…isso pode ser de ordem neoplásica…Linfossarcoma…como definir? Precisaria de avaliação hematólogica profunda, bom exeme dos glangions no corpo, principalmente os inguinais, popliteos e todos daquela região. Mas o raciocinio vai ter que ser por ai…esse pode ser um caminho…Ou Nefropatias. Mas teria que se avaliar um bom perfil bioquimico renal, densidade de urina, dosagem de fosfóro, etc, etc e etc.
Boa sorte.
Obrigada pela participação no site.
Synara Rillo
Médica veterinária



mauro oliveira
em

Dra. Synara,

Grato por sua atenção e resposta rápida.
Incrivelmente, todas as suas opiniões vêm de encontro às do médico que está tratando do Bug. Aliás, uma junta médica (eu costumo chamá-lo de Dr. House).
Ele já prescreveu dois exames que foram realizados agora, no último dia 09/09: cultura bacteriana de urina + antibiograma (3 cepas) e ainda hemocultura + antibiograma (3 cepas também).
Como são exames complexos eles são demorados também. Tão pronto eles sejam entregues voltarei a fazer contato contigo para comentar os resultados.
Que pena que não é da coluna, acho eu. Poderia ser mais simples o tratamento, não é mesmo? Mas vamos continuar firmes e otimistas em busca de um diagnóstico e de um tratamento eficiente e rápido.
Parabéns pelo blog.
Até o próximo post.
abraços,
Mauro (dono do BUG)



Synara
em

Oi Natasha. Pois é um cão velhinho…com dano de coluna e dor…Quem sabe fala com a colega e mantem um nivel mais constante de corticóide e de vitamina B para ele…Pode aliviar a dor.. Nem sei o que é Ozonioterapia..mas teu cão com 12 anos, sofrendo com uma dor crônica e querendo te passarem terapia de ozonio …Deus que me perdoe, mas parece coisa de “sugar o outro na dor”…Sei lá…Eu penso bem diferente sobre a dor nos bichos, e na vehice, então…mais ainda. Compaixao, meu Deus.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Mauro. De nada…Junta médica para tratar de um cão…essa é boa! Tem que fazer E.Q.U. , hemograma, dosagem de creatinina, proteinas totais e uma ecografia abdominal. Vai que aparece o tumor ali?? Pode ser…
Abraço fraterno e boa sorte!
Synara Rillo
Médica Vetrinária



Natascha
em

Dra Synara,
Ozonioterapia é um tratamento alternativo… andei lendo achei interesasnte. Porém a acupuntura é algo bem legal tbm né!?
Meu cachorrinho esta tomando condromax todos os dias e agora que parou a crise de dor, estou pensando em iniciar algum tratamento alternativo, ja que nao existe cirurgia para o caso dele.
Acupuntura é realmente eficaz?

Obrigada pela resposta.



Synara
em

Oi Natasha. Pois eu sei que é…mas será que vale a pena?? Acunpultura tem mais lógica, é uma forma de trazer alivio para as dores crônicas. Por isso já vale…Mas deixa teu cão em paz, sem muitos manejos, isso vai ajudar também.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Eloá
em

Boa Tarde Drª, estou medicando meu caõzinho com o osteocart. Minha pergunta é: Há alguma contra indicação, algum efeito colateral, quando administrado por um longo tempo? Obrigada, Eloá



Synara
em

Oi Eloá. Em principio não há contra indicação. Incluisve sua ação ( efeitos) ocorrem a médio e longo prazo. Obrigada pela participação no site.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Iara
em

Olá Dra Synara, muito informativa sua página!Tenho uma cadelinha da raça Pincher n°4 que está com 4 meses e meio, ela era muito feliz, gostava muito de pular, brincar muito ativa como todos da raça. Até que há quase uma semna vêm aprensentando uma tristeza, vive pelos cantos da casa deitada e com muito sono,não pula mais, parece que tem medo,e quando querremos pegra ela no colo ela grune alto como se estivesse com muita dor, apalpei ela pra ver se encontava o local da dor e verifiquei que quando tocamos na lombar dela perto das partas traseiras ela tem dor. Ainda não a levei a um veterinário, pois pensava que era só a lum machcado e que iria passar logo, mas não ela continua muito triste e não pula, observei tb que as patas traseiras dela estão estranhas como que se fechando pra dentro,e sem força pra pular ou ficar em pé como ficava muito pra pegar algo. Por favor me ajude com a minha Dudinha…será algo grave devo levá-la mesmo ao veterinário? Desde de já obrigada! Um abraço!
Iara Salazar.



Synara
em

Oi Iara. Acho que deves levá-la a um Veterinário e avaliar que tipo de dor é essa. Certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Josy
em

Sybara.. sou a Josy, dona do xerife que estava com paresia .. escrevi meu port pra vc dia 04 de setembro… 1 mÊs já rsr passou tão rapido… mas me encontro neste momento “FELIZ” com meu negão.. ele se recuperou .. em 5 dias de tratam,ento c aqueels re médios q passei pra vc , voltou a começar a andar… nossa.. que alívio.. que alegria qd o vejo latindo… “nervoso” como cão de guarda que é.. rsr apesar de não deixa-lo muito solto .. para evitar lesões.. ele teme stado bem.. até levantando a perna p urinar voltou … o que p mim é uma grande vitória !!
Esta agora só tomando analgésicos.. ( dipirona ) na verdade.. os vets acham q não faz muito resultado mais estou dando a ele.. o caso dele é realmente aquele mesmo.. no inicio desconfiamos de de ser uma klesão coxofemural.. todos se surpreendem como vc.. pela idade dele , ele ter esse tipo de lesão da cauda equina..os vets disseram q ele apresenta !bico de papagaio” tb… e é numa região q comprime a medula.. e no frio , com a inflamação , é que vem a crise.. mas ele conseguiu passar por essa e hj esta bem.. claro que com, limitações no andar… mas nada q tire dele a alegria de ser um cão… não sou contra a eutanasia.. no caso do sofrimento do animal… qd escrevi o comentario p vc estava pensando nisso.. mas q doença cruel né Synara?? ter nosso bichinhos bem da metade p cima.. comendo.. c olhinhos brilhando e sofrendo da metade p baixo… é triste mesmoo.. MAs agradeço teu conselho… vc me ajudou muito c suas palavras… e se tiver q passar por ourta crise dessa c ele..s empre irei priorizar o bem estar dele.. não serei egoísta.. mas ele lutou muito viu. mas ele é muito forte.. e ativo.. com 4 dias estava reagiu… e estou aq p tratar do meu herói até onde puder.. obrigada.. de coração.. grande beijo



Synara
em

Oi Josy. Que bom que ele reagiu!! Tiveste paciência e sangue frio para ele se recuperar bem devagar…Boa sorte com o Xerife. Vida longa a ele!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Josy
em

SYnara sou eu a Josy do Rottweiller com hernia de disco novamente…. gostaria de esclarecer uma dúvida com vc. O unico remédio que vejo melhoras no Xerife são os corticóides.. (merticotem )a ultima vez que dei a ele foi em setembro.. mas ele nestes dias tem estado meio baquiado novamente…não esta em crise… esta andando… mas esta com dificuldades. Os veterinarios mandam eu dar o antiflamatório merticotem p ele novamente… mas fico preocupada. ele tem reações qd toma de urinar direto.. fica inchado… boca seca… me diz uma coisa..qual o problema que uso de corticóides ( merticotem no caso ) pode causar no animal ??? fico preocupada de estar achando q estou tratando ele de problema na coluna , mas esta prejudicando ele em outra area…

2 em 2 meses se houver necessidade.. é um tmepo bom ? teria outro remédio q poderia tentar?? obs: tentei ja predicox mas ñ surtiu efeito nele… só merticotem mesmo..

obrigada aguardo seu conselho



Fernanda
em

Ola! Gostaria mt de saber sua opniao sobre os problemas que minha cachorrinha Teka (srd) de 11 anos vem passando. Este ano ela fez uma limpeza de tártaro e depois de 15 dias notei uma bolinha na sua boca que sangrava mt e tinha um cheiro mt ruim.Um vet olhou e disse que parecia um tumor. Ela começou a comer pouco e emagreceu.Levei a outro vet que fez exames de sangue e urina e disse que ela estava anemica e com insuficiencia renal cronica. Tomou stomorgil carpofril (antibiotico) e hemolitan. Esta comendo a raçao renal da royal e pate h/d da hills. A vet me aconselhou a hemodialise mas aqui onde moro naum tem esse tratamento.Troquei de vet que repetiu o exame de sangue e as taxas da ureia e creatinina diminuiram mas a anemia piorou. O novo vet receitou um suplemento (potenay) alem do hemolitan doxiciclina (o vet desconfia de erlichia) diuretico e injeçoes de eritropoetina dia sim dia não. Ontem ele colheu sangue de novo apos dez dias do novo tratamento.(não saiu o resultado ainda) No entanto eu relatei a ele que de uma semana pra ca a bolinha da boca aumentou mt e ela anda meio cambaleando pernas traseiras tremendo meio que pra dentro. Sua visão piorou e a noite fica inquieta e dorme fora da caminha. E nasceu um nodulo na parte de tras dela. E ontem tava andando toda encurvada. Ofegante e cambaleando como se não conseguisse apoiar as patas traseiras e parecia estar com contraçoes na parte de trás. Ele internou ela e hj me disse que os sintomas não são normais e não sabe pq ela teve isso. Por favor me ajude. Cada vet diz uma coisa e não quero que ela sofra. Algumas horas antes dela passar mal ele havia aplicado a injeção da eritropoetina só que eu havia deixado ela fora da geladeira. Pode ser reação disso os sintomas que ela teve? Agradeço mt se puder me ajudar pois vejo que vc é uma profissional experiente. Queria saber como funciona sua consultoria por msn. Grata!



Synara
em

Oi Josy. Os corticóides a longo prazo podem trazer efeitos colateriais variados. Mas quando se usa com cautela, bom senso, com a dose certa pode ter um uso tranquilo. Terá alguns efeitos colaterias como aumento da sede, ganho de peso, aumento da fome, etc. Mas podem ser bem controlados. Por ai… Talvez ele precise de doses mais baixas e mais frequentes….
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Fernanda. Na IRC temos lesões progressivas renais. Acho que tem muita medicação para um cão que está com IRC, segundo dizem. Tens que entender que essa doença é letal aos animais. Não acho que uma hemodialise vá ajudar no sentido de recuperação total dela. Por isso tem que ser avaliado bem essa conduta. Se vale a pena, os custos, de quanto em quanto tempo, o estrsse dela. Cautela nessa doença e acgo que tem muito aue de ações. E ansiedade tua. Temos que entender que os animais envelhecem e não acho legal manter um animal velho e com esse tipo de doença se terminando à mingua. Se ela esta em sofrimento e com uma doença sem reversão, com essa idade, compaixão a ela. Eutanásia no hora certa alivia as dores sem sentido para um bicho. Mais que isso me limito. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Cristiane
em

Olá Dra. Synara!
Bom, estou escrevendo a vc pq estou desesperada com minha cachorrinha. Ela tem 11 anos, é uma poodle, está com quase 9 kg, depois que foi castrada engordou muito e não emagrece de jeito nenhum. Ela de uma hora pra outra não conseguia se levantar com as patas traseiras, fomos ao veterinário e este me disse que o problema poderia ser o peso. Começamos a dar ração light e dar um antiinflamatório de nome Maxicam 0,5 mg de 12 em 12 horas, ela deu uma melhorada no “humor” ficou mais alegrinha, mais ainda assim não levanta. Fizemos um ultrassom e foi constatado gordura no fígado, por isso, foi receitado Carnitina para ajudar a eliminar a gordura, e para ver se consegue andar tb foi receitado Etna (uma cápsula dia sim dia não). Bom Dra., pelo que vejo ela não sente dor, qdo tentamos ajudá-la a ficar de pé ela treme as patas traseiras. Estamos estimulando ela a andar mesmo que se arrastando, o que vejo é que ela está se apoiando do joelho pra baixo e não com os “pés”, não sei se dá pra entender, não estica as patas traseiras por completo. Faz suas necessidades normalmente, com ajuda a ficar de pé é claro, e não tem problemas pra comer e nem está desanimada. Dra. não sabemos mais o que fazer, estou com medo de suas patinhas atrofiarem e ela nunca mais se levantar! Por isso estou fazendo massagem nela pra ver se ajuda. Por favor, será que isso seria somente pelo peso?
Ah esse tratamento tem uma semana.
Obrigada pela dedicação neste site…com certeza escolheu a profissão certa.



Synara
em

Oi Cristiane. Eu acho que não é apenas do peso, sendo mais compativel com dano na coluna, uma espondilose mais generalizada e avançada. Acho que deveriam dar Meticortem de 5mg. Dar 1 comprimido, pela manha, durante 7 dias seguidos. E parar. Ver como ela reagiu a corticoterapia e depois ajustar um tratamento mais adequado. Um Rx de coluna seria um bom exames. Do pescoço até o rabo. Avaliar da cervical ate a região sacral. Dar luftal – 30 gotas de 8/8 horas enquanto ela não caminhar. Acho que por ai que posso te ajudar. Mais que isso me limito. Mas espero ter ajudado um pouco.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Rosangela
em

Ola Dra,

Tenho um dasch com 4anos e meio, que há um mes e pouco comecou a sentir dificuldade em subir um degrau de 20cm, e perecendo que sentia muitas dores ao ser tocado da barriga pra tras, meu filho o levou ao Vet e foi diagnosticado coluna, e receitado Rinadil, tramal, orteocart, omega 3, conclusão, 7 dias depois ele continuou com as dores, não conseguia subir no sofa, coisa que ele fazia constantimente,e as dores so passavam com o Rimadil, retornei ao vet e ele tirou 3 rx da coluna e mandou continuar com o Rimadil por mais 15 dias. Não vimos resultado algum, levamos ao Hospital vet da cidade e foi diagnostido Coluna de novo, desta vez a Bet passou 25 gotas de tramal 3x ao dia e aculputura, fizemos uma sessão e as dores permaneceram, meu filho é medico e me aconselhou a dar p12 gotas de profenide por uns dias, era a que passava as dores,mais sem diagnostico, na segunda sessaõ de acupultura pedir a VEt para fazer uma ultrassom no abdomen dele e foi acusado uma inflamação nos rins,ela mandou que suspendesse o Profenide e receitou por 10 dias de Baytril e dipirona, melhorou bastante, tinha dias que nem precisava tomar dipirona, passado uns 4 dias tudo voltou, esta precisando tomar dipirona 3 vezes por dias, e quando vai para passeio diario volta sempre com dores, dou dipirona e passa, ele começa a correr , brincar, latir, enfim… começa tudo de novo, pelo amor de Deus me ajude a achar um diagnostico para meu bebe, ja perdi uma Dasch , que começou mancando e morreu com toda minha assistencia, mais sem diagnostico certo.
Muito grata pela atenção,

Que Deus te ilumine

Rosangela



Mirian
em

Olá, Dra. Synara!
Sinto que foi uma sorte grande descobrir seu site neste momento. Pena que não moramos na mesma cidade.
Há mais ou menos um ano, adotei Pequi, um adorável srd, alegre, brincalhão e super ativo, que teria na época aproximadamente 6 meses. Havia sido resgatado numa estrada, faminto e com sarna, e depois de tratado e castrado, nossos caminhos se cruzaram.
Notei que às vezes, quando se levantava da caminha, mancava um pouco. Mas logo passava a andar normalmente. Na verdade, adorava correr no jardim e pela casa, além dos passeios diários.
Há cerca de 20 dias passou a mancar da pata direita dianteira. A veterinária que o atende pediu raio x da pata, que não apontou nenhum problema. Passamos para raio x de coluna total e reproduzo o laudo: “discreta diminuição do espaço intervertebral de C2-3 e C5-6; área delimitada de menor radiopacidade em porção caudal do processo espinhoso do axis; demais estruturas preservadas”.
Foi medicado com meticorten 20 mg (1/2 comprimido 1 x ao dia, por 10 dias); condroton 500 mg (1 x ao dia); dipirona (15 gotas 2 xs ao dia). Obs: está um pouco gordinho; é de porte médio e está pesando 16 kg. Continua tomando condroton e dipirona. Não notei grande melhora com o meticorten, mas depois que parou de tomá-lo piorou significativamente. Hoje conversei com a veterinária para saber quais os próximos passos. Ela ficou de me indicar amanhã um ortopedista.
Procurando na internet cheguei até você (a história se parece bastante com a do Tinga,não?) e pensei que pudesse me ajudar, talvez me indicando um especialista e também me dando alguma dica de como agir para que meu cãozinho tenha alívio físico mais rápido. Ele já não está tão ativo, mas não demonstra estar sentindo dor quando o tocamos. Continua exigindo seu passeio, então diminuímos o ritmo e a duração. Em alguns momentos passa a caminhar normalmente, mas em pouco tempo volta a mancar acentuadamente.
É muito novo, não? Acredita que para o caso dele uma cirurgia poderia ser a melhor indicação?
Obrigada desde já e parabéns pela atenção que dedica a todos que procuram seus conselhos.
Mirian



lisiane
em

Olá dra Synara tenho um cão fila que foi diagnosticado com espondilose e não anda mais gostaria de saber como tratar essa doença pois vou trazê-lo para casa no fim de semana. Gostaria muito de esclarecimentos se puder me dar maiores informações de como fazer para ele ter uma vida saudável mesmo nessas condiçôes agradeço.Se tiver de agendar uma consulta é só me dizer.
Desde já agradeço pela atenção e fico ansiosa pelo seu e-mail.



Synara
em

Oi Rosangela. Veja bem o que colocas no final da tua postagem: “perdi uma dachshundo quue começou mancando e morreu com toda minha assitência , mas sem diagnóstico certo” . Muitas vezes de tanto “fuçar” num quadro de dor em um cão acabam “detonando o bicho”. Essas situações são comuns de acontecerem. Acho ele muito novo para ter situação de coluna já envolvida, mesmo sendo dessa raça. Acho que tem muita coisa no caso do teu cachorro para ser avaliado. Mas passar de uma possibilidade de lesão de coluna para infecção nos rins apenas com um ultrassom? Fica confuso, isso. E uma infecção renal é importante fazer um hemograma e um exame de uirna junto. Mas percebes que ele melhorou com as medicações, isso é um ponto a se pensar. E essa dipirona não é tão potente como analgésico, para ele sair, voltar com dor, tomar e passar. Para te ajudar teu cão eu precisaria de uma história clinica dele, ver os exames feitos, saber se ele come muito osso digerivel, palitinhos, etc. Esses produtos se consumidos com frequência formam gases instestinais em demasia e por dias longos às vezes, E dá muita dor no animal. Podemos pensar nisso? Podemos…se ele recebe os ossinhos. São várias coisas a serem pensadas, até mesmo situação comportamental após quadro de dor. Quem sabe usa luftal 20 gotas de /8/8 horas por 7 dias seguidos, se ele come esses couros suspender imediatamente. Uma dor por gases faz com que um cão não caminhe, não suba em sofás, etc. Acho que deveriam ir com mais cautela com essas medicações. Tem um ditado que diz: quem procura acha. Eu acho que estão clinicando muito em cima de exames e sem fazarem um bom exame clinico no animal e uma boa anamnese, e fazendo muita clinica a base de medicamentos ( esse resolveu? Não. Então vamos usar outro, e assim vão detonando os cães e gatos). E um cão que come, brinca, sai para passear não está tão mal assim. Tu não pode entrar na “roda-viva” ( ansiedade) de focar demais teu cão. Tem que haver bom senso para lidar com um cão.
Espero que tenhas me compreendido. Se quiseres posso te oferecer uma consultoria e tentar te ajudar de forma mais precisa, tendo acesso a uma melhor história clinica e ambiental do teu cão. Se tiveres interesse envie e-mail para synara.rillo@via-rs.net.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Miriam. Se tu der uma lida na resposta que dei acima para a Rosangela cabe para ti, também Acho que coluna é cedo para ele, com essa idade e sem história de traumatismo. Mas não estou vendo imagem do Rx. Como tu comentas que ele corre pelo jardim , é ativo, pode ter tido uma lesão ligamentar, tendão. Acho que no caso dele vale usar uma dose baixa e mais continua de meticortem, não vejo no caso dele sentido para usar dipirona, e seguir com o condrotn por 3 meses sem parar. E cortar os passeios por uma semana. Se ele repousar no que der, ajuda na recuperação, seja qual a causa que for. Acho que deves agir assim com ele e esperar por que pode demorar para parar de mancar.
Outra dica é inspecionar bem as patinhas dele, dedos, almofadinhas digitais, ver se não há uma lesão por ali…
. Alivio de uma dor nem sempre pode ser rápida. E a dor dos cães ( suportar , adaptação) difere bem da nossa. Portanto, menos “correria” em cima de buscar causas e querer alivio imediato. Ele é um cão pesado, tudo demora mais com esse tipo de dor. Cautela e canja de galinha sempe foi a melhor solução. Cirurgia de que?? Não entendi…
Acho que é por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Elimar Muniz
em

Bom dia Dra Synara
Meu gato, macho, castrado, com quase 4 anos, apresenta de tempos em tempos coceira intensa perto das orelhas, pescoço, barriga e nas patas. Coça muito e para não se ferir coloco o colar elizabetano. Seu hemograma feito em 21/11/2011 deu EOSINOFILIA ABSOLUTA (25% 2.975 +).O que poderia passar nas partes afetadas que ficam minando?



Synara
em

Oi Elimar. Esse resultado de exame é compativel com reação alergica. Acho que vale usar um corticóide. E usa Adavnge Duo como anti -pulga. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Vitória Antunes
em

Boa tarde Dra Synara,
Estou lhe a falar de portugal,ao tentar pesquisar algo na net para tentar perceber o que a minha cadela tinha encontrei este site, minha cadela tem 10anos nunca teve nenhum problema de saude, alias no dia anterior estava optima sempre com muita energia.Quinta-feira acordei com ela batendo no chão se tentando levantar, tinha feito xi-xi no chão coisa que ela não faz, quando a chamei não se levantava, verifiquei que ela não tinha força nas patas do lado esquerdo mas a sentia, foi ao hospital veterinario a fim de tentar se entender o que tinha, fizeram-lhe raio-x mas não tinha nenhum problema mas identificaram uma enzima de nivel muscular no sangue me aconcelharam a ir a um neurologista, entretanto ela agora quando a tento pegar queixa-se tendo as patas da frente muito rigidas e esticadas.
Sofro de mais por ve-la naquele estado e não puder fazer nada. Segunda-feira vou à consulta.

Obrigada

Vitória Antunes



Synara
em

Oi Vitória. Isso tudo que relatas é algo compativel com lesão medular, talvez será necessário uma mileografia da coluna para verificar mais profundamente os danos e quais danos são. Muitas vezes num Rx comum não se vê muita coisa. Neurológica a causa me parece ser, mesmo. Quanto a essa enzima deve ser a creatinoquinase. Pode estar aumentada após exercicios fisicos exagerados ( talvez essa tentativa constante dela levantar pode ter levado ao aumento – uma hipótese), aparece aumentada em acidente vascular cerebral, entre outros casos. Esse sintoma de rigidez e extensão das patas temos que pensar em dano medular…Acho que antes de qualquer exames já deviam estar usando uma corticoterapia. Por ai…Mais que isso me limito.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Erica Rodrigues
em

Olá Dra. Synara, li sua matéria sobre o cachorrinho Tinga e achei muito interessante.Parabéns!
Tenho uma cadelinha de 9 anos e a levei em uma clínica veterinária para realizar alguns exames de rotina e no laudo radiográfico veio algo que não compreendi muito bem.

Estruturas Ósseas: presença de espondilose anquilosante em vértebra lombar;

Traquéia: discreto desvio dorsal em topografia torácica;

Silhueta cardíaca: sugestivo aumento de átrio direito e ventrículo esquerdo;

Gostaria que com suas palavras pudesse me esclarecer melhor o que significa esses diagnósticos que foi dado no exame.
Sei que ela tem a idade um pouquinho avançada, mas quero fazer de tudo para que tenha uma velhice saudavél, sem sofrimentos.
Desde já muito obrigada.
Um grande abraço.
Érica Rodrigues



Erica Rodrigues
em

OBS: continuação do comentário acima.

A respeito das minhas dúvidas acima, esqueci de mencionar que no laudo radiográfico veio também algo relacionado com os pulmões:

Padrão pulmonar: moderada opacificação em campos pulmonares com marcação bronquial e interticial com presença de marcações lineares não vasculares, e discreta infiltração peribronquial. Seios costofrênicos agudos, nota-se opacidade em hilo pulmonar;

E na hipótese de diagnóstico: Broncopatia leve a moderada / Cardiopatia.

Dra. Synara, não consegui compreender estes diagnósticos que foram dados nos exames, mas fui recomendada que a levasse no cardiologista.

Obs: Os exames de sangue deram normais.

Mais uma vez muito obrigada.
Érica Rodrigues



Synara
em

Oi Érica. Espondilose é uma osteartrite com alguma degeneração vertebral. Pode ser da idade…
Essa traqueia com desvio dorsal ocorre – no caso do laudo – em função do aumento das camaras cardíacas do coração, já que ela passa por cima, digamos assim, do coração. O rx do tórax é compativel com alterações cardiacas e algum sinal de envelhicimento desse órgão. Nos pulmões são comuns algumas “calcificações bronquiais” também pela idade. Talvez a melhor conduta é fazer algum tratamento preventivo para essas alterações. Mas não vejo maiores preocupações. Se ela não apresenta sintomas respiratórios ( tosse, dificuldade para respirar, cansaço) e dificuldade para caminhar – dor – em face das alterações da coluna. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Erica Rodrigues
em

Oi Dra. Synara, obrigada pela sua orientação, através dela, pude compreender o caso da minha cachorrinha. Ela está um pouquinho acima do peso e quando sai para passear, fica bem cansadinha, as vezes quando está dormindo ela ronca, apezar de achar “engraçadinho” fiquei preocupada e achei melhor leva-lá ao médico. Já marquei o cardiologista e também um eletrocardiograma, para investigar melhor e saber qual tratamento é mais indicado para que estes problemas não se agravem.
Mudando de assunto…
Dra. na sua opinião, além de gostar de animais o que a senhora acha que também é importante para alguém fazer o curso superior em medicina veterinária.
Tenho muita vontade de fazer esse curso, mas sei que só o amor pelos animais não basta, por isso fico um pouco insegura.
Um grande abraço e parabéns pelo trabalho que vem desempenhando.
Érica Rodrigues



Synara
em

Oi Érica. De nada… Bom quanto a tua pergunta escolher uma profissão está ligada a variados fatores: habilidade com a área médica, gostar de quimica e biologia, vocação, status ( o menos importante, na minha opinião), gostar de animais e conseguir entendê-los sem o apego. Acho que é por ai…é tão particular isso. Certo?
Abraço.
Synara



Marisa
em

Ola Dr Synara ,meu nome é Marisa ,tenho um filho Golden retriever com 1 ano e 9 meses ,nome Google ,peso 40 kilos .Desde setembro 2011 ele está mancando da pata dianteira esquerda .Já o levei em 3 vets diferentes e ainda nao resolveu o problema .O raio x esta normalissimo ,ja tomou 15 dias de rymadyl ,esta tomando ha 1 mes condroivit .desde o natal ele piorou ,manca toda hora .Antes ele mancava apenas quando levantava e quando corria muito .Ele é um cão ativo,hiperativo ,gosta muito de correr ,sobe morros ,pula obstaculos ,se mete em qq situacao ,nao tem medo de nada .Creio que com isso ele se machuca muito ,nao tem como eu evitar essas atividades dele ,nao incentivo em nada ,pelo ao contrario,ele é assim ,esportista .Ele tbem usou durante 3 meses a peitoral easy walker ,parei assim que comecou a mancar ,nao sei se poderia ser isso .Outra coisa que acho importante comentar ,as vezes essa pata arqueia para fora ,alem de mancar .Estou querendo sua opiniao ,uma indicacao de ortopedista em Sao Paulo ,SP .Por favor se puder me ajudar em algo .Ele nao tem dor ,ja apalpei tudo ,puxei ,empurrei e nada de dor ,mas se nao doi porque manca ??? Super grata ,aguardo anciosa uma opiniao !



Mônica Silveira Salgado
em

Prezada Dra. Synara,

Foi com emoção que li seu relato sobre o cão Tinga! “!Colegas, estudem!”

Infelizmente, falo como tomadora de serviços médicos, incluíndo os de médico veterinário e afirmo: hoje, o que não consta dos exames, fica sem diagnóstico. O diagnóstico, para mim, é um exercício matemático, isolando hipóteses, observando… tal como você fez com o TINGA!
Enfim, minha labradora, Lara, tem problemas semelhantes ao do TINGA, só que com a pata dianteira esquerda.Demonstrou intolerância a antiinflamatório, com diarréia com sangue. Está tomando arnica e fazendo acupuntura…

O que venho lhe pedir é a indicação de um profissional em São Paulo, capital, para que eu o consulte ou, quem sabe, possamos fazer consulta virtual com você, mediante depósito de valores da consulta em conta que você indicar. Nesta hipótese, eu enviaria o laudo e detalharia o histórico clínico da Lara.Abraços e parabéns pela dedicação profissional!



Ricardo
em

Ola dra. Sinara, em primeiro lugar parabens pelo seu relato e pela atencao com que responde a todos, sua atitude e dignificante nos dias de hoje, em que infelizmente tudo e motivo pelo dinheiro e por interesses. Tenho certeza de que a senhora ama de verdade a linda profissao que escolheu. Meu cacharro, um pastor alemao que ira completar seis anos, foi diagnosticado hoje, apos RXs, sendo portador de bicos de papagaio. Estou muito triste, pois ele esta claudicando da pata posterior direita. O veterinario receitou amoxilina e carpoflan por 15 dias. Sera que ele vai parar de mancar? Puxa, estou muito triste, sera que tenho motivos para tanto ou hj em dia posso, atraves de tratamento, oferecer voa qualidade de vida para meu amigao? Muito obrigado. Ricardo.



Ricardo
em

Perdao dra., os remedios receitados para meu pastor alemao foram CARPROFAN e CEFALEXINA. Desculpe minha falha ao errar os nomes dos remedios no “post” anterior. Muito obrigado. Ricardo.



Synara
em

Oi Marisa. Temos várias causas para isso, mas pela raça, peso, idade dele, alta atividade fisica, podemos pensar Osteodistrofia Hipertrófica, Panosteite, Osteocondrite Dissecante escapula-umeral. Tem que ser bem avaliado por um radiologista!! Discorrer sobre essas patologias me levaria um tempo enorme por meio de comentários. Algumas dessas patologias são autolimitantes ( somem com o tempo a dor), outras vão exigir tratamento para dor mais a longo prazo e em outras situações até mesmo conduta cirúrgica. Realmente, não saberia te indicar um profissional em especifico em SP. Costumo indicar o Hospital Veterinário da USP, lá, por certo tem bons ortopedistas. O fato dele jogar a pata para fora pode ser para alivio da dor. Aposto, acho, penso, que pode ser Osteocondrite esacapulo-umeral. O Rx terá que ser feito do ombro até o braço e ser um bom radiologista para fazer essa análise. Tenta colocar essas questões como possibilidades de causa dessa claudicação quando for fazer a consulta com ele. O exame clinico para verificar dor depende do profissional com habilidade para tal. Tem toda uma técnica de avaliação para esse “movimentos” da pata e avaliaÇ



Synara
em

Ops…digito rápido demais e me escapou..*** e analise do grau da dor. Além disso, os animais se “adaptam” a certos graus de dor. Posso te ajudar com essas informações. certo?
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Monica. Dá uma lida no comentário que respondi para a Marisa. Pode – ou não – se enquadrar no que relatei. Mas acho que tu já solicitaste uma consultoria comigo (???). São tantos e-mails e postagens no site que me confundo quem é quem…Certo? Se não foi tu, conforme a idade que tem a tua cachorra, me repetindo, pode se enquadrar no que explanei para a Marisa.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Ricardo. Pelo teu relato não vi muito sentido na prescrição de antibiótico ( Cefalexina)para esse sintoma e para espondilose ( bico de papagaio). O anti-inflamatório, sim. Mas pela raça e idade, penso mais em Displasia Coxo-Femural.Se não foi feito Rx das articulações do quadril ( femur e acetábulo) te sugiro esse Rx. Se confirmar a Displasia temos várias técnicas cirurgicas para a “cura” ou um eficaz controle da dor. E depende do grau de Displasia também…Às vezes, se controla a evolução da degeneração articular com medicamentos. Por ai posso te ajudar. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ricardo
em

Dra. mesmo o Lion mancando da pata dianteira pode ser que tenha displasia coxo-femural? Achei que esta patologia fizesse somente que os caes mancassem da pata traseira. Segundo o veterinario a Cefalexina e para prevenir alguma infeccao que possa advir da inflamacao causada pelo “bico de papagaio”. Ele me pediu agora que seja feito um raio x da coluna com o cao sedado, pois pode avaliar melhor o espacamento entre as vertebras, pois achou que as mesma estao muito proximas, mas disse que pode ser pela tensao do Lion na hora que o raio x foi feito. Foi feito raio x das articulacoes dos membros dianteiros, nao tendo sido constatada qualquer anormalidade. Muito obrigado pela atencao e pela ajuda. Abracos.



Juliana
em

Dra Boa Noite ontem 04/01/2012 acabei perdendo minha pincher meg ela iria completar 13 o veterinaria dela nos informou que ela estava com uma doença chamada esclerose mais ao certo não me recordo do restante do nome porem fiquei impressionado com seu relato o mesmo me informou que esta doença e muito degenerativa ela atinge não somente a parte motora do animal mais tambem orgãos internos e sistema respiratorio foi desse problema que Meg veio a Falecer comecou com uma grande falta de ar e ontem aparentemente teve uma parada cardio respiratoria
Gostaria de saber como leiga que sou Dra Isso acontece mesmo e de uma forma ou de outra ela iria morrer iria se atrofiar toda e os orgãos iriam parar mesmoo..

Obrigada Juliana Alves



synara
em

Oi Ricardo. Houve um engano no teu primeiro relato , então. Veja lá, você colocou pata posterior e não dianteira. Por isso a minha colocação de verificarem a DCF. Se é a pata dianteira, é obvio que não é Displasia Coxo -Femural.
Mas pode ser lesão escápulo umeral ( ombro e braço)tanto quanto a espondilose. Esclarecido, agora?
Abraço
Synara



Synara
em

Ou Juliana. talvez ele quis se referir a esclerose múltipla…doença mais comum em humanos. Acho que com a idade dela é provável que ele tenha se referido a encefalite do cao idoso – não sei quais foram os sintomas e quando surgiram – mas também poderiamos pensar em Insufciéncia Cardiaca…Mas estava velhinha, cumpriu o ciclo de vida dela e se foi…As causas agora não vão traze-la de volta. Sinto muito pela perda da bichinha.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



daniele cunha
em

Oi sou Daniele tenho uma maltês de 1ano e 4 meses, que pesa 2 kg, que teve otite interna apresentava a cabeça pendendo para o lado, e mancava de uma perna e apresentava um certo desequilíbrio, semelhante a labirintite fizemos os raio x coxo femural e nada ai solicitamos um raio x do cranio que atestou a otite interna a veterinária receitou rilexine de 75 durante 10 dias, com cinarazina, revimax e 3 doses de corticoide dexametasona.Passa do 2 dias minha cadela ja estava andando melhor e sem desequilibrio,não mancava com 10 dias a minha cadela parecia estar boa, porem quando parei o antibiótico percebi no mesmo dia que ela voltou a mancar fomos a veterinaria e ela voltou a passar a rilexine 1/2 comprimido durante mais 5 dias vimos que não estava adiantando durante os dias, pois a babi continuava a mancar. então resolvemos procurar um veterinária especialista em dermatologia que trata de ouvido a Paty o que aconteceu ela olhou o raio x da babi e disse que ela tinha sim otite mas que o tratamento foi curto e a dose baixa então receitou o rilexine 75 sendo 3/4 de comprimido durante 30 dias com o passar do tempo e um remédio a base cefalexina manipulável para pingar no ouvido a babi parou de mancar de uma perna mas depois voltou a mancar de outro lado pedimos para ela passar a cinarazina e o revimax, mas não adiantou ela passou a babi não parava de mancar, ate que na semana retrasada ela parou de abanar o rabinho e depois parou de mancar da perna que ela mancava antes, a veterinaria pediu que refizesse os raiox exame de sangue raiox do cranio para ver se era da otite interna , ai veio a surpresa a babi nao apresentava mas otite interna porem ela apresentava paralisia nas patas trazeiras e no rabinho, a veterinaria passou dexametasona-cetuneurim pois creditava ser um problema nervoso e sugeriu que fizéssemos acupuntura, demos as aplicaçoes de dexa 1/2 ampola durante 6 dias hoje falta apenas uma e a babi não apresentou nenhuma melhora. a veterinaria da acupuntura achava que fosse discopatia mas só daria para ver se fizesse uma mielo ou uma tomografia eu moro em belém do pará aqui a medicina veterinária é atrasada não faz em nenhuma clinica veterinária da cidade. Doutora a minha cadelinha maltes de 1 ano e 4 meses, que pesa 2kg esta com paralisia nas duas patas traseiras e no rabinho os seus exames não dão nada e as veterinárias não sabem o que ela tem por favor me ajude, escrevo esse email chorando!



Ricardo
em

Dra., o pastor alemao e uma raca propensa a ter bico de papagaio? O uso de anti-inflamatorio, como indicado pelo veterinario para o caso (carprofan), pode fazer com que meu cao pare de claudicar da pata dianteira? Muito obrigado.



Ricardo
em

Dra. sou o Ricardo dono do Lion (sobre o qual perguntei em relação ao fato de estar claudicando da pata da frente). Ocorre que agora a dúvida surgiu com meu cão labrador. Mandei fazer um homograma do mesmo, o resultado saiu ontem e teve todos os níveis dentro do parâmetro normal, entretanto, o nível de PROTEÍNA TT (G/DL) deu 8.0 – Meu cão é super sadio e não possui qualquer sintoma, mas o veterinário me assustou e disse que este valor de proteína pode indicar a leishmaniose. O próprio laboratório usa valores entre 6.0 – 8.0 como referência, assim, entendo que estaria dentro da normalidade, mas fiquei muito preocupado. Gostaria de uma opinião. Muito obrigado.



Synara
em

Oi Daniele. Podemos pensar em virus da cinomose ou outra patologia de ordem cerebro- espinhal. Essa raça é bem propensa a distúrbios cerebrais. Tudo vai depender da habilidade do profissional em fazer um exame CLINICO neurológico e não somente exames. Apenas com esse teu relato fico limitada em te ajudar, teria que examiná-la e submetê-la e esses exames clinicos neurológicos que te falo. Conversa com os profissionais sobre esses testes de exame clinicos neurológicos. Devem ter feito, imagino eu. Se não, devem. Certo? Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo



Synara
em

Oi Ricardo. Por raça não…mas depende de que tipo de cruzamento genético foi feito nesse animal ( grau de pureza racial ou refinamento – cruzas familaires digamos assim: pai com filha, mãe com filho, etc). O anti inflamatório tem o objetivo de trazer alivio para a dor, mas parar de vez depende…..pode voltar a ter crises.
Abraço
Synara.



Synara
em

Oi Ricardo. Mas tu está azarado com esses bichos!! Não tem sentido nada disso dessa doença com esse exame somente…é complexo demais fechar um diagnóstico para Leishimaniose. Por que não procura outro colega para avaliar esses teus cães. Sempre vale uma segunda opinião.
Abraço.
Synara



daniele cunha
em

oi nos já fizemos testes para cinomose, ehrlichia, exame de sangue e não deu nada.Quando você cuidou do tinga que teve discopatia quando tomu a dexa-citoneurim qual foi a dose e quantos dias ele tomou e quando começou a apresentar melhora? A babi tomou 1 dia 1/2 ampola pela manhã e 1/2 ampola pela tarde, depois em dias seguidos 1/2 ampola durante 5 dias.Porem depois dessas 6 aplicações a patty pediu para aplicar mais uma dose pois apresenta uma leve melhora já que ela sente as patas mas não consegui dar a resposta quando penteio ela ela reclama mas não tem força nos músculos para puxar a perninha, porem agora ela consegue dar uma resposta bem leve quando a patty puxou a perninha ela ja tenta retirar mas bem pouco.Por isso a minha curiosidade de saber como fui o tratamento do tinga para falar com a patty a veterinária que nos acompanha.



daniele cunha
em

o citoneurim por 21 dias que vc passou para o tinga foi comprimido?e depois vc passou a glicosamina por 3 meses mas podendo estender,
foi o calcific?



daniele cunha
em

oi synara gostaria de saber se você conhece os produtos homeo pet vi que para paralisias tem o pro coluna, acha que pode ser usado? esse produto não tem contra indicação. por ser homeopático.



Synara
em

Oi Daniele. Prescrever sem ter uma história clinica bem completa, se conversar bem co o dono, sem ter acesso a exames do animal, não faço. Me “arrisco” em algumas situações sugerir tratamentos, em face da minha experiência e do que vejo nas postagens do site. Acho que a colega está indo bem. Qunato ao teste da cinomose não creio que possa descartar 100% por cento. Há casos de encefalites virais por esse virus de forma tardia. E, pode ser qualquer doença cerebro espinhal, reforço anda mais nessa raça.
Abraço e boa sorte.
Synara



Synara
em

Oi Daniele. Não conheço não! Veja bem, homeopatia não é ir em um balcão e pegar um remédio. Envolve múltipos fatores ( energéticos até mesmo) para ser aplicado de forma eficaz. Não acredito em remédios homeopáticos que não sejam elaborados por um bom profissional que saiba lidar bem com a homeopatia. Mais uma do mundo pet oportunista…
Abraço.
Synara



daniele cunha
em

oi synara nos fisemos uma novo raio x do torax-lombar e o veterinario avaliou os orgaos dando o laudo que a coluna esta normal e demais órgãos com exceção do figado que apresentava um aumento E UNS NÓDULOS, então fomos a paty e ela pediu que fizéssemos exame de FOSFATASE ALCALINA o qual apresentou 222 U/L e ALANINO AMINO TRANSFERASE (ALT, TGP)o qual apresentou 325 UI/L . A babi apresenta uma paralisia nas patas traseiras E A DOENÇA NÃO SABEMOS. HOJE FIZEMOS NOVOS EXAMES PROTEINAS TOTAIS, UREIA, CREATININA E GLICOSE AINDA NAO PEGAMOS O RESULTADO. TEM ALGUMA SUGESTÃO DE O QUE PODE SER E O QUE PODE TER CAUSADO O AUMENTO NO FIGADO E A PARALISIA NAS PATAS TRASEIRAS? ATT, DANI OBRIGADA!



daniele cunha
em

ELA TAMBÉM URINA E TOMA MUITA ÁGUA.



daniele cunha
em

hoje tenho o resultado dos exames creatinina deu 0,4 abaixo do valor referencial, proteinas totais 5,6 ,glicose 74 e ureia 22 dentro dos valores normais . Synara nenhuma das veterinárias que me acompanham sabem disser o que ela tem . Eu que não sou veterinaria pensei em shunt portossistêmica, síndrome cushing hipercortisolismo,a paty veterinaria pensou em leishmaniose, esquistossomose, caso tenha uma sugestão me informe, por favor. lembrando que a babi tem poliuria,polidpsia, hepatomegalia, sente fome pracaramba, faz defeca normalmente,e urina, esta com as patas traseiras paralisadas e não meche o rabo, suas patas perderam massa muscular visivelmente pois estão mais finas que as patinhas da frente, o hemograma dela deu normal, erlichia, cinomose negativo, aparentemente bem esta atenta responde a o nosso chamado raiox da coluna sem problemas, coxofemural tambem normal.tem alguma sugestão de doença que acomete a babi minha maltes de 1 ano e 4 meses e pesa 2kg.linda!ela também não é depressiva, lati normalmente.



daniele cunha
em

hoje tenho o resultado dos exames creatinina deu 0,4 abaixo do valor referencial, proteinas totais 5,6 ,glicose 74 e ureia 22 dentro dos valores normais . Synara nenhuma das veterinárias que me acompanham sabem disser o que ela tem . Eu que não sou veterinaria pensei em shunt portossistêmica, síndrome cushing hipercortisolismo,a paty veterinaria pensou em leishmaniose, esquistossomose, caso tenha uma sugestão me informe, por favor.



daniele cunha
em

lembrando que a babi tem poliuria,polidpsia, hepatomegalia, sente fome pracaramba, faz defeca normalmente,e urina, esta com as patas traseiras paralisadas e não meche o rabo, suas patas perderam massa muscular visivelmente pois estão mais finas que as patinhas da frente, o hemograma dela deu normal, erlichia, cinomose negativo, aparentemente bem esta atenta responde a o nosso chamado raiox da coluna sem problemas, coxofemural tambem normal.tem alguma sugestão de doença que acomete a babi minha maltes de 1 ano e 4 meses e pesa 2kg.linda!ela também não é depressiva, lati normalmente.



daniele cunha
em

parasitologia de fezes negativo e urina
Aspecto Límpida , Cor Amarelo Claro, Densidade 1003, Ph 6,5 , Bilirrubina Ausente, Proteínas Ausente, Urobilinogênio Normal , Glicose Ausente, Sangue oculto Negativo, Corpos cetônicos Ausente, Nitritos Negativo, Sedimentoscopia Hemácias 0 p/ campo, Leucócitos 0 p/ campo, Cilindros Hialinos: Raros, Cristais Ausente , Células epiteliais descamativas Descamação: Raras



daniele cunha
em

A MINHA VETERINARIA ACHA QUE É OU NEOSPORA OU TOXOPLASMOSE VAMOS FAZER A SOROLOGIA NA SEGUNDA.



daniele cunha
em

qual doença sugere e qual os exames que eu deveria fazer alem destes que ja fiz?



daniele cunha
em

ta com manchas vermelhas pelo corpo mais concentrado nas patas traseiras e no abdomem. A veterinária disse que é piodermite mas ela passou remédio metronidazol, omeprazol, shampoo peroxidex e o bactrobam pomada mas ao invés de melhorar estão a parecendo novas feridas a pele dela ta fina.sera que não é um sintoma da doença?



Synara
em

Oi daniele. Sem ver os exames de Rx nao tenho como precisar nada.
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Daniele. Pode ser efeito do dexacitoneurim. Todo corticóide em dose alta e /ou uso prolongado pode causar polidpsia que é o aumento da sede.
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Daniele. É muito exame…Acho que nao é…toxoplasmose…acho…Mas nao tenho como te dar uma ajuda efetiva somente tu postando resultados dos exames. Teria que fazer uma história clincia completa, uma boa anamnese e um bom exame clinico. E quanto mais medicam aleatoriamente mais trarao alterações em outros orgãos por efeitos colaterais…
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Daniele. Respondi essa pergunta no comentário acima.
Abraço.
Synara



Synara
em

Oi Daniele. Bah…tu está firme no teu proposito. Esses sintomas me parecem compativeis com SINDROME DE CUSHING. Vào por ai no diagnóstico dela. Mas se for já te aviso que é grave!! E estou somando com tudo que já postaste aqui…Não gosto de fazer diagnóstico sem ter um contato mais preciso com o dono e com o animal….mas tu me venceu pela insistência…Sao varias as causas dessa sindrome. Te vira agora com os colegas e pensem por essa linha de raciocinio e juntem todos os exames e analisem. Estudem colegas!!!
Boa sorte.
Abraço.
Synara



Andreia
em

Bom dia Dra Synara, parabéns e a que Deus a abençoe.
Meu timão um cocker de 9 anos ano passado foi diagnosticado com espondilose L7 S1 com leve esclerose entre estas vértebras.
Tomamos maxican, um regenerador,e racao p idoso.ele pagou 2012 otimo, segunda começou a mancar liguei p a vet. Que está ehm férias e ela pediu p manter o trat com o maxican.
Hoje é o 4 dia do medicamento e ele está ficando muito sentado meio mancando as patas trazeira(no ano passado eram a pastas dianteiras).
Estou preocupada pq a vet. Dele mencionou cirurgia anteriormente, gostaria de outras alternativas mas não quero que meu amor sinta dor.
Qual a sua opinião?
Mencionano rx quatro radiologico compatível c doença degenerativas osteartrose.
Presença evidente osteofito locando no bodo caudalda cabeça umeral, os exames de sangue ótimos, e ele foi castrado pq neste rx vimos q próstata dele estava aumentada (5,1×3,8 diam) foi castrado cerca de 4 meses depois do rx.
Ahhh…ele foi tosado 3 dias antes e como ele e bravo, nao posso garantir q não o maltratam.
Agradeço muitooooooo a sua ajuda.
Obrigada.
Andreia



Synara
em

Ola Andreia. Tendo uma artrose degenerativa em coluna e na cabeça umeral é mantê-lo com o uso de antiinflamatórios quando em quadro de dor aguda , repouso quando em dor, se puder fazer exercicios como a natação seria legal para dar fortificação para a musculatura e evitar banho e tosas com frequencia…isso pode exigir muito dele, tem que ficar em pé, sendo tosado escovado, depois o banho, depois secagem, etc. Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Viviane
em

Olá Synara!
Tenho uma golden retriever de 1 e 6 meses, nesses ultimos 3 dias ela vem mancando da pata esquerda anterior, as vezes manca da direita tbm. Eu já fiz adução e abdução, fiz massagem porém ela não apresenta nenhuma demonstração de dor. Quando ela era filhote ela tinha o costume de fingir q estava com a pata da frente machuca, chegamos a esse conclusão pq toda vez q iamos chamar a atenção dela ela fingia está com a pata machucada, com o tempo paramos de dar confiança e ela parou de fazer isso. Só que agora não apresenta ser fingimento, ela parece não sentir dor pois corre, pula e senta normalmente(tirando o fato q manca).
Ela tem o costume de deitar no cantinho entre o guarda-roupa e minha cama e as vezes se espreguiça esticando as patas da frente. Achei q poderia ser mal jeito uma vez q o espaço é pequeno e o fato de fazer força nessa região. Estou com consulta marcada para dia 17/03/2012 porém esta me batendo uma preocupação pq ela não aparenta sentir dor, faz todas as atividades de costume normalmente sem parecer estar cansada ou com desconforto e ao msm tempo manca com a patinha da frente. As vezes ela para de mancar mas tem vezes q uma hora ela esta mancando com esquerda e depois começa a mancar com a direita… Me ajuda!!!



Viviane
em

Quando ela corre ela não manca e quando pula coloca as duas patas dianteiras no chão normalmente…



William Pontes
em

Ola Dra. tudo bem ?
Minha cachorra da raca Rotweiller, tem 8 anos e esta sem andar a duas semanas, ja levamos a tres veterinarios e eles diagnosticaram uma lesao na coluna, este tipo de problema pode ser tratado com remedios ou tenho mesmo que leva-la para cirurgia, eles disseram que as chances dela voltar a andar sao de apenas 20% memso operando. Nao sei mais o que faco, ela esta sofrendo muito e ja nao come mais. A senhora poderia me orientar ? Muito obrigado e que Deus a abencoe !



simone leal
em

Bom dia Dra., inicialmente parabéns pela atitude e pela dedicação à profissão.
Tenho uma pinscher de 6 anos que se chama Pão de Queijo e dia 26/02/12 ela pulou do carro (parado) e logo após notei que passou a mancar. Quando foi à noite perdeu os movimentos das patas traseiras e passou a se arrastar. No outro dia a levei a um hospital veterinário onde foi realizado raio X da coluna vertebral e o médico veterinário diagnosticou uma luxação com deslocamento da coluna e edema entre algumas vertebras. Receitou antibiótico (amoxilina + clavilanato de potássio 250) por 10 dias de 12 em 12 horas (1,6 ml) mais alcort 20 mg nas seguintes dosagens: 1/2 comprimido de 12 em 12 horas por 4 dias, depois 1/4 de 12 em 12 horas por 3 dias, depois 1/4 a cada 24 horas por 3 dias e depois 1/4 a cada 48 horas por 3 vezes. Porém não consigo ver melhora na minha cachorrina e ela está perdendo massa muscular, a coluna está à mostra. Mas ela está comendo normalmente, bebendo água, porém não tem controle quanto ao xixi e as fezes estão normais, mas estou dando óleo mineral para que isso ocorra. Será que voltará ao normal? É mesmo demorado para o edema seder? O veterinário disse que se ele seder ela voltaria a andar normalmente. Será que posso confiar nisso ou devo procurar outro veterinário? Por favor, se puder me ajudar agradecerei, pois eu e meus filhos estamos desesperados.

Obrigada, Simone



Synara
em

Oi Viviane. Quando eles mancam é por algum nivel de dor. Essas raças de porte grande podem ter várias patologias ósseas articulares em face de um rápido crescimento e muitas vezes por rações com alto indice nutricional. Muitas vezes nada é encontrado de muito significativo em Rxs. Mas tudo isso depende muito do bom olho de um radiologista com muita pratica. Outra possibilidade é displasia escapulo -umeral ( de ombro), que dá mesma forma exigirá muita destreza de análise radiológica para perceber tais alterações nessa articulaçao. Eu entendo que a melhor conduta nesses casos é manter o animal com algum tipo de analgesia anti inflamatória e ir observando a melhora…Evitar exercicios muito puxados, longas caminhadas, correrias desnecessárias, tudo que for possivel conter num bicho desse tamanho e com tanta energia que todo cão jovem apresenta. E dar uma ração menos calórica…Se começarem a submete-la a vários exames penso que será mais e mais estresse. Usar um condro protetor de uso mais prolongado também contribui para “estacionar” esses desgastes ósseos. E tenha em mente que essa dor não tão forte assim para ela, já que se mantém ativa, com apetite…Penso por ai….Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi William. Tem que diferenciar dano de coluna com displasia coxo- femural. Todo diagnóstico com sintomas de paresia e perda de força muscular precisam de Rxs de coluna e de quadril. Se há esses exames é mais facil falar em prognóstico e tratamento. A medicação geralmente é a base de anti inflamtórios e fisioterapia – essa é um pouco dificil de se fazer em raças de porte grande. A nataçao seria o mais indicado. Cirurgia depende da causa….se for displasia coxo femural é mais passivel de resultados melhores, mas dependendo da técnica usada, que é a amputaçào da cabeça do femur ou denervaçao desse região. Para coluna eu em principio acho “perda de tempo”. Por ai, penso e opino no teu relato. Boa sorte.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Simone. Casos de luxaçao de coluna podem requerer reparaçào cirurgica. O edema pode demorar, talvez usar manitol, e prolongar mais o uso de corticóide. E manter em repouso absouto em gaiola…essas situações nao sao nada boas…Por ai…mais que isso me limito em te ajudar.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Luciana H. Hamel
em

Olá Synara,

Tenho uma dashound de 6 anos. Cerca de dois anos atrás ela teve um quadro em que não movimentava as patas trazeiras, apenas se arrastava utilizando as patas dianteiras. Levei ao veterinário e ela fez radiografias em que foi constatada uma mínima lesão na bacia ou no final da coluna vertebral (não me recordo). Ela fez tratamento com citoneurin e condroton, além de restrição de ambiente para evitar pular muito, depois de algumas semanas ela ficou boa. Agora ela voltou ao mesmo quadro, já faz uma semana e eu não estou em condições financeiras de pagar uma nova bateria de exames para ela. Será que seria prejudicial se eu aplicasse novamente o mesmo tratamento? Já estou pesquisando o preço do condroton e penso em comprar na segunda feira. (outro dado: ela não demonstra sentir dor, continua alegre e tenta saltitar, tudo igual à primeira vez que apresentou a crise) Desde já agradeço pela sua boa vontade e amor aos animais, mantendo este site que ajuda a tantas pessoas!



Maria Hercilia Ribeiro
em

Drª Synara,
Parabéns pela excelente página, estou emocionada com os relatos. Quisera conhecer aqui em Recife alguém como vc com a sensibilidade e facilidade em explicar os problemas que afetam nossos pequenos amigos e encontrar uma solução para o que está se passando com o meu pequeno toy.Tenho um poodle mini toy, de nome kikito e um daschrund de nome Spike. O problema originou-se assim : certo dia meu sobrinho jogou um pedaço de carne e correram ( de cada lado ) o dasch e o toy para pegar a comida, e deram um encontrão. O toy tinha mais ou menos 2 anos e com o impacto ( eu não soube logo do ocorrido ) ele passou uns dois dias quieto, escondido debaixo da cama, não deixava ninguém pegar nele e choromingava quando eu o pegava. Eu estranhei o comportamento, cogitei se estava com dores de barriga e verificando que ele continuava incomodado, levei-o ao veterinário que o acompanha. Então, eu já tinha sabido do encontrão com o daschrund. Bem, o veterinário fez raio x total, ultrassom e nao encontrou luxação, nada fora do lugar e passou para as dores, CARPRODYL. Dei os comprimidos e ele melhorou. Entretanto, após este problema, o meu Toy passou a apresentar esporadicamente sempre este problema : as vezes sobe na cama, sofá e de repente dá um grito e passa dias mancando de um jeito diferente : ele levanta o quadril e faz um movimento que parece estar encaixando a perna, as vezes tb não consegue colocar todo o peso da pata no chão.Já levei para vários veterinários e não melhora, tampouco dão um diagnóstico correto. O último profissional alegou o seguinte : decorrente do encontrão com o dasch, o pequeno toy deve ter ficado com um ” pinçamento ” no músculo e verificou que os ligamentos soltaram-se e como ninguém percebeu isto e decorreu mais de l ano, estes enrolaram-se ao redor dos músculos, daí a dor. Atualmente Kikito está com 3 anos e meio,no momento em crise e tomando banamine ( 3 comp. a cada 24 horas ), mas, continua com dor. Sugestão da veterinária : operar, embora não garanta resultado positivo já que o lado direito tb está afetado ( pata dianteira e quadril esquerdo, ele não está conseguindo firmar no chão e fica oscilando de um lado para outro. Vive sentadinho ou deitado de lado, tem comido pouco, pois para isto precisa ficar em pé e ele não consegue. Dá uma pena enorme, não sei o que fazer, se opero, se faço acupuntura etc….Pode me indicar qual o caminho a seguir ? Ou ainda, um profissional em Recife que possa dar com precisão diagnóstico ? A sugestão final do veterinário que consultei foi : fazer cirurgia( dizendo que pode ter recidiva do problema ) e não garante êxito, ou optar por tratamento paliativo com medicamentos para dor, acupuntura, não deixar kilito descer escadas, nem caminhadas. Enfim, o meu bichinho só vive triste, o que faço ? me responda urgente. Mais uma vez, parabéns pelo sua excelente página e ajuda a todas nós. Espero resposta. Obrigada.Hercília



Synara
em

Ola Luciana. Acho que podes repetir o tratamento sim, pois se há uma lesão de coluna ou quadril conforme relatas, tende a serem crônicas e podem com o passar do tempo terem crises agudas de dor e / ou paresia. Talvez seja bom manter o condroton ou outro regenerador articular por um tempo minimo de 3 meses, tendendo a usar por mais tempo…Por ai..
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Maria Hercilia. Essas raças miniaturas são bem propensas a luxação de PATELA e rompimento ligamentar. Pelo sintomas que descreves parece ser esse o caminho. Descatar também espondilose de coluna, mas é novo para ter, embora não possamos descartar…
Se é luxação da patela nem sempre ela vai parecer luxada ( fora do lugar) no Rx. Se há rompimento ligamentar e já se passou todo esse tempo a questão cirurgica dos ligamentos fica comprometida, mas talvez recolocando a patela no lugar e fixando-a com pino possa ter uma melhora. Pelo exame CLINICO ( movimentos das patas e palpação da patela – articulação do joelho, é firmado o diagnóstico). Para a cirurgia tem que ter um bom cirurgião ortopédico para fazer isso. O fato dele estar mancando da pata dianteira possa ser algo do comportamento canino em relação a dor, eles tendem a ficarem ” confusos” quando sentem dor e podem mancar com todas as patas…
Tem que fechar bem o diagnóstico para decidir por qual tratamento…Infelizmente não conheço nenhum colega por essas bandas do Recife.
Necessário fechar bem o diagnóstico!
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Dani
em

Olá, a dias procuro noticas dobre Bico de Papagaioem cães, meu cocker de 11 anos tem isso ( espondilose nas vertebras L1,L2 e L3), e nao consegue andar, o que fazer? Acho que o remedio ( maxicam) que ele esta tomando, não esta fazendo efeito. Qual o componete basico de remedio para esse caso? O cachorro vai parar de sentir dor? Acupuntura resolve? qtas sessoes? ele so fica deitado e tremendo..agradeço se puder me fornecer alguma ajuda e tb saber qual o tratamento correto! Obrigado



Dani
em

OLá Synara, (escrevi logo acima..continuando) agora ele esta tomando Cloridato de tramadol… ao inves do maxicam. Ele continua sem andar, e come só qdo mistura racao de lata, e bebe só qdo coloco agua junto com a racao….Racao de lata é ruim? fermeta o estomago? o que fazer para melhorar mais rapido? hj fiz uns exercicios com as patinhas, puxando em minha direcao para esticar e voltando..ele deu um gritinho qdo fiz isso na pata dianteira.. foi diagnostico bico de papagaio no sacro agora tb…estou tendo que ficar em casa 24 horas por causa dele, e nao estou vendo melhorar…o que devo fazer? acho q cada dia q passa , ele perde mais a vontade de andar….tenho q carrega-lo para urinar e defecar, e ele sempre treme mto…ouvi falar sobre o cloridato de magnesio, resolve? pro favor, gostaria de saber se estou no caminho certo.. e o que fazer para melhorar mais rapido, e nao sentir mta dor de estomago, pois fiquei sabendo que esses antiflamatorios acabam com o estomago, e acho que é por isso que o meu cao nao quer comer e nem beber agua normalmente mais. Aguardo ansiosamente sua resposta! obrigado



Synara
em

Ola Dani. Esses quadros de espondilose trazem muita dor ao cão e podem comprimir nervos que passam por essas vertebras, levando a quadros de paresia que podem ser transitórios. O tratamento com anti inflamatórios , penso eu, opino, nesses casos dever com corticóides e vitaminas do complexo B ( sugiro Dexacitoneurim de farmácia humana ) fazer 1 aplicação a cada 48 horas, por via muscular ou subcutânea. 3 aplicações no total, e parar. Mantê-lo em repouso é importante, embora no caso do teu cão ele já esta parado por conta dessa dor.
Sugiro que ele receba depois dessas injeções medicamento que seja um condroprotetor ( “lubrifica” as articulações vertebrais e das patas também), existem várias medicações condroprotetoras em farmácia Veterinária. Ele deve tomar esse condroprotetor por no minimo 3 meses – inicialmente. Talvez seja necessário depois manter por mais 3 meses.
Quanto a ele parar de sentir dor vai, quando medicado, mas pode passar por períodos bem – sem dor – e outros momentos pode agudizar e essa dor voltar. Tenha em mente que é uma doença de carater crônico e terá apenas controle da dor trazendo mais qualidade de vida a ele. Ainda mais na idade dele.
Quanto a acunpuntura pode ser um auxilio para dor essa dor crônica. Não tenho experiência com essa técnica para te orientar quantas vezes tem que ser feita. Mas te sugiro primeiro tirar ele dessa dor mais aguda com os medicamentos sugeridos.
Um alerta: a Dexacitoneurim não deve ser usada a revelia, sempre tem que ser avaliada seu uso, pois os corticódies trazem efeitos colaterias significativos ao cão. Agora, se aplicares, creio que não haverá nada de maior, apenas pode aumentar um pouco a sede dele ( e deixe ele beber agua a vontade dele) e também aumentar um pouco o apetite, mas ai tu controla essa fome dele. Certo? Te deixei uma luz para essa situação do teu cão. Converse com o Vtereinário que o atende sobre essa medicações que sugeri. Boa sorte.
Desculpa pela demora me te responder mas estava com outros compromissos profissionais e tive que deixar o site um pouco de lado. Portanto, veja bem a situação dele agora para decidir pela minha sugestão. Se quiseres me escreva novamente dando a situação dele atual.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Dani. Postei na tua pirmeira postagem e te deixei dicas por lá. O Tramadol é um derivado da morfina que alivia a dor em nivel central ( cérebro). Tem que agir na dor por neurite ( compressão das vertebras), está toda a minha opinião e orientação na outro comentario que fiz. Qualquer coisa me dê retorno.
Abraço,
Synara



Dani
em

Oi Synara! Obrigada pela resposta!
Ele esta tomando agora Condroton. Ouvi falar bastante de vitaminas do complexo B, bom saber que voce também indica.
O vet indicou mielografia, para ver se tem mais alguma coisa… vc acha que é realmente necessário? é muito caro e não queria sedar ele…….Normalmente demora mesmo o tratamento? Estou um pouco desesperada com a situaçao, pois não posso mais sair de casa, e como ele nao anda, tenho que carregar de um lado para o outro sempre.
Quantos dias voce acha que eu vou começar a ver algum resultado com o Condroton? Meu cao fica muito ansioso, chorando , querendo levantar e nao consegue e fica agonizando em ter que defecar deitado…e me deixa muito triste ve-lo assim…
Esse problema é realmente comum, do cachorro ficar assim, sem conseguir se manter em pé, se eu levantar ele, e colocar em pé e soltar ele cai..nao tem força…ou pode ser alguma outra coisa?
MUITO OBRIGADO NOVAMENTE!!!!!!!!!!!



Synara
em

Oi Dani. Eu acho que uma mielografia não vai trazer a solução, apenas indicar se há e onde está a lesão de medula. Doença do disco intervertebral é muito comum em Cocker, ainda mais nessa idade. O condroton demora a fazer efeito, digamos assim, já que é um medicamento que é coadjuvante e que ajuda a longo prazo….Acho que a situação dele requer terapia mais “agressiva” ou intensa com corticóides e repouso e ir avaliando as reações dele. Mas essa patologia em cães com essa idade é bem complicado…Pode ser progressiva. Por ai.
Abraço.
Synara



Rosa
em

Bom Dia Doutora
O Kito é um sharpei de 7 anos, ate ante ontem estava bem, mas amanhaceu ontem sem movimentos nas patas dianteiras, não tem febre, não esta com o abdomenm inchado e esta comendo normalmente, quando faço massagem nele ele relaxa, mas em uma tentativa dele em levantar eu fui ajudá-lo e ele grunhiu, parece ser um dor interna e não na musculatura, apliquei uma dexa-citoneurin hoje pela manhã, ele continia com a mesma paralisia mas parece que não esta sentindo tanta dor.



Synara
em

Oi Rosa. Pode ser algo relacionado a coluna cervical e torácicas inicias. Para ter essa paresia pode haver compressão de nervos por alguma “hérnia de disco”. Vale um Rx de coluna para melhor avaliação…Essa medicação ajuda…Mais que isso me limito.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Silvane
em

Oii Synara..minha cachorrinha myucha teve uma paralizia do nada nas patinhas de tras num sabado a noite levei ela no veterinaio era uma lesão na coluna( espondilose) tendendo a anquilosar c7 e t1 e diminuição de espaço vertebral entre t6 e t9 entao fiz o tratamento com remedios conforme veterinario falou era os seguintes: ALCORT 5mg, DORLESS 12mg, e PETPRAZOL 10mg. só que depois de 5 cinco dia infelizmente ela morreu o que pode ter acontecido?? pq nao imagnei q ela pudesse morrer achei q ficaria sem andar.



Synara
em

Oi Silvane. Apenas com esses dados do teu relato fica dificil precisar. Se era um cadela idosa, não castrada, poderíamos pensar em piometra ( há casos onde o útero está muito inchado e com forte infecção) pode haver perda momentânea da firmeza das pernas. Esse um ponto a ser pensado. Outro, se era idosa, algo renal… cardiaco…Essas espondiloses também podem causar esse quadro, mas não levar a morte tão súbita… E se era uma cachorra velha seria comum achar essas alterações na coluna.
Teriam que ter feito uma boa história clinica contigo sobre ela, exames clinicos apropriados ( e por certo fizeram) para poderem chegar a uma causa, além da coluna. Quais foram os sinais clinicos antes de morrer também dá pistas sobre a causa…Por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo



Luana
em

Oi Synara meu cachorro nao consegue levantar o rabo nem abanar e quando mexemos ele chora, ele ta comendo,brincando normal mais quando mexe ele sente dor e tambem se sente muito cansado só querendo dormir o que pode ser?? aguardo sua resposta..obrigada!!



Synara
em

Oi Luana. Atentar para lesão de coluna ( lombar 7 até sacro 1 – isso é onde pode estar localizada a lesão). O legal é fazer um Rx dessa região da coluna. Pra dor sugiro uso de Dexacitoneurim injetável. Conforme o peso dele. Mas conversa com um colega para ele te orientar quanto a dose e frequência de uso.
Por ai…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



adriano lotar marques
em

Vcs podem me ajudar tenho uma cachorinha de raça dachshund ou linguicinha. onde a 03 dias começou a arastar as patas traseiras.
Levei ao veterinario onde prescreveu alguns medicamentos e uma injeção azium 03 aplicações.
Voltei e ela continua a mesm coisa, porem com bexiga cheia e fezes sem controle, me prescreveu dexcitoneurim tres aplicações.
Pergunto -lhe ela voltara a andar ou vai sofre mesmo com nossos cuidados, pois trabalhamos e retornamos para casa ao fim da tarde e tentamos ajuda-la em que pudermos.
Grato



Synara
em

Ola Adriano. É dificil precisar se ela voltará a andar, pois nem a idade dela colocas aqui. Além disso, é necessário uma avaliação radiologica para ver se há maior comprometimento de medula espinha( compressâo). Mas pela descrição feita tudo indica que há dano sigmificativa na coluna…Por ai..mais que isso me limito.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



sandra
em

meu cachorribho ta muito mau e muito fraco nao se levanta nao só se eu levanta ele parece q ta com muita dor fica critando de mais mais com o tempo ele para de critaantes ele fica babando e meuito nervozo agora só fica deitado sem força pra levanta nao fica mais em pé sosinho quando em pé sou eu quem coloca com uma colleira segurando ele me responda q remedio
eu dou pra ele eu dei a ele uma emjeção azuim ele ficou mais mau do q tava me responda se isso foi bom ou mau



Giuzeila
em

Olá Dra. Synara,

parabéns pelos seus préstimos por meio do seu site com suas orientaçoes que vem amparar e acautelar os corações de muitos “papais e mamães” aflitas.
Pois bem, se puder me auxiliar com seu conhecimento também ficarei grata.
Tenho uma poodle de 16 anos e meio que se chama SHAKIRA e que há alguns meses começou a andar com as patas traseiras sem flexionar, porém sem qualquer dor ou dificuldade. Porém, no dia 03/06 constatamos que ela nao queria levantar da cama e fomos auxiliá-la, quando ela entao reclamou chorando e nao firmou a pata direita dianteira no chao, progredindo muito suas dificuldades. No dia seguinte a levei ao médico veterinário de nossa confiança que a acompanha desde que nasceu e nossos outros caes também, quando entao foi radiografado todo seu corpo, nao sendo constatado nada, nenhuma lesao ou anomalia, bem como, foi realizada punçao/cultura/citologia de liq. sinovial e hemograma nada sendo constatado também. Diante dos resultados do liq. sinovial apresentados ontem pelo laboratorio, o médico entao me solicitou que eu a leve novamente para exames amanha, o que farei na primeira hora da manha. Ocorre, que hoje ela nao mais se levantou da cama, reclama de dor quando tenta se movimentar, nao quis se alimentar, nao defecou ou urinou, de um dia para o outro ela mudou drásticamente seu quadro, pois no decorrer da semana com a medicaçao receitada (CARPROFLAN 13 mg + AMOXILINA xarope/Ac. elav. 250 mg) 2x ao dia, ela estava apresentando sinais de melhora, deambulando sozinha, porém, com dificuldades ainda.
Ela também está com as plaquetas baixas e com uma infecçao na gengiva (acho que por isso a amoxilina).
O médico já nos adiantou que pode ser neurológico, por isso fará novos exames.
Dra. se puder nos auxiliar com alguma informaçao, fico grata, pois nossa “noninha” é muito importante em nossa família.



Synara
em

Oi Sandra. Dificil eu te dizer algo apenas com esse relato…Precisaria de mais dados. Sinto muito…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Oi Giuzeila. Não posso crer que nenhuma alteração óssea tenha sido detectada numa cadelinha com essa idade…Algo tem que haver, pois com essa idade seria comum achados de alterações na coluna…nem que seja por desgate natural da idade. Essa tua descrição do quadro dela é bem compativel com espondilose…os sintomas são esses…parece que eles andam endurecidos e nas pontas dos pés…Se ela reagiu com anti inflamtórios é sinal que tem dor….
Eu ainda aposto numa espondilose…Nesse caso sugiro tratar com corticóides, vitaminas do complexo B ( anti neuriticas) e repouso…Por ai , minha opinião.
Abraço frateno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Erica
em

Olá Dra, tudo bem,

Minha mãe tem um poodle toy de 3 meses, chamado Tchui, é uma graça!! Até para escrever minhas dúvidas fico com vontade de chorar….ele tem apresentado sintomas desde o nascimento. ( ele é filhote de pai com filha )
Depois de alguns dias de nascido percebemos:
- era menor que os 2 irmãos e,
- não comia direito.
- Demorou muito para abrir os olhos
- as patas traseiras ficavam para trás.

Depois´de 1 mês
- mamava com leite de vaca, pq não conseguiu mamar na mãe.
- abriram os olhos mas, com uma pele nos cantos que o deixou vesguinho.
- as pastas traseiras continuam para trás

Agora com 3 meses
- levamos para o veterinário que informou que ele tem um problema neurológico, esta tratando com vitatonus vermelho injetável.
- Parou de andar por 4 dias.
- As patas traseiras estão atrofiadas.
- Os olhos não melhoraram
- As patas dianteiras estão ficando fracas, ele tenta ficar sentando e cai…uma dó…
- Anda arrastando as patas traseiras.
- Não tem musculo nas patas traseiras.

Dra. será que ele tem cura?



Synara
em

Oi Érica. Precisaria de ter mais dados sobre o caso dele e até mesmo foto para poder entender melhor a situação em que se encontra, pode ser alguma má formação congênita, pode ser alguma osteopatia ( doença óssea)….Assim somente com esses dados fica dificil te dizer alguma coisa…Certo?
Abraço fraterno.
Synara Rillo
Médica Veterinária



leidiane alves
em

socorro!socorro

vinha percebendo que os peitos de uma das minha gatas estava ficando edemaçiados ai levei ao veterinario ele me disse que era displasia mamaria e passou alcort 5mg mas n esta r resolvendo,vejo que ela se movimenta,brinca com as outras gatinhas n sei mais o que faço… por favor me ajuda
vou espera ansiosa pela sua resposta
muito obrigada e que deus te abençoe



Synara
em

Oi Leidiane. Pela tua descriçao é compativel com mastose ( cistos mamarios). Castrar se ainda não é, e observar se esses cistos permanecerão. Ai, talvez vale uma retirada dos mesmos…as vezes com a castraçao cede. Por ai…OBS: ver se náo e produçao de leite…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Cristiana Stheling
em

Boa tarde Dra!!!Faz dias que estou em estado de aflição portanto resolvi entrar em vários sites para realizar uma pesquisa e encontrei o caso do tunga.Gostaria de uma opinião sobre minha filhinha a TEKA uma daschund de 5 anos de idade, ela tem todas as vacinas em dia,e no dia 8/09 (sábado) ela tomou a vacina leshimune reforço anual,no dia seguinte (domingo) apresentou reações sérias a vacina, dentre elas febre, dores na articulações e vomito, porém o vômito persistiu até na segunda mesmo após ter tomado as medicações recomendadas (plasil e dipirona),na segunda internamos a Teka e fizemos hemograma que detectou infecção/ erliquiose,ficou 3 dias internada tomando soro, plasil e doxiciclina dentre outras vitaminas,nesse período não comia e nem bebia pois tudo ela vomitava,na quarta feira ela foi pra casa e já podia comer e beber com restrições de alguns alimentos (vomito e febre pararam), na quinta feira ela começou a ficar torta (pescoço para uma lado,barriga pro outro e sem força nas patinhas de trás,coluna arqueada), daí a veterinária recomendou buscopan por suspeitar de dor nos rins (a uréia no exame deu 46 e creatinina 1,6-normal?),ela não melhorou das patinhas de trás tava andando com muita dificuldade e não conseguia deitar, so ficava sentada e con dificuldade, foi quando o veterinário prescreveu na sexta-feira prednisona de 12h em 12h, e suspeitou de calazar,pois os sistomas da erliquiose haviam desparecidos.No sábado a Teka voltou a andar bem devagar neste período ela já tava tomando ziloric de 12 em 12h e 1/4 de ascaridil para 3 em 3 dias, mais a doxiciclina, mais 1/4 de cimetidina pro estomago por causa da doxiciclina.Passou o domingo bem.Na segunda-feira fizemos uma consulta com outro veterinário, fizemos ultrasson (todos os órgãos estão ok) e este veterinário descartou o calazar e nos informou que é problema na coluna, só que aqui na cidade não temos recursos (como raio x), só na capital (600km/h-São Luís).Fiquei aliviada de um forma e preocupada ainda mais de outra, suspendi o ascaridil e ziloric, mantendo a prednisona e continuando o tratamento de erliquiose, hoje ela está andando direitinho, se estica, agacha,deita,até corre um pouquinho, mas quando fica parada percebemos a falta de firmeza nas patinhas de trás,ela fica meio bambinha. Enfim hoje ela tomou uma dose de dexacitoneurim injetável por recomendação da 2ª veterinária,já a primeira veterinária diz que eu tenho que voltar com o ziloric e ascaridil, mais a prednisona agora uma vez ao dia, pra vermos se ela reage e descobrimos se realmente o problema na coluna é reação do calazar ou …..problema de coluna mesmo.Não temos raio x na cidade como já havia informado, e uma punção no linfonodo ou medula para ter certeza do calazar me disseram que não é 100%.Não sei mais o que eu faço….nem qual protocolo devo seguir.Obs: se tiver algum email que eu possa encaminhar as fotos da Teka e mais detalhes sobre o assunto agradeceria de coração.A Teka se alimenta muito bem, faz xixi e coco normal, e não tem nenhum sintoma externo da doença calazar.Preciso de uma luz…Desde já agradeço. Criz



Joelma
em

Olá…
Tenho um cachorro Cocker Spaniel, 16 anos mais ou menos. Em novembro do ano passado teve avc e desde então, estamos medicando e fazendo acupuntura e fisioterapia nele. Melhorou muito, a cabeça já não está mais torta como antigamente, já se levanta para defecar, só para fazer xixi não levanta muito. Já fizemos rx do torax, ultrassom do abdomem e nada de grave que não deixe ele se levantar e andar sozinho. Ele levanta e anda em círculos, depois desequilibra. Já tomou muitos medicamentos. Agora voltou a tomar o meticorten, revimax, legalon.
A fisioterapeuta dele está intrigada por que ele não levanta sozinho e caminha devagarzinho mesmo, pois ela sabe que, com a idade dele, vai ser assim mesmo. Ele fica a maior parte deitado, pois não tem força nas patas traseiras. Já tomou também condroton, gabalon. Qual sua opinião?
obrigada



Henrique
em

Boa noite. Tenho uma beagle de 4 anos e meio e de 5 dias para cá começou a aparentar dificuldades em se locomover e dor quando apalpada no dorso. Ela também aparenta estar sempre cansada quando se movimenta e só melhora quando repousa. Por estar muito incomodada com isso, não conseguimos levá-la ao veterinário, mas o chamamos aqui em casa e ele disse que deve ser bico de papagaio e necessitaria de raio x. Ela estava furiosa e precisou de focinheira para tomar uma injeção(e ala é muito dócil).Receitou um antiinflamatório(1/2 comprimido ao dia) para ver sua evolução para conseguirmos leva-la em breve ao raio x. Inclusive, para ajudar, impedi ela de subir a escada de casa, pois está com um pouco de sobrepeso e isso pode ser o motivo do problema. Após isso, peço, por gentileza, que me ajude. Apenas um antiinflamatório a fará melhorar e qual a dra. recomenda? Devo tirar a coleira peitoral dela para aliviar ou não atrapalha? O que a Dra. pode me recomendar a mais e me ajudar? Agradeço antecipadamente a cordealidade, pois amo minha “companheira” e estou sofrendo muito. Obrigado



Synara
em

Ola Henrique. Tem que ser feito um RX. Ver qual dano há para então começar a tratar. Em tese, se for alguma lesão básica de coluna ou de articulaçoes, o tratamento é anti inflamatório, repouso, e reduzir alimento para controle do peso…E talvez mais uma medicaçoa condroprotetora. ( remedio que com o tempo ajuda a “lubrificar” as articulaçoes afetadas…).
Mas o Rx é importante para afirmar ou descartar problema de coluna. Por ai….
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Ana Reis
em

Boa tarde Doutora,
Tenho um cao de raca Bouvier Bernois, de grande porte portanto, que esta com 8 meses de idade. Á cerca de 2 meses atras vi que tinha um papo na pata esquerda na regiao do cotovelo. Levei-o a veterinaria que drenou o conteudo liquido para fazer analises e nao tinha bacterias. A veterinaria drenou quase todo o conteudo liquido do papo mas ja esta outra vez grande como estava. É um papo exactamente na regiao do cotovelo, de consistencia elastica nao é duro e quando pressiono parece causar desconforto no meu cao que retrai a patinnha quando pressiono o papo. O meu cao nao faz exercicio excessivo nem tem historia de trauma. Nao sei do que se tratara sendo o meu cao tao novo.
Obrigada pelo seu excelente profissionalismo!



Carolina
em

Olá Dra.Synara. Primeiramente, parabéns pelo site e, principalmente, por todo o seu trabalho que, pelo que pude perceber, possue o ingrediente fundamental para a sua profissao, que é o amor e dedicaçao.
Bem, tenho um caozinho shitzu (detalhe: o mais lindo e amado de todos, risos), de 4 anos. Há 15 dias ele começou a nao querer subir na cama (isso começou na madrugada de um dia que ficou brincando muito atrás de uma bolinha). Nao entendi, mas colocava-o na cama e tudo ficava bem. Passados uns 7 dias notei que, por vezes, ele poupava a patinha esquerda (traseira), por exemplo na hora que está comendo. Anda normalmente, sem mancar. Está brincalhao, comendo normal. Leveio-o ao veterinário, que num primeiro momento fez o exame clínico e solicitou um raio x da coluna. Vou tentar lhe dizer as palavras que ele utilizou. Questionei se seria o joelho e ele disse que tinha uma leve luxaçao (acho que se refereiu a sub-luxaçao), mas que seria algo que voltaria ao normal, por si só. Também disse que ele tinha bons reflexos, mas notava um excesso de reflexos (poderia ser pelo stress da consulta etc). Daí, solicitou raixo x. O raio x – coluna vertebral –> 1) maior insinuaçao caudal do corpo vertebral de L7 acompanhada de diminuiçao do espaço intervertebral de L7-S1 (alteraçao congênita?); 2) discreta diminuiçao do espaço intervertebral em T11-12.
Bem, com esse raio-x o veterinário receitou predinsona por 10 dias, tramal e dipirona. Passados uns 2 dias (depois de ler a bula do analgésico), voltei lá, e perguntei se de fato deveria dar esse tramal, pois na verdade, nao notava que meu caozinho tivesse dor. O veterinário disse para continuar com a prednisona e caso notasse dor, para dar os outros. Leveio-o em um segundo veterinário, para uma segunda opiniao. Fizemos um raio x de joelho – coxal e membros pélvidos –> 1) adequada congruência entre as faces articulares das coxofemorais, adequada conformaçao das cabeças e colos femorais, preservaçao da topografia habitual patelar bilateralmente, preservaçao da relaçao entre a eminência intercondilar tibial e côndilos do fêmur bilateralmente, vértebra transicional em regiao lombossacra, com fusao do processo transverso direito da útima vértebra lombar com o sacro.
O 2º veterinário, entao, receitou condromax por 2 meses. Situaçao hoje: faltam 3 dias para terminar a prednisona e já iniciamos o condromax (2 injeçoes e agora comprimidos). Meu caozinho nao quer subir na cama, tenho o poupado subindo as escadas com ele no colo. Ele desce as escadas, mas nao quer subir. Mas o outro dia, porque queria um brinquedo subiu as escadas numa boa. Quero fazer o melhor para o meu menininho, e, na verdade, nao tenho me sentido segura, pois nao sei o que ele tem. Por isso, pesquisando encontrei seu site e pelo que vejo acabo de escrever um livro, rs. Me desculpe, tentei passar o máximo de detalhes, pois imagino que seja difícil para a dra. sem examiná-lo, nao é verdade? Vou aguardar o seu contato e muito obrigada. Carol.



Lilian
em

Olá Dra. Synara! Boa noite! Primeiramente parabéns pelo seu traqbalho maravilhoso! Hoje em dia é dificil encontrar pessoas tão competentes como vc! Gostaria de saber o seu parecer sobre o caso da minha cachorrinha Xuxa. Ela é uma basset de 16 anos. Nem parece que tem essa idade. Já passou por 2 cirurgias de retirada de tumores da mama, inclusive uma foi em março desse ano e ela permanece firme e forte! Ha uns 2 meses atras adotei uma vira latinha que estava quase morrendo. Hj em dia ela esta sadia e muito espuleta, só que como ela é novinha ela quer brincar com a mais velha e numa dessas brincadeiras acabou machucando a Xuxa. Sabado passado a Xuxa parou de andar. Na segunda feira ela fez raio x onde foram constatados varios bicos de papagaio e um trauma na coluna! Ela esta internada. Tenho ido visita-la todos os dias mas ela ainda nao consegue mexer as patinhas de tras, somente se arrasta… será que a dra. poderia me ajudar com o seu parecer sobre isso? Ela nao esta sofrendo, muito pelo contrario,continua firme e forte pela idade que tem! Obrigada desde ja pela atençao! Abs Lilian



Synara
em

Oi Ana. Olha, isso me parece inflamação de liquido sinovial que está “vazando” para o tecido subcutaneo e vai para baixo da pele.
Isso é chato de controlar, às vezes a drenagem tem que ir além da capsula, e isso pode requerer cirurgia. Ai tem que ser com um cirurgião ortopédico. Causa são varias. Mas raças de grande porte como é a do teu cão podem ter alguma alteraçao nessa fase de crescimento do fechamentos das epifises ossoes ( “ponta” dos ossos, onde geralmente há uma articulaçao).
E avaliar se ele nao está recebendo altas calorias em demasia. Isso pode influenciar. Calorias como um todo, da proteina ao calcio. E analisar o comportamento de gasto de energia ( quantidade de exercicio fisico, pouco espaço para exercico ou espaço que oportuniza muita correria dele). Por ai…por enquanto.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Carolina. Eu acho que tem possiblidade como causa do que tu relatas do comportamento dele, ser algo relacionada a patela ( luxaçao) Ao RX em casos de grau I não aparece o deslocamento da patela. Por isso que pode nao ter aparecido no Rx que fizeste.
Geralmente, o diagnóstico é clinico, vendo a forma de caminhar desse animal, tentar ver se há facilidade de ser feita a luxaçao com uma “manobra”da perna dela.
Quantos aos achados todos na coluna vertebral, acho que não são, nesse momento, a causa da dor. Me parece que deixas claro que nao percebes dor nele, e sim a dificuldade de subir na cama e escadas. E a pata traseira levantada, quando vai comer, para evitar peso na articulaçao.
Acho que vale observar a evoluçao, usar o condromax, talvez dar um tempo para a prednisona com a dose corretamente reduzida. Se for patela vai evoluir ai pode ficar mais definitivo o diagnóstico.
Evita de ajudar ele a subir. Isso pode condicionar e atrapalhar para se ver a evoluçao disso tudo.
Por ai, posso te ajudar. Boa sorte. Vai dar tudo certo. Conversa bem com o colega que trata dele. Levanta essas questões.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Lilian. Terão que avaliar esse trauma na coluna e qual a verdadeira extensão dessa lesão. Bicos de papagaio com essa idade seria quase impossivel não encontrar o que contribui para essa paralisa ou paresia. Tem que ser avaliado quais nervos foram atingidos, a sensiblidade das pernas delas, enfim, fazer um exame neurológico clinico para melhor conclusão se ela volta a andar ou não. Por ai…posso te ajudar…mas com essa idade tudo se complica…
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Elcio
em

Boa noite, tenho um pastor alemão de 11 anos na qual estava mancando com a pata traseira esquerda, após tomar mensulida durante duas semanas melhorou mas, agora a perna esta inchando, vc poderia me ajudar, oque fazer.



Ariely
em

Ola dra Synara, tenho uma chow chow de 7 meses (Emilly). Ha tres semanas atras ela começou a mancar da pata traseira (esquerda) depois ela estava com dificuldade de se levantar e nao deixava encostar na patinha dela. Levei ao veterinario e ele me receitou um anti-inflamatorio. Dei os remedios direitinho mas agora ela esta mancando das duas patinhas , nao consegue se levantar e se arrasata pelo chao sempre chorando. Esta fazendo fezes nela mesma pois nao consegue ficar de pe para defecar e nem urinar. O que pode ser Dra? Ja nao aguento maia ve-la chorar de dor, sofro junto dela. me ajude por favor. GRATA! ARIELY.



Synara
em

Ola Elcio. O correto é fazer um Rx para avaliar e descartar possibilidade de Displasia Coxo-Femural, comum nessa raça. E com a idade dele é possivel ainda mais esse desgaste articular. Deve começar a investigar por ai.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Synara
em

Ola Ariely. Tem que fazer um RX articular de coxo- femural e de coluna toraco-lombar para verificar se há alguma lesão. Mais que isso, realmente, me limito.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



Débora
em

Olá Dra.Dynara Rillo, estava procurando dosagem terapeutica para o citoneurin e me deparei com seu site. Sou estudante de veterinária,no último ano, meu cachorrode 16 anos após um acidente apresentou paresia espástica nos 4 membros
e posteriormente foi revelado através de um exame de raio-x severa diminuição do espaço intervertebral entre c6-7 sugerindo protusão/extrusão de disco vertebral. Gostaria de saber se o citoneurin poderia ser utilizado nesse caso, e qual a dose terapeutica recomendada. ele está sendo medicado até o presente momento com tramal (2mg/kg), prednisolona (1mg/kg), metronidazol e ceftriaxona(pq ele foi mordido por outro cão na cervical)sei q vc não fez a sua avaliação, mas gostaria msm de tentar o citoneurin, lí q vit do complexo b podem ajudá-lo… por favor se puder, responda-me pelo meu email.. grata!



Synara
em

Ola Debora. Pode ajudar o uso de vitaminas do complexo em casos de neurites. A dose vai variar conforme a situaçao do paciente. Mas bem sabes que o caso dela é praticamente irreversivel em face da idade e das lesoes. Talvez aumentar mais a dose da predinsolona…É bem complicado para mim te fechar uma dose de medicamento sem estar com a avaliaçao completa do animal. Sei que me compreendes. Me limito aqui. Ajudo no que posso.
Abraço fraterno
Synara Rillo
Médica Veterinária



kelie cristianne
em

Bom Dia
Tenho uma Rotwailer de 4 anos…. Ha mais ou menos um mês coloquei ela no sofa comigo e sai da sala. Ela desceu sozinha e acho que deve ter machucado a perninha de tras. Saiu mancando. Demos CARPROFLAN e ela melhorou. Mas ai, qdo foi passear, voltou a mancar. Entao demos novamente o CARPROFLAN e estamos dando o CONDROTON….Qdo ela anda, apoia as patinhas mas qdo corre, levanta a que machucou. O pior e que ela adora passear…. passeava todos os dias…. ela nao e gorda. Agora estou deixando ela fechada, pois parece um canguru…adora pular. Percebi que a lesao e no joelho, pois agora pra completar qdo ela anda, da uma estralada. Parece que esta melhorzinha, mas ainda levanta a pata para correr. Sera que com o repouso e o condroton, vai voltar o normal? Qto tempo sera que leva pra ela poder fazer os passeios de novo?? Aguardo uma respostta…obrigada



Pedro Cogoy
em

Tenho uma Basset Hound de 13,5 anos e 22,5kg. Ela nunca revelou dores, mas ultimamente (um mês) sinto que ela anda mais devagar, já não corre, evita escadas, não sobe no sofá, tudo coisas que ela fazia normalmente. Desde 2011 que dou condroitina + glicosamina por conta própria, justamente para evitar que estes problemas de artrose aparecessem.
Ontem resolvi comprar – mais uma vez por conta própria – uma caixa com 20 drágeas de Citoneurin 5000, pois me disseram que são vitaminas e podem ajudar no caso das dores, que eu acho que ela tem, mas que o veterinário não detectou. Mesmo que tivesse detectado, fico meio inseguro de dar coisas como anti-inflamatórios e corticoides, pois temo que possam afetar órgãos como fígado e rins (apesar dos últimos exames de função renal e hepática terem dado resultados bem positivos). Minha pergunta é: que dose eu devo dar de Citoneurin e em quantas vezes ao dia. Lendo a bula já percebi que tem que ser após as refeições, que ela faz duas vezes ao dia.
Agradeço pela ajuda.



Jorge
em

Olá Dra. Synara como vai ?
Eu tenho um poodle preto, a coisa mais linda e importante do mundo, somo totalmente conectados ao ponto dos meus sentimentos interferirem no dia a dia dele, conversamos com os olhos para você ter uma real noção de nossa ligação. O meu problema é que de um dia para o outro meu cachorro começou a apresentar muitas dores, quando ele late dói tanto que em seguida do latido vem um grunhido de dor, ele também apresenta dificuldade para deitar, um pouco de lentidão para sentar e levantar, ele demora para achar um posição que o possibilita descansar, quando está em movimento, ele anda meio travado, e as vezes quando acelera o passo fica meio que andando de lado. Sábado irei leva-lo ao veterinário, mas se você já puder me dizer algo a respeito do que ele pode ter fico agradecido, ele é muito importante para e claro que quero o melhor para ele.
Obrigado



Karol
em

Oi, minha pincher estava correndo quando derrepente
Chorou corri e a peguei e mancou depois parou , agora de vez dm quando ela manca e percebi um estralo quando estica a perna, será que vai ser caso de cirurgia? Ela anda bem mas ainda tem desconforto até então acho que nao sente dor pq ela deixa pegar e massagear!!nao deve ser galgo da coluna né ?


Comente